fbpx

sábado, 22 de janeiro de 2022

Fux convoca reunião do Supremo para logo após ato na Paulista

Presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, quer uma resposta unificada dos 11 ministros contra os ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro.

7 de setembro de 2021

Compartilhe

Luiz Fux quer unificar a resposta do Supremo aos ataques desferidos pelo presidente durante as manifestações deste 7 de setembro em Brasília e em São Paulo. (Foto: Reprodução)

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luix Fux, convocou agora há pouco uma reunião com os demais dez ministros da Corte para o fim da tarde desta terça-feira (7) com o objetivo de discutir uma respostas aos ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A conversa foi marcada para depois da manifestação que acontecerá na avenida Paulista, em São Paulo, e na qual está previsto um discurso duro do presidente.

Durante a manifestação realizada nesta manhã, em Brasília, Bolsonaro desferiu seu ataque mais forte contra a Suprema Corte ao dizer que: “Ou o chefe desse Poder (Judiciário, Luiz Fux) enquadra os seus, ou esse Poder pode sofrer aquilo que não queremos”. O fim enigmático da frase foi entendido como uma ameaça de fechamento.

O ministro também levantou seu sinal de alerta porque Bolsonaro disse que será na Paulista que fará seu discurso mais longo, portanto está previsto nos ataques.

Conselho da República

Ainda no discurso feito em Brasília, Bolsonaro afirmou que iria se reunir com o Conselho da República nesta quarta-feira (8), mas tanto Fux, quando os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP/AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM/MG), confirmaram essa agenda.

O conselho da República é formado pelos presidente dos Poderes, o vice-presidente, Hamilton Mourão, o ministro da Justiça, Anderson Torres, os líderes da maioria e da minoria nas duas Casas do Legislativo e seis cidadãos brasileiros natos indicados, dois cada, pelo Executivo, Senado e Câmara. Portanto, nessa reunião Bolsonaro teria de ouvir líderes de oposição ao governo dele, o que certamente inviabilizará a reunião.

PSDB e o impeachment

O presidente da Executiva Nacional do PSDB, Bruno Araújo, convocou, para está quarta-feira, uma reunião do partido para reavaliar o impeachment de Jair Bolsonaro. Bruno considerou gravíssimos os ataques feitos por Bolsonaro contra o Supremo Tribunal Federal.

O objetivo de Bruno Araújo é unificar a posição dos tucanos em relação aos mais de 100 pedidos de impeachment que estão protocolados na Câmara Federal.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Wilson e Queiroga participam de mobilização contra Covid-19 em Manaus

Mobilização de ações contra a Covid-19, com a vacinação e a testagem da população em larga escala, acontecem simultaneamente nos sete estados da região Norte neste sábado.

21 de janeiro de 2022

Carol Braz e Luiz Castro dão primeiro passo na disputa por Governo e Senado

Carol desfiliou-se do PSC para disputar o governo do Amazonas pelo PDT, enquanto Luiz deixou a Rede para tentar pela segunda vez chegar ao Senado Federal.

21 de janeiro de 2022

Prefeito de Parintins, Bi Garcia revela que testou positivo para Covid-19

Nas redes sociais o prefeito de Parintins, Frank Bi Garcia, revelou que sentiu sintomas leves na noite desta quinta-feira e resolveu fazer um exame que confirmou a doença.

21 de janeiro de 2022

Bolsonaro chega ao velório da mãe, que morreu aos 94 anos em São Paulo

Olinda, que sofria com Alzheimer, morreu aos 94 anos na madrugada desta sexta. Ela estava internada em um hospital de São Paulo e a causa da morte não foi divulgada.

21 de janeiro de 2022

Lula segue na liderança do primeiro turno com 42%; Bolsonaro tem 28%

Esta rodada, no entanto, trouxe um fato novo: Lula entrou na zona do empate técnico em comparação ao somatório das intenções de voto dos demais candidatos.

21 de janeiro de 2022

TRE autoriza desfiliação de Marcelo Ramos do Partido Liberal

Marcelo Ramos confirmou que a partir de agora está formalmente fora do PL. O vice-presidente da Câmara Federal afirmou que deve anunciar um novo partido em breve.

21 de janeiro de 2022

MPAM expede recomendação contra nepotismo na Prefeitura de Canutama

Promotoria do MPAM de Canutama recomendou que o Município exonere agentes públicos que tenham algum parentesco com o prefeito e o vice-prefeito, em até 30 dias.

21 de janeiro de 2022

Partido de Bolsonaro tem de Tiririca a líder da bala no Congresso

Além de um numeroso grupo de candidatos leais a Bolsonaro e alinhados ao ideário do atual presidente, o PL deve chamar a atenção durante as eleições pela composição eclética.

21 de janeiro de 2022