terça-feira, 16 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Centro da pandemia no país, Manaus pode liberar uso de máscaras: você concorda?

A liberação, no entanto, está condicionada ao avanço da vacinação, segundo o prefeito David Almeida. Ele destacou que final do mês teria uma posição.
COMPARTILHE
máscaras manaus

Em várias partes do mundo, a máscara deixou de ser um item obrigatório, pelo menos em locais abertos, para o controle no número de casos de Covid-19. No Brasil, segundo dados da Confederação Nacional dos Municípios, 40 cidades já desobrigaram o uso do acessório.

Recentemente, o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), afirmou que já estuda a possibilidade da liberação do uso de máscaras em locais públicos da cidade até o final deste mês, mas condicionou a desobrigatoriedade ao avanço da vacinação.

Hoje (27), segundo dados do Vacinômetro, há 64,82% da população apta à vacinação com o esquema completo, tendo tomado as duas doses dos imunizantes ou a dose única.

“Estamos avançando na vacinação, mas ainda aguardamos a presença de quem ainda não foi a um dos postos porque precisamos que toda nossa população esteja com o esquema vacinal completo. A previsão é que até outubro ultrapassemos os 60%, 70%”, destacou o prefeito.

De acordo com o médico infectologista e pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Júlio Croda, os gestores municipais não podem se basear apenas em um índice para liberar o uso da proteção facial. Ele defende que 80% da população do país esteja completamente vacinada, além de índices baixos de transmissão, casos, internações e mortes.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

No entanto, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) frisou que já “monitora, diariamente, o avanço da vacinação na capital amazonense e as taxas de internações e óbitos para que sejam decididas medidas de flexibilização”.

População opina

Pensando no tema, o RealTime1 buscou saber a opinião dos leitores e, por meio do #QueroSaber desta semana, questionou se as pessoas são favoráveis a desobrigação do uso de máscas em locais abertos e/ou sem aglomeração.

Centro das duas ondas da pandemia no país, é plausível ver uma população ainda receosa.

“Acho cedo demais pra liberar”, frisou José Oliveira.

Há, claro, os que são favoráveis ao desuso do acessórios, mas, mais podenrados, sugerem que as pessoas se desloquem aos postos para receberem a vacina.

“Sou a favor que façam uma campanha maciça convocando as pessoas para tomar a segunda dose. São mais de 200 mil sem ela. Se chegarmos a 90% de vacinados, poderemos ficar sem máscara com segurança”, sugeriu Mônica Melo.

“Temos que ter paciência e continuar usando máscara, mantendo o distanciamento, pois tem muitas pessoas que ainda não tomaram nenhuma dose da vacina. Só em Manaus 210 mil pessoas fogem da vacina e não podemos correr o risco de andar sem máscara e ficar próximo de pessoas não vacinados. Mesmo tomando as duas doses da vacina, ainda corremos o risco, mesmo que não corra risco de ficar entubada ou risco de morte”, alertou Célia Mota.

Texto: Rosianne Couto

Leia Mais:

COMPARTILHE