fbpx

quarta, 17 de agosto de 2022

Fux convoca reunião do Supremo para logo após ato na Paulista

Presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, quer uma resposta unificada dos 11 ministros contra os ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro.

7 de setembro de 2021

Compartilhe

Luiz Fux quer unificar a resposta do Supremo aos ataques desferidos pelo presidente durante as manifestações deste 7 de setembro em Brasília e em São Paulo. (Foto: Reprodução)

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luix Fux, convocou agora há pouco uma reunião com os demais dez ministros da Corte para o fim da tarde desta terça-feira (7) com o objetivo de discutir uma respostas aos ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A conversa foi marcada para depois da manifestação que acontecerá na avenida Paulista, em São Paulo, e na qual está previsto um discurso duro do presidente.

Durante a manifestação realizada nesta manhã, em Brasília, Bolsonaro desferiu seu ataque mais forte contra a Suprema Corte ao dizer que: “Ou o chefe desse Poder (Judiciário, Luiz Fux) enquadra os seus, ou esse Poder pode sofrer aquilo que não queremos”. O fim enigmático da frase foi entendido como uma ameaça de fechamento.

O ministro também levantou seu sinal de alerta porque Bolsonaro disse que será na Paulista que fará seu discurso mais longo, portanto está previsto nos ataques.

Conselho da República

Ainda no discurso feito em Brasília, Bolsonaro afirmou que iria se reunir com o Conselho da República nesta quarta-feira (8), mas tanto Fux, quando os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP/AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM/MG), confirmaram essa agenda.

O conselho da República é formado pelos presidente dos Poderes, o vice-presidente, Hamilton Mourão, o ministro da Justiça, Anderson Torres, os líderes da maioria e da minoria nas duas Casas do Legislativo e seis cidadãos brasileiros natos indicados, dois cada, pelo Executivo, Senado e Câmara. Portanto, nessa reunião Bolsonaro teria de ouvir líderes de oposição ao governo dele, o que certamente inviabilizará a reunião.

PSDB e o impeachment

O presidente da Executiva Nacional do PSDB, Bruno Araújo, convocou, para está quarta-feira, uma reunião do partido para reavaliar o impeachment de Jair Bolsonaro. Bruno considerou gravíssimos os ataques feitos por Bolsonaro contra o Supremo Tribunal Federal.

O objetivo de Bruno Araújo é unificar a posição dos tucanos em relação aos mais de 100 pedidos de impeachment que estão protocolados na Câmara Federal.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Bolsonaro e Lula ficam frente a frente durante posse de Moraes no TSE

O presidente Bolsonaro ocupou uma das cadeiras na mesa principal do plenário da corte. Já o petista se sentou na fileira reservada a ex-presidentes, de frente para Bolsonaro.

16 de agosto de 2022

Lula é o único dos presidenciáveis a figurar em campanha ao Governo

No primeiro dia de campanha ao Governo do Amazonas, apenas a imagem e o nome de Lula figuraram nos materiais distribuídos pelos candidatos aos eleitores.

16 de agosto de 2022

Amazonino faz postagem com proposta de combate à fome no Amazonas

Candidato pelo Cidadania que tem federação com o PSDB, Amazonino Mendes defende aumento do valor do Auxílio Estadual e a volta de programas como o 'Leite do Meu Filho".

16 de agosto de 2022

Ricardo Nicolau defende ‘complexo multiuso’ na orla do Centro de Manaus

Ao falar de oportunidades para populares sobre Turismo no Centro de Manaus, Ricardo Nicolau defendeu projeto de um complexo multiuso na orla local, se eleito.

16 de agosto de 2022

Wilson destaca empregos gerados em projetos aprovados no Codam

Em postagem no Twitter, Wilson Lima cita que 26 mil empregos foram gerados em três anos de seu mandato, por investimentos industriais aprovados no Codam.

16 de agosto de 2022

Prazo para pedir voto em trânsito termina nesta quinta-feira (18)

Requerimento para votar em trânsito precisa ser feito presencialmente, em qualquer cartório eleitoral, sem necessidade de agendamento para o primeiro, o segundo ou ambos.

16 de agosto de 2022

Sandra faz panfletagem na ‘Manaus Moderna’ e pede votos para Braga

Sandra é a primeira suplente do marido no Senado. Caso ele seja eleito governador, é ela quem assume a vaga, assim como ocorreu em 2015, quando Braga foi ministro.

16 de agosto de 2022

Silas garante apoio da Assembleia de Deus à reeleição de Wilson

O parlamentar federal e o irmão Jonathas Câmara, que preside a Ieadam, reuniram representantes da congregação dos 61 municípios do interior do Amazonas.

16 de agosto de 2022