fbpx

sábado, 22 de janeiro de 2022

Praça do Congresso começa a receber apoiadores do presidente Bolsonaro

Ato no Centro de Manaus repete as bandeiras de luta que estão sendo levantadas em todo o País, muitas delas consideradas antidemocráticas e inconstitucionais.

7 de setembro de 2021

Compartilhe

Um dos locais de manifestação em Manaus é a Praça do Congresso, no Centro (Foto: Divulgação)

A praça do Congresso, no Centro de Manaus, recebeu apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por volta de 15h desta terça-feira (7), feriado da Independência do Brasil. Assim como no complexo Turístico da Ponta Negra, há muita gente de verde-e-amarelo, faixas e cartazes com frases contra os ministros do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux e Alexandre de Moraes.

Manifestantes se concentram na Praça do Congresso, em frente ao Instituto de Educação do Amazonas. Em cima de um trio elétrico, há lideranças de movimentos conservadores do Amazonas e o Coronel Menezes, realizador do evento.

Menezes decretou oficialmente a abertura do evento com o hino da Independência. Um boneco inflável com a imagem do presidente usando a faixa presidencial. No mastro central, que faz parte da estrutura da praça, foi hasteada uma grande bandeira do Brasil.

Ao lado do trio elétrico, onde discursam políticos e realizadores do evento, está um veículo com características dos mesmos usados pelo Exército Brasileiro, do tipo caminhão, o que atraiu a atenção do público e serviu como cenário para muitas fotos.

Os manifestantes saíram pela Ramos Ferreira, percorreram as avenidas Getúlio Vargas, Sete de Setembro e Eduardo Ribeiro até retornarem a Praça do Congresso. O percurso teve duração de aproximadamente 50 minutos.

O vice de Menezes na última eleição, Delegado Costa e Silva, também participou do ato de cima do trio e discursou para o público. Na ocasião, falou que o Supremo Tribunal Federal atua para prejudicar Bolsonaro. Criticou mandatos de busca e apreensão determinados por ministros do STF contra Bolsonaristas.

.

Texto: Da redação, com informações do jornalista Isac Sharlon

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Wilson e Queiroga participam de mobilização contra Covid-19 em Manaus

Mobilização de ações contra a Covid-19, com a vacinação e a testagem da população em larga escala, acontecem simultaneamente nos sete estados da região Norte neste sábado.

21 de janeiro de 2022

Carol Braz e Luiz Castro dão primeiro passo na disputa por Governo e Senado

Carol desfiliou-se do PSC para disputar o governo do Amazonas pelo PDT, enquanto Luiz deixou a Rede para tentar pela segunda vez chegar ao Senado Federal.

21 de janeiro de 2022

Prefeito de Parintins, Bi Garcia revela que testou positivo para Covid-19

Nas redes sociais o prefeito de Parintins, Frank Bi Garcia, revelou que sentiu sintomas leves na noite desta quinta-feira e resolveu fazer um exame que confirmou a doença.

21 de janeiro de 2022

Bolsonaro chega ao velório da mãe, que morreu aos 94 anos em São Paulo

Olinda, que sofria com Alzheimer, morreu aos 94 anos na madrugada desta sexta. Ela estava internada em um hospital de São Paulo e a causa da morte não foi divulgada.

21 de janeiro de 2022

Lula segue na liderança do primeiro turno com 42%; Bolsonaro tem 28%

Esta rodada, no entanto, trouxe um fato novo: Lula entrou na zona do empate técnico em comparação ao somatório das intenções de voto dos demais candidatos.

21 de janeiro de 2022

TRE autoriza desfiliação de Marcelo Ramos do Partido Liberal

Marcelo Ramos confirmou que a partir de agora está formalmente fora do PL. O vice-presidente da Câmara Federal afirmou que deve anunciar um novo partido em breve.

21 de janeiro de 2022

MPAM expede recomendação contra nepotismo na Prefeitura de Canutama

Promotoria do MPAM de Canutama recomendou que o Município exonere agentes públicos que tenham algum parentesco com o prefeito e o vice-prefeito, em até 30 dias.

21 de janeiro de 2022

Partido de Bolsonaro tem de Tiririca a líder da bala no Congresso

Além de um numeroso grupo de candidatos leais a Bolsonaro e alinhados ao ideário do atual presidente, o PL deve chamar a atenção durante as eleições pela composição eclética.

21 de janeiro de 2022