fbpx

sábado, 23 de outubro de 2021

‘Puxadinho’ precisa de aval do arquiteto que projetou obra original da CMM

Profissional diz estar baseado em uma lei que diz que "as alterações do projeto ou plano original só poderão ser feitas pelo profissional que o tenha elaborado".

28 de setembro de 2021

Compartilhe

Keké não descarta a possibilidade de acionar a justiça caso insistam na construção do anexo (Foto: Reprodução)

O arquiteto José Asclepíade Rodrigues projetava, há 22 anos, a estrutura física da Câmara Municipal de Manaus (CMM), localizada no bairro Santo Antônio, zona Oeste da cidade. Hoje, o profissional questiona o porquê de não ter sido consultado sobre a construção de um prédio anexo e, ainda, ameaça acionar a Justiça caso alterem o projeto original sem sua autorização.

José Asclepíade, o Keké como é conhecido, disse que só soube da construção do ‘puxadinho’ da CMM pela imprensa local e que buscou a equipe técnica da Casa Legislativa para saber os motivos de não terem o consultado para tal obra. Segundo ele, até esta terça-feira (28), nenhum servidor da Câmara entrou em contato para falar sobre o tema.

Keké diz estar baseado na Lei nº 5.194, de 24 de dezembro de 1966, que trata do exercício profissional da arquitetura onde, no seu artigo de número 18, diz que “as alterações do projeto ou plano original só poderão ser feitas pelo profissional que o tenha elaborado”.

“Se é um anexo, eu deveria ser consultado”, resume o arquiteto, que também não descarta a possibilidade de acionar a Justiça caso o presidente da Casa, David Reis (Avante), insista no projeto do anexo.

Projeto original permite ampliações sem custo

O arquiteto destaca que o prédio da CMM foi planejado sob o sistema drywall – uma técnica que apesar de ser usada nas construções brasileiras há vários anos, nos últimos tempos ganhou fama pela sua praticidade, custo benefício considerável e por se encaixar em diversas etapas dentro de uma obra. Ainda segundo Keké, o prédio original foi feito com uma tecnologia que permite ampliar ou reduzir os espaços sem a necessidade de grandes obras

“O sistema de drywall é muito flexível. Ele pode ser alterado rápido (…) o projeto pode ser repaginado, mas teria que ser criterioso”, pontuou Keké.

O modelo adaptável, inclusive, já foi abordado pelo vereador Amom Mandel (Podemos), que é contra a construção do anexo da CMM.

“Nunca usamos todos os auditórios de uma vez só e eles poderiam ser readequados para que os vereadores que têm gabinetes menores sejam realocados. Não há necessidade de construir um prédio novo, do zero, por R$ 32 milhões”, observou o parlamentar.

Procurada pela reportagem, a assessoria da CMM destacou que o projeto do anexo “ainda não chegou à fase de consultas ao autor da obra original”.

“O projeto ainda está no termo de referência, que é onde se elenca o que se precisa ter no prédio, na obra. O projeto arquitetônico ainda será feito. É nesta fase que o autor será consultado”, explicou a assessoria.

Texto: Rosianne Couto

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Após viagens na pandemia e diagnóstico de Covid-19, Assis volta à CMM

Vereador chamava a atenção de pessoas por aglomerações e o não uso de máscara, mas na Pandemia emendou duas viagens seguidas em agosto e voltou pra Manaus com Covid-19.

22 de outubro de 2021

Ex-ministro Esteves Colnago assumirá Secretaria de Tesouro e Orçamento

A nomeação foi confirmada há pouco pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em declaração conjunta ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

22 de outubro de 2021

Presidência ou Senado? Sérgio Moro confirma filiação ao Podemos

O ex-juiz deve decidir se concorrerá à Presidência ou ao Senado em breve. A expectativa dentro do partido é que Moro concorra ao Palácio do Planalto.

22 de outubro de 2021

Precatórios: mudanças no teto de gastos, vacinas e Auxílio Brasil

O relator, deputado Hugo Motta, destacou que a aprovação é importante para garantir o Auxílio Brasil, com a previsão de R$ 400 para atender 17 milhões de famílias em 2022.

22 de outubro de 2021

Magistrados do TJAM custaram quase 50 mil em 2020, diz CNJ

Relatório Justiça em Números, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça, apresenta números detalhados da atividade dos tribunais brasileiros em 2020.

22 de outubro de 2021

Grupo Samel se posiciona sobre estudo com a proxalutamida

Diretoria do grupo Samel explicou, em direito de resposta obtido na Justiça contra o jornal O Globo, qual papel da empresa na pesquisa com medicamento proxalutamida.

22 de outubro de 2021

Senado aprova PL que prevê repasse de R$ 2 bilhões para Santas Casas

As entidades a serem beneficiadas são aquelas que complementam as operações do SUS, recebendo demandas do sistema público. O texto ainda precisa ser votado na Câmara.

22 de outubro de 2021

Governo pede correção na autorização de empréstimo de R$ 452 milhões

Governo alegou que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) solicitou garantias mais sólidas para a celebração do contrato entre as partes.

22 de outubro de 2021