fbpx

quinta, 06 de maio de 2021

Mudança na postura de Bolsonaro acontece após pressão dos EUA, diz Reuters

De acordo com agência, "a mais ambiciosa meta já traçada até o momento pelo presidente brasileiro" é uma resposta às pressões do governo norte-americano por ações ambientais.

22 de abril de 2021

Compartilhe

Bolsonaro prometeu neutralizar as emissões de carbono no país até o ano de 2050 (Foto: Reprodução)

A imprensa internacional acompanhou, com especial atenção, o discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), nesta quinta-feira (22) na Cúpula de Líderes sobre a Questão Climática. Entre os destaques, grande parte dos veículos ressaltou as contradições entre o discurso do líder brasileiro, que prometeu eliminar o desmatamento ilegal até 2030, e a realidade de recordes de queimadas e desmatamentos na Amazônia.

Matéria publicada no site da agência Reuters, por exemplo, lembrou que “a mais ambiciosa meta já traçada até o momento pelo presidente brasileiro”, que é de neutralizar as emissões de carbono no país até o ano de 2050, é uma resposta às pressões do novo governo norte-americano por ações ambientais efetivas, após anos de alinhamento com as políticas do ex-presidente Donald Trump.

“Bolsonaro procurou se alinhar estreitamente com os Estados Unidos sob o ex-presidente Donald Trump, que não criticou a política ambiental do Brasil, apesar de um grande aumento no desmatamento da floresta amazônica e incêndios. O governo Biden parece ter forçado um realinhamento nas relações ao colocar o meio ambiente no centro das negociações diplomáticas Brasil-EUA nas últimas semanas”, diz o texto.

A matéria, assinada pelos jornalistas Jake Spring e Lisandra Paraguassu, conclui informando que “o desmatamento da Amazônia brasileira atingiu, sob a gestão Bolsonaro, o nível mais alto em 12 anos, com uma área devastada equivalente a 14 cidades de Nova Iorque”.

El país

Já o jornal El País apontou as contradições do discurso de Bolsonaro. O texto cita a ambiciosa meta de reduzir as emissões de gás carbônico em 43% até 2030, mas também destacou que os 28 meses de mandato do mandatário brasileiro são marcados por retrocessos na área ambiental e pelo desmonte de organismos de controle.

“Ao longo desse período, seu Governo boicotou ações de fiscalização do Ibama na Amazônia, reduziu seu Orçamento, estimulou o garimpo ilegal e desmoralizou o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), que faz o monitoramento de queimadas. O desmatamento da Amazônia bateu recordes e registrou importantes aumentos em 2019 e 2020 —em 2021”, diz a publicação.

O texto, assinado pelos repórteres Felipe Betim e Gil Alessi, inicia enfatizando que “o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, usou nesta quinta-feira seus três minutos de discurso para exaltar o avanço de Governos anteriores na questão ambiental”.

BBC News

Já a BBC News Brasil destacou que, pressionado pela imagem profundamente abalada pelo aumento do desmatamento na Amazônia nos últimos anos, Bolsonaro prometeu fortalecer os órgãos ambientais do país, “duplicando os recursos destinados a ações de fiscalização”.

Reportagem: Lucas Raposo

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Tribunal de Justiça escolhe dois novos desembargadores na terça-feira

O Pleno do TJAM vai escolher entre 15 juízes. Na pauta, também está prevista a remoção de magistrados entre comarcas do interior do Amazonas.

6 de maio de 2021

TCE suspende contrato de R$ 3 mi para locação de carros de luxo em Coari

O contrato previa pagamento superior a R$ 3 milhões. por ano, à empresa Adminsitradora de Bens Good LTDA, que alugaria carros blindados para serem usados na prefeitura.

6 de maio de 2021

Pazuello recebe Onyx após pedir mudança na data para depor na CPI da Covid

O encontro entre os dois não consta na agenda oficial do ministro da Secretaria-Geral da Presidência que, no horário, indicava outra reunião no Palácio do Planalto.

6 de maio de 2021

Tasso quer ouvir Abin sobre guerra química citada pelo presidente

Senador pelo Ceará solicitou a presença de um representante da Agência Nacional de Inteligência para falar sobre guerra química empreendida pela China, segundo o presidente

6 de maio de 2021

PT não chega a acordo sobre ‘embarque’ no governo Wilson Lima

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

6 de maio de 2021

Estado vai pagar R$ 300 às famílias afetadas pela enchente no AM

Cartão Auxílio Estadual vai garantir benefício provisório no valor de R$ 300, em parcela única, a aproximadamente 100 mil famílias atingidas pela cheia dos rios no Amazonas.

6 de maio de 2021

Corrupção colaborou para o caos no sistema de saúde, diz Queiroga

O ministro, Marcelo Queiroga, disse que o desvio de recursos federais para estados e municípios pode ter colaborado para o colapso, mas MS não tem investigações.

6 de maio de 2021

‘Presidente foi irresponsável ao prescrever cloroquina’, diz senador

O senador Otto Alencar, que também é médico, afirmou que a 'ciência não pode se render aos leigos' e espera que o ministro Marcelo Queiroga tenha autonomia.

6 de maio de 2021