fbpx

sexta, 27 de maio de 2022

‘Governo Federal quer sufocar o AM’, diz Serafim após novos decretos

Serafim Corrêa criticou dois decretos publicados por Bolsonaro nas últimas 24 horas. Um decreto zera o IPI de concentrados, e outro reduz o imposto de 25% para 35%.

29 de abril de 2022

Compartilhe

Serafim Corrêa criticou dois decretos publicados por Bolsonaro nas últimas 24 horas. (Foto: Divulgação)

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) repudiou, na manhã desta sexta-feira (29), a publicação de dois decretos do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), que enfraquecem a Zona Franca de Manaus (ZFM). O primeiro, zera a alíquota sobre Produtos Industrializados (IPI) relativa aos extratos de concentrados para elaboração de refrigerantes. O segundo decreto amplia o corte linear nas alíquotas do IPI de 25% para 35%.

Serafim ressaltou que os dois decretos foram publicados na quinta-feira, 28, à noite, ou seja, menos de 24 horas após o encontro entre Bolsonaro e o governador do Amazonas, Wilson Lima (UB), em Brasília, para tratar sobre o decreto que cortou IPI de outros produtos produzidos na ZFM.

“O governo federal continua na sua sanha contra a Zona Franca de Manaus. Querem sufocar o modelo econômico. De ontem pra hoje, mais dois decretos. Um ampliando de 25% para 35% a redução do IPI, que diminui mais ainda a competitividade das empresas da Zona Franca de Manaus. E um outro, que praticamente expulsa de Manaus as empresas que atuam no polo de concentrados. Isso tudo é muito ruim, muito negativo, merece o nosso repúdio”, disse o parlamentar.

Para o líder do PSB no parlamento estadual, o governo federal quer forçar opções “absurda”s ao Amazonas diante do sufocamento da ZFM, como, a derrubada da floresta e a mineração em terras indígenas.

“(…) como se essas atividades fossem compensar os empregos perdidos, como se essas atividades fossem atividades que sustentariam nossa economia. Não sustentarão e vão gerar a invasão de terras, ocupação desordenada, a favelização”, avaliou o parlamentar.

Os decretos do Governo Federal que acabam enfraquecendo a ZFM podem, segundo Serafim, gerar um impacto internacional negativo para o Brasil.

“Meu repúdio, minha discórdia, meu descontentamento, meu lamento contra essas medidas do presidente Bolsonaro. Mas mantenho a minha posição sempre firme contra esse governo que não se cansa de prejudicar a Amazônia e que vai gerar problemas internacionais para o Brasil. O mundo não aceita a destruição da Amazônia. Isso é um dogma. E nós não podemos destruir a Amazônia porque estaremos destruindo a nós mesmos, aquilo que temos de mais importante e mais delicado, que é a nossa biodiversidade”, concluiu.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Projeto que limita ICMS deve ter tramitação lenta, avaliam senadores

Senadores avaliam que a proposta que fixa o ICMS de combustívveis e energia em 17%, aprovada pela Câmara dos Deputados, deverá deixar um grande rombo nos cofres regionais.

27 de maio de 2022

Petrobras e Minas e Energia devem explicar alta dos combustíveis na Câmara

Sidney Leite propôs audiência para discutir as constantes subidas nos preços dos combustíveis e a inflação com o presidente da Petrobras e o ministro de Minas e Energia.

27 de maio de 2022

Péricles minimiza destituição de cargo de Marcelo: ‘problema do Congresso’

O deputado Delegado Péricles, que agora integra o partido de Jair Bolsonaro, o PL, minimizou os efeitos da destituição de Marcelo Ramos (PSD) da vice-liderança da Câmara.

27 de maio de 2022

Pré-candidato do PL reconhece ‘deslizes’ do Governo Bolsonaro

O Delegado Costa e Silva, pré-candidato a deputado federal pelo PL, mesmo partido de Bolsonaro, falou ao RealTime1 sobre os planos para chegar à Câmara dos Deputados.

27 de maio de 2022

Omar diz que Amazonas precisa voltar a investir em programas sociais

A declaração do senador - que concorre à reeleição - aconteceu durante a prestação de contas que ele fez na noite desta quinta-feira (26), nas zonas Leste e Sul de Manaus.

27 de maio de 2022

Eleição Geral testará lei que combate violência política contra a mulher

Para acompanhar emprego da lei no pleito de outubro, o Comitê de Combate a Corrupção e Caixa 2 Eleitoral criou o grupo de mulheres de combate à violência política de gênero.

27 de maio de 2022

Bolsonaro adia live em dia de derrota nas pesquisas para Lula nos dois turnos

Bolsonaro estabiliza e Lula cresce em nova pesquisa Datafolha divulgada no dia que o presidente adia tradicional live de quinta-feira para falar com apoiadores .

26 de maio de 2022

Datafolha: cresce diferença entre Lula e Bolsonaro para o segundo turno

Pesquisa do Datafolha divulgado nesta quinta-feira aponta que Lula tem 58% das intenções de voto no segundo turno, enquanto Bolsonaro chega a 33%

26 de maio de 2022