fbpx

domingo, 14 de agosto de 2022

Ministério Público do Amazonas vai investigar garimpagem no rio Madeira

MP-AM instalou inquérito civil público na última sexta-feira (26) para investigar "possíveis irregularidades" das balsas de garimpo que se amontoaram no Rio Madeira.

30 de novembro de 2021

Compartilhe

O inquérito civil antecede a instauração da Ação Civil Pública que pode ser levada à Justiça pelo órgão ministerial (Foto: Divulgação)

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) deu início a um inquérito civil para investigar a invasão de mais de 300 balsas de garimpo ilegal no Rio Madeira, na região de Autazes, a 120 km em linha reta de Manaus.

As dragas de garimpo que sugaram o leito do rio em busca de ouro por quase duas semanas, tomaram conta da foz do Rio Madeira e foram descobertas na semana passada.

O inquérito foi instalado na última sexta-feira (26), no mesmo dia em que os garimpeiros começaram a fugir da região depois que a imprensa noticiou que uma operação integrada de órgãos federais ocorreria.

“Instaurar inquérito civil público para apurar possíveis irregularidades nas balsas que estão na comunidade do Rio Madeira, denominada comunidade do Rosarinho”, diz a portaria nº 001.11.2021 publicada na edição desta segunda-feira (29) do Diário Oficial do MPE-AM.

Este inquérito civil antecede a instauração da Ação Civil Pública que pode ser levada à Justiça pelo órgão ministerial.

A denúncia da presença de garimpeiros ilegais no Rosarinho foi feita pelo Greenpeace. De acordo com a ONG ambiental, entre 300 e 600 balsas ocuparam o Madeira.

No fim de semana, a Polícia Federal e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) queimaram mais de 100 balsas.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Moraes assume TSE após carreira centralizadora e ligada à política

Moraes é personagem central no noticiário nacional dos últimos anos devido aos inquéritos sob sua responsabilidade que investigam o presidente Jair Bolsonaro e apoiadores.

14 de agosto de 2022

Bolsonaro e Lula travam disputa sobre valor do Auxílio Brasil

Após acusação do petista de que o auxílio tem duração até o fim do ano e de que pretende, se eleito, mantê-lo em 2023, Bolsonaro disse que o benefício será mantido em 2023.

14 de agosto de 2022

Presidenciáveis dão largada na campanha com foco no Sudeste

Região Sudeste concentra 42,6% dos eleitores do país. A dois dias do início da propaganda eleitoral gratuita, Lula se mantém na dianteira, enquanto Bolsonaro cresce.

14 de agosto de 2022

TRE-AM dá nome a cartório eleitoral de indigenista assassinado em Atalaia do Norte

O pleno do TRE-AM reconheceu, por unanimidade, colaboração do indigenista Bruno Pereira, assassinado em junho no Vale do Javari, par a instalação de novas seções eleitorais.

13 de agosto de 2022

Michelle assume protagonismo na marcha para Jesus com evangélicos

Durante a marcha, presidente falou em 'luta contra o comunismo' e convocou população para ato em Copacabana no Sete de Setembro.

13 de agosto de 2022

Wilson adere ao TikTok para ampliar comunicação com eleitores

Wilson Lima anuncia adesão ao TikTok convocando seguidores e fazendo dancinha, para buscar o eleitorado mais jovem, maioria dos perfis do aplicativo.

13 de agosto de 2022

Com medo de rejeição, aliados escondem Bolsonaro nas redes sociais

Aliados oficiais do PL não mencionaram o mandatário nenhuma vez no atual semestre. Dos 27 palanques que Bolsonaro já garantiu, 10 não fazem menção a ele nas redes sociais.

13 de agosto de 2022

Floração dos ipês cria disputa entre os aliados Arthur e Amazonino na web

A floração dos ipês deu destaque às plantas nas redes sociais e os ex-prefeitos - e aliados de momento - aproveitaram para tentar associar seus nomes à autoria do projeto.

13 de agosto de 2022