fbpx

segunda, 08 de agosto de 2022

‘Puxadinho’ precisa de aval do arquiteto que projetou obra original da CMM

Profissional diz estar baseado em uma lei que diz que "as alterações do projeto ou plano original só poderão ser feitas pelo profissional que o tenha elaborado".

28 de setembro de 2021

Compartilhe

Keké não descarta a possibilidade de acionar a justiça caso insistam na construção do anexo (Foto: Reprodução)

O arquiteto José Asclepíade Rodrigues projetava, há 22 anos, a estrutura física da Câmara Municipal de Manaus (CMM), localizada no bairro Santo Antônio, zona Oeste da cidade. Hoje, o profissional questiona o porquê de não ter sido consultado sobre a construção de um prédio anexo e, ainda, ameaça acionar a Justiça caso alterem o projeto original sem sua autorização.

José Asclepíade, o Keké como é conhecido, disse que só soube da construção do ‘puxadinho’ da CMM pela imprensa local e que buscou a equipe técnica da Casa Legislativa para saber os motivos de não terem o consultado para tal obra. Segundo ele, até esta terça-feira (28), nenhum servidor da Câmara entrou em contato para falar sobre o tema.

Keké diz estar baseado na Lei nº 5.194, de 24 de dezembro de 1966, que trata do exercício profissional da arquitetura onde, no seu artigo de número 18, diz que “as alterações do projeto ou plano original só poderão ser feitas pelo profissional que o tenha elaborado”.

“Se é um anexo, eu deveria ser consultado”, resume o arquiteto, que também não descarta a possibilidade de acionar a Justiça caso o presidente da Casa, David Reis (Avante), insista no projeto do anexo.

Projeto original permite ampliações sem custo

O arquiteto destaca que o prédio da CMM foi planejado sob o sistema drywall – uma técnica que apesar de ser usada nas construções brasileiras há vários anos, nos últimos tempos ganhou fama pela sua praticidade, custo benefício considerável e por se encaixar em diversas etapas dentro de uma obra. Ainda segundo Keké, o prédio original foi feito com uma tecnologia que permite ampliar ou reduzir os espaços sem a necessidade de grandes obras

“O sistema de drywall é muito flexível. Ele pode ser alterado rápido (…) o projeto pode ser repaginado, mas teria que ser criterioso”, pontuou Keké.

O modelo adaptável, inclusive, já foi abordado pelo vereador Amom Mandel (Podemos), que é contra a construção do anexo da CMM.

“Nunca usamos todos os auditórios de uma vez só e eles poderiam ser readequados para que os vereadores que têm gabinetes menores sejam realocados. Não há necessidade de construir um prédio novo, do zero, por R$ 32 milhões”, observou o parlamentar.

Procurada pela reportagem, a assessoria da CMM destacou que o projeto do anexo “ainda não chegou à fase de consultas ao autor da obra original”.

“O projeto ainda está no termo de referência, que é onde se elenca o que se precisa ter no prédio, na obra. O projeto arquitetônico ainda será feito. É nesta fase que o autor será consultado”, explicou a assessoria.

Texto: Rosianne Couto

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Disputa para o Governo do AM tem recorde de mulheres para posto de vice

Anne Moura, Ana Milena, Cristiane Balieiro, Rita Nobre e Vera Castelo Branco disputam a vaga. A lista de candidatos inclui Michiles, Tadeu de Souza e o Engenheiro Machadão.

8 de agosto de 2022

Wilson e Braga terão 60% do tempo de propaganda na TV e no rádio

O tempo que cada candidato terá na propaganda eleitoral está relacionado ao tamanho da bancada eleita em 2018 para a Câmara dos Deputados e abrangência das alianças formadas.

8 de agosto de 2022

Wilson garante ter dado condições para novas matrizes econômicas no AM

O governador disse que os investimentos em gás natural e potássio têm avançado e que tem criado condições para desenvolver os novos mercados para reduzir dependência da ZFM.

8 de agosto de 2022

Confira os candidatos às eleições 2022 pelo MDB no Amazonas

O MDB aposta na candidatura de Eduardo Braga e Anne Moura ao Governo do Amazonas, além de apoiar a reeleição de Omar Aziz. 25 nomes concorrem à Aleam e nove à Câmara Federal.

8 de agosto de 2022

Das seis candidaturas ao Senado no Amazonas, apenas uma é feminina

Apesar de os partidos terem confirmados os nomes dos candidatos ao Senado em convenções partidárias, nenhuma candidatura foi registrada ainda oficialmente no TSE.

8 de agosto de 2022

PMB é o primeiro partido do AM a registrar candidaturas no TSE

Entre os 25 candidatos, cinco são ex-vereadores. A lista inclui ex-secretário, professores, empresários, militares, líderes religiosos, contador e digital influencer.

8 de agosto de 2022

Lula declara ao TSE patrimônio de R$ 7,4 milhões menor do que em 2018

O valor é inferior ao declarado por Lula em 2018, quando afirmou ter R$ 8 milhões –na época, ele teve a candidatura barrada pela Lei da Ficha Limpa.

8 de agosto de 2022

Justiça de São Gabriel da Cachoeira determina suspensão de shows

Shows de Barões da Pisadinha, Naiara Azevedo, Amado Batista e Anderson Freire em São Gabriel da Cachoeira está suspensão por liminar da Justiça do município.

8 de agosto de 2022