fbpx

sábado, 08 de maio de 2021

Suspeição de Moro impulsiona intenção de votos em Lula, diz deputado

Os deputados Sinésio Campos (PT) e Delegado Péricles (PSL) avaliaram o resultado da pesquisa Perspectiva Mercado & Opinião que indicou Lula a frente de Bolsonaro em 2022.

25 de março de 2021

Compartilhe

Sérgio Moro foi declarado suspeito pelo STF por três votos a dois (Foto: reprodução)

O resultado da pesquisa Perspectiva Mercado & Opinião indicando um cenário eleitoral em 2022 com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) doze pontos a frente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Amazonas pode ter relação com os acontecimentos envolvendo o ex-juiz Sérgio Moro. Essa é a avaliação dos deputados estaduais ouvidos, nesta quinta-feira (25), pelo RealTime1.

O deputado Sinésio Campos (PT) defende a tese de que a pesquisa seria um reflexo da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) pela anulação das condenações do ex-presidente Lula revelando, segundo ele, “a grande notícia falsa” construída pelo ex-juiz Sérgio Moro sobre os casos apurados na Lava Jato.

Lula venceria em 2018

Para Sinésio essa suspeição mostra a intenção de tirar o ex-presidente da corrida pela presidência pois: “caso o presidente Lula concorresse as eleições o resultado poderia ter sido outro”. Com isso, sem revelar mais informações, ele vê nessa conjuntura um oportunidade para mudar as alianças partidárias em âmbito estadual.

“O Haddad que era o candidato do presidente Lula teve uma boa votação na maioria dos municípios e agora eu creio que com isso também se tem um novo reposicionamento das eleições não somente nacionais como também reposicionamento dos partidos políticos que terá, claro, um reflexo nas eleições estaduais”, contou.

O parlamentar ressalta ainda outro fator para a perda de popularidade de Bolsonaro em Manaus, mostra um descontentamento da população com a proposta econômica que não respondeu as expectativas dos eleitores em relação ao emprego e da renda e atacou a indústria local.

“Não é apenas a pessoa, mas o mosaico de problemas que o governo federal vem passando, e que na verdade estão extenuando esse desgoverno”, completou o deputado.

‘Ainda é cedo

Fiel defensor do presidente da república, Delegado Péricles (PSL) diz que ainda é cedo para levantar hipóteses, principalmente quanto ao processo de anulação das condenações do presidente Lula, uma vez que os casos voltaram a ser apurados agora na sob responsabilidade da Polícia Federal de Brasília.

Ele não invalidou a pesquisa, mas disse que “uma eleição só se vence no dia”. Péricles insinuou ainda que em 2018 nenhuma delas apontava Bolsonaro como favorito, o que não é uma realidade, uma vez que nas últimas eleições o DataFolha, por exemplo, apontou uma vantagem de quinze pontos percentual a frente de Haddad.

“Temos dois anos pela frente. Muito ainda precisa ser revisto no que diz respeito à absolvição de um homem que foi condenado em diferentes instâncias e mesmo assim, hoje usufrui de decisões que o colocam no mesmo patamar de todos nós. Bolsonaro não estaria eleito se fossem as pesquisas. Todos não o consideravam sequer no segundo turno”, defendeu Péricles.

A votação em 2018 no interior do estado apenas Apuí (51,55%) e Guajará (50,48%), Bolsonaro teve maior percentual de votos em comparação a Fernando Haddad, além da capital, Manaus, onde o presidente obteve 65,72%.

Texto: Giovanna Marinho

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Codajás recebe quase R$ 400 mil em projetos de crédito rural do Governo

Os valores foram destinados para pesca artesanal (R$301.656,85) e agricultura familiar (R$96.288,00), sendo financiados pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

7 de maio de 2021

Pacheco escreve a embaixador chinês e fala em ‘relação construtiva’

O presidente do Senado finaliza a carta convidando Yang Wanming para uma visita à Casa Legislativa assim que as condições pandêmicas tornarem o encontro favorável.

7 de maio de 2021

Auxílio Enchente começa a ser pago em Anamã pelo governador Wilson Lima

Operação Enchente leva ajuda humanitária, água potável e ações nas áreas social, de saúde e de fomento aos municípios em Situação de Emergência.

7 de maio de 2021

Gasolina do Cotão dos 24 deputados estaduais enche 300 tanques

No período em que a presença física nas sessões é facultativa, dois dos 24 deputados consumiram gasolina suficiente para ir e voltar sete vezes a Boca do Acre.

7 de maio de 2021

Carlos Almeida não deve ser ouvido pela CPI da Covid no Senado

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

7 de maio de 2021

Vereadores gastam R$ 272 mil com assessoria e divulgação

O vereador campeão nesse gasto foi Ivo Neto (Patriota), que utilizou R$ 19.800 nessas atividades. No entanto, assessoria não evitou que ele apresentasse um projeto repetido.

7 de maio de 2021

Não vai ter ‘pizza’: para 38% dos brasileiros, CPI atingirá objetivos

Segundo levantamento EXAME/IDEIA, 38% acreditam que a CPI vai apontar culpados pelas falhas no combate à pandemia, aumentar o ritmo da vacinação e a elevar valor do auxílio.

7 de maio de 2021

Mourão diz que Pazuello foi ‘risco’ à Saúde e o quer em ‘traje civil’ na CPI

Para o vice-presidente, decisão em colocar o general Pazuello à frente do Ministério foi um risco e que ser general 'da ativa ou reserva' não o impede de ir ao Senado depor.

7 de maio de 2021