fbpx

quinta, 06 de maio de 2021

Bancada vê erros de Bolsonaro refletidos na pesquisa da Perspectiva

A intenção de votos em Lula supera em 12% a do atual chefe do Executivo, que, na visão dos deputados federais ouvidos pelo REALTIME1, cometeu erros e não cumpriu promessas

25 de março de 2021

Compartilhe

Manaus retrata, no atual momento, a polarização política existente entre Lula e Bolsonaro

Deputados da bancada do Amazonas na Câmara Federal avaliaram, nesta quinta-feira (25), que promessas não cumpridas, erros na condução do combate à pandemia e ataques sistemáticos à Zona Franca de Manaus explicam o resultado da pesquisa de intenção de votos para presidente feita pela Perspectiva Mercado e Opinião na qual o ex-presidente Lula (PT) aparece 12% na frente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) .

Integrante do Centrão, bloco de apoio parlamentar do presidente, o deputado Bosco Saraiva (Solidariedade), considerou que os números da Perspectiva mostram o retrato fiel do atual momento, em que o eleitor percebe os erros do governo e lembra os bons momentos dos governos petistas. Ele cita como exemplo disso a promessa feita há dois anos de pavimentar a rodovia BR-319.

“O prejuízo de não termos a estrada ficou mais patente agora com a crise de oxigênio em Manaus, quando o transporte do produto por via fluvial ou aérea foi muito mais complexo do que se já tivessémos a estrada pronta”, analisa o deputado, acrescentando que pega mal para o Governo Federal os ataques constantes à Zona Franca. “O governo não pode agir como uma biruta de aeroporto, porque é assim que age o Paulo Guedes (ministro da Economia). O que ele diz num dia não vale para o outro”, completa Bosco .

Para Marcelo Ramos (PL), vice-presidente da Câmara eleito na chapa do Centrão apoiada por Bolsonaro, o que surpreendeu foram os números em Manaus, cidade onde o presidente obteve 65% dos votos na eleição de 2018 e agora aparece num empate técnico com Lula. “Sem o Lula elegível, Bolsonaro corria sem nenhuma sombra para a reeleição. Lula elegível, criou uma sombra. Criou-se um oponente para essa política errada de combate a pandemia”, afirma o deputado.

José Ricardo do PT atribui os bons números obtidos por Lula à boa recordação do tratamento que ele dispensou ao Amazonas. Ele cita a prorrogação da Zona Franca, a ponte Rio Negro concluída no governo Dilma Rousseff, a elevação de três para 16 escolas técnicas no municípios do interior.

“Em 2018, o Bolsonaro ganhou do Hadadd (Fernando) no Amazonas por somente nove mil votos. No interior só ganhou em Apuí. No segundo turno em Apuí e Guajará e em Manaus, onde logicamente fez a diferença. Lula foi o presidente que mais veio ao Amazonas, veio a Manaus várias vezes, foi ao Festival de Parintins, esteve em Coari para lançar o gasoduto. Isso está ne memória das pessoas”, comenta Zé Ricardo.

O deputado Sidney Leite (PSD), também do Centrão, viu os números da pesquisa com ceticismo, ponderando que ela é um retrato do momento e ainda há muita água para passar debaixo da ponte da eleição. Ele reconhece a boa lembrança que os governo de Lula tem no imaginário do amazonense, mas o presidente Bolsonaro está no exercício do cargo e até a eleição o quadro deverá ser outro. “Os erros na condução da pandemia também sinalizam para a desaprovação do governo”, completou Sidney.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Lula precisa reconquistar ricos para tirar favoritismo de Bolsonaro

‘Lula Livre’ muda comportamento negacionista de Bolsonaro

Gestão de Bolsonaro é considerada ‘péssima’ por 54% dos brasileiros

Pesquisa aponta vantagem de 12% de Lula sobre Bolsonaro no Amazonas

Leia mais sobre Política

Tribunal de Justiça escolhe dois novos desembargadores na terça-feira

O Pleno do TJAM vai escolher entre 15 juízes. Na pauta, também está prevista a remoção de magistrados entre comarcas do interior do Amazonas.

6 de maio de 2021

TCE suspende contrato de R$ 3 mi para locação de carros de luxo em Coari

O contrato previa pagamento superior a R$ 3 milhões. por ano, à empresa Adminsitradora de Bens Good LTDA, que alugaria carros blindados para serem usados na prefeitura.

6 de maio de 2021

Pazuello recebe Onyx após pedir mudança na data para depor na CPI da Covid

O encontro entre os dois não consta na agenda oficial do ministro da Secretaria-Geral da Presidência que, no horário, indicava outra reunião no Palácio do Planalto.

6 de maio de 2021

Tasso quer ouvir Abin sobre guerra química citada pelo presidente

Senador pelo Ceará solicitou a presença de um representante da Agência Nacional de Inteligência para falar sobre guerra química empreendida pela China, segundo o presidente

6 de maio de 2021

PT não chega a acordo sobre ‘embarque’ no governo Wilson Lima

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

6 de maio de 2021

Estado vai pagar R$ 300 às famílias afetadas pela enchente no AM

Cartão Auxílio Estadual vai garantir benefício provisório no valor de R$ 300, em parcela única, a aproximadamente 100 mil famílias atingidas pela cheia dos rios no Amazonas.

6 de maio de 2021

Corrupção colaborou para o caos no sistema de saúde, diz Queiroga

O ministro, Marcelo Queiroga, disse que o desvio de recursos federais para estados e municípios pode ter colaborado para o colapso, mas MS não tem investigações.

6 de maio de 2021

‘Presidente foi irresponsável ao prescrever cloroquina’, diz senador

O senador Otto Alencar, que também é médico, afirmou que a 'ciência não pode se render aos leigos' e espera que o ministro Marcelo Queiroga tenha autonomia.

6 de maio de 2021