fbpx

sábado, 21 de maio de 2022

Reviravoltas e confirmações fortalecem chapa do Avante para Câmara

Partido do prefeito David Almeida, Avante tem praticamente fechada a lista dos candidatos que disputarão uma vaga na Câmara Federal na acirrada eleição de outubro deste ano.

25 de janeiro de 2022

Compartilhe

David Almeida foi diagnosticado com Covid-19, mas não se afastou das articulações de bastidores que visam a formação de uma chapa forte de candidatos a deputado federal. (Foto: Reprodução)

O recesso de janeiro não parou as articulações nos bastidores da política amazonense e uma série de reviravoltas aconteceram, nas últimas semanas, na formação da chapa mais esperada pelos políticos e a que será ungida pelo prefeito de Manaus, David Almeida, líder do Avante.

O deputado estadual Saulo Viana (PTB), apesar de em diversas oportunidades ter tentado uma vaga na chapa do prefeito de Manaus, teria tido seu nome vetado entre os candidatos.

Entre os demais cotados para formar a chapa do Avante há uma avaliação de que pelo poder econômico e inserção no governo do Estado, Saulo teria o nome impulsionado e seria o único que se daria bem na eleição.

Um segundo nome, que já estava sendo considerado fora do baralho do prefeito, voltou atrás e deverá estar na chapa do Avante: Hissa Abrahão. O ex-deputado federal e ex-vice-prefeito de Manaus estava atritado com o PDT após perder a presidência do Diretório Estadual quando foi convidado pelo prefeito.

Hissa, contudo, até ensaiou uma volta as boas numa conversa com o presidente nacional da sigla, Carlos Lupi, mas, no momento, a tendência é ele ir para o Avante.

O cálculo é de que no partido de David ele teria melhores chances de se eleger porque estaria numa chapa com candidatos do “mesmo tamanho eleitoral” dele.

A terceira mudança radical na formação da chapa de deputado federal do Avante envolve o nome do ex-deputado estadual Marco Antônio Chico Preto, que tocava uma pré-candidatura ao Senado desde o ano passado. Chico Preto foi convencido a reforçar a chapa e deverá ser candidato a deputado federal.

Dois nomes também cravados para integrar a chapa do Avante após deixarem os atuais partidos deles são os ex-deputados federal Conceição Sampaio e Gedeão Amorim. Os dois sofrem do mesmo problema nos atuais partidos: a pouca atenção dada pelos caciques à formação de chapas competitivas.

Conceição é, por exemplo, o único nome forte do PSDB para uma eventual chapa, mas sozinha não terá votos para se eleger. O mesmo se aplica a Gedeão no MDB.

Outros três nomes que estão fechados com o Avante no momento foram garimpados por David Almeida na Câmara Municipal e atualmente têm dificuldades nos atuais partidos. O líder Marcelo Serafim deve entrar no Avante deixando o PSB, onde o pai dele, o deputado Serafim Corrêa, é o presidente, para trás.

Outro vereador capturado pelo Avante é o pastor Marcel Alexandre, que também não vê no Podemos, atual partido dele, grande potencial para conseguir alcançar o quociente eleitoral que lhe garantiria uma vaga na Câmara Federal.

Na mesma situação de Marcelo e Marcel está a vereadora Professora Jacqueline. Ela estava no Podemos, mas com destino traçado para ingressar no União Brasil, o partido que surgirá da fusão entre o PSL e o DEM. O problema é que no Amazonas há uma briga de foice para definir quem será o presidente do UB no Amazonas e na dúvida, Jacqueline teria já se acertado com David Almeida e o Avante.

O vereador Lissandro Breval , cunhado do conselheiro do TCE, Ari Moutinhoé outro nome que compõe o grupo dos nove que devem disputar ao menos uma vaga garantida na eleição deste ano.

A última vaga na chapa do Avante, que terá de ter nove nomes, seria o da blogueira Quézia Barros, que foi candidata a vereadora pelo PTB em 2020, mas não obteve sucesso. Quézia é uma opção para conquistar votos de jovens.

A formação de uma chapa competitiva para a disputa por uma vaga na Câmara Federal, acontece porque a minirreforma eleitoral, aprovada em setembro do ano passado, criou novas regras que dificultarão a eleição de um candidato com voo solo.

O fim das coligações, a diminuição do número máximo de candidatos numa chapa e o acesso mais difícil as chamadas sobras partidárias, que garantem a chamada legenda, tornarão fundamental que os partidos formem chapas com vários candidatos competitivos, conforme foi alertado pelos advogados eleitorais ouvidos, na semana passada, pela TV RealTime1, Maria Benigno e Yuri Dantas.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais sobre Política

Wilson destina mais de R$ 57 milhões para os municípios Caapiranga e Anamã

Os investimentos do Governo do Amazonas têm o objetivo de melhorar a infraestrutura, o escoamento da produção agrícola e a trafegabilidade nos dois municípios.

20 de maio de 2022

Moraes bloqueia bens de Daniel Silveira para garantir pagamento de multas

Medida do ministro Moraes visa garantir que Daniel Silveira pague as multas acumuladas em mais de R$ 600 mil pelo descumprimento do uso de tornozeleira eletrônica.

20 de maio de 2022

Wilson anuncia R$ 1,3 milhão para equipamentos no Hospital de Caapiranga

O hospital recebeu reforma geral, passando por ampliações e adaptações, sendo necessário para o completo atendimento aos usuários, e reforço na estrutura.

20 de maio de 2022

Aliados de Bolsonaro indicam nova visita do presidente ao AM no dia 28 de maio

O anúncio da vinda do presidente foi feito por seus aliados no Amazonas. No entanto, a agenda presidencial ainda não foi divulgada oficialmente pelo Planalto.

20 de maio de 2022

Lula estabiliza em 44% contra 32% de Bolsonaro em nova pesquisa Ipespe

Pesquisa foi realizada por telefone, entre os dias 16 e 18 de maio, com 1 mil entrevistados com idade a partir de 16 anos, em todas as regiões do país.

20 de maio de 2022

Prefeitos do AM criam novo fórum e esvaziam Associação de Municípios

Desde a eleição de Jair Souto para o comando da AAM, os demais prefeitos reclamam da falta interlocução dele com o Governo do Estado para sanar demandas do interior.

20 de maio de 2022

Escolha de ouvidor-geral nas Defensorias deve ser em lista tríplice

Segundo relator Gilmar Mendes, as atribuições conferidas aos membros da Ouvidoria-Geral das Defensorias Públicas estão entre as previstas na Constituição Federal

20 de maio de 2022

‘Wilson levou asfalto onde jamais imaginavam’, diz pré-candidato do Republicanos

Pastor da Igreja Universal diz que não é bolsonarista e tem opinião própria sobre a corrida presidencial, mas se for eleito buscará parceria mesmo com Lula na presidência.

20 de maio de 2022