fbpx

sábado, 21 de maio de 2022

Bolsonaro ataca mais um setor do PIM e bancada federal reage

Bancada afirma que a medida acaba de vez com as vantagens da Zona Franca de Manaus (ZFM) no setor de concentrados e teme a saída de empresas como Coca-Cola e Ambev.

29 de abril de 2022

Compartilhe

Desta vez, Jair Bolsonaro atacou o polo de concentrados, zerando o IPI do setor. (Foto: Reprodução)

A bancada federal do Amazonas reagiu a mais um decreto do presidente Jair Bolsonaro, que agora atacou o polo de concentrados, zerando o IPI do setor. Os parlamentares afirmam que a medida acaba de vez com as vantagens da Zona Franca de Manaus (ZFM) e temem a saída de empresas como Coca-Cola e Ambev.

Líder da bancada, o senador Omar Aziz (PSD) divulgou um vídeo criticando Bolsonaro e disse que o decreto destrói um polo inteiro.

“Esse ataque atinge os trabalhadores de Manaus e também do interior, efetivamente de Maués, que produz guaraná, e Presidente Figueiredo, que produz o açúcar da Coca-Cola. São 7 mil empregos diretos em risco. Um absurdo às vésperas do dia do trabalhador”, escreveu Omar.

Segundo o senador os concentrados não têm influência sobre a inflação. “O presidente tem consciência do que está fazendo”, falou.

O senador Eduardo Braga (MDB) também se manifestou em vídeo. “Isso, obviamente, é mais uma ação para enfraquecer a Zona Franca de Manaus, Nossa esperança, nesse momento, é exatamente o Supremo Tribunal Federal que, ao longo desses 55 anos [da ZFM), nos momentos graves e críticos sempre defendeu o modelo Zona Franca”, disse.

Marcelo Ramos (PSD) se disse indignado com a publicação. O deputado lembrou que, em reunião com o governador Wilson Lima, Bolsonaro prometeu resguardar a Zona Franca.

De acordo com o parlamentar, além de prejudicar os empregos, a decisão afeta a imagem do Polo Industrial de Manaus (ZFM) no mercado internacional.

“Nós temos em risco, e risco gravíssimo, o polo de concentrados instalado em Manaus. E, notadamente, o impacto sobre duas grandes marcas mundiais: a Coca-Cola e a Ambev. Se a Coca-Cola e a Ambev saírem de Manaus, e essa é a tendência se esse decreto não for revertido, nós temos uma imagem para o mundo de que a Zona Franca de Manaus não é um lugar seguro”, avaliou.

O deputado federal Zé Ricardo (PT) afirmou que a medida desestimula as empresas instaladas em Manaus. “Ao zerar a alíquota dos concentrados de refrigerantes o Bolsonaro acaba com as vantagens da ZFM. As empresas não terão mais razão para ficar em Manaus. A perspectiva é de fechamento de fábricas e desemprego. Mais trabalhadores na rua. Que tristeza para muitas famílias”, publicou.

Apesar da movimentação da indústria e de parte da bancada federal, os deputados bolsonaristas Capitão Alberto Neto (PL) e Delegado Pablo (União Brasil), mais uma vez, silenciaram. Os dois sequer se manifestaram nas redes sociais.

Da redação

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Wilson destina mais de R$ 57 milhões para os municípios Caapiranga e Anamã

Os investimentos do Governo do Amazonas têm o objetivo de melhorar a infraestrutura, o escoamento da produção agrícola e a trafegabilidade nos dois municípios.

20 de maio de 2022

Moraes bloqueia bens de Daniel Silveira para garantir pagamento de multas

Medida do ministro Moraes visa garantir que Daniel Silveira pague as multas acumuladas em mais de R$ 600 mil pelo descumprimento do uso de tornozeleira eletrônica.

20 de maio de 2022

Wilson anuncia R$ 1,3 milhão para equipamentos no Hospital de Caapiranga

O hospital recebeu reforma geral, passando por ampliações e adaptações, sendo necessário para o completo atendimento aos usuários, e reforço na estrutura.

20 de maio de 2022

Aliados de Bolsonaro indicam nova visita do presidente ao AM no dia 28 de maio

O anúncio da vinda do presidente foi feito por seus aliados no Amazonas. No entanto, a agenda presidencial ainda não foi divulgada oficialmente pelo Planalto.

20 de maio de 2022

Lula estabiliza em 44% contra 32% de Bolsonaro em nova pesquisa Ipespe

Pesquisa foi realizada por telefone, entre os dias 16 e 18 de maio, com 1 mil entrevistados com idade a partir de 16 anos, em todas as regiões do país.

20 de maio de 2022

Prefeitos do AM criam novo fórum e esvaziam Associação de Municípios

Desde a eleição de Jair Souto para o comando da AAM, os demais prefeitos reclamam da falta interlocução dele com o Governo do Estado para sanar demandas do interior.

20 de maio de 2022

Escolha de ouvidor-geral nas Defensorias deve ser em lista tríplice

Segundo relator Gilmar Mendes, as atribuições conferidas aos membros da Ouvidoria-Geral das Defensorias Públicas estão entre as previstas na Constituição Federal

20 de maio de 2022

‘Wilson levou asfalto onde jamais imaginavam’, diz pré-candidato do Republicanos

Pastor da Igreja Universal diz que não é bolsonarista e tem opinião própria sobre a corrida presidencial, mas se for eleito buscará parceria mesmo com Lula na presidência.

20 de maio de 2022