fbpx

quinta, 26 de maio de 2022

Diferente de 2018, eleitorado tende a rejeitar o ‘novo’ em 2022

Além da polarização LulaxBolsonaro, a discussão sobre propostas viáveis para melhorar a condição social da população tende a ficar em evidência nas eleições de outubro.

1 de abril de 2022

Compartilhe

O 'novo' deixou de ser atrativo para eleitores após o pleito de 2018 (Foto: RealTime1)

Sob a justificativa de que estavam cansados da “velha política” e a associando a atos corruptos, a maioria dos eleitores, em 2018, optou-se por um novo caminho político para o país, de modo geral. Tanto o Palácio do Planalto quanto à sede do Governo do Amazonas receberam novos rostos, naquele ano, sob o olhar esperançoso dos eleitores que aguardavam uma espécie de revolução no modo de fazer política, sem conchavos, acordões e, principalmente, sem corrupção.

No entanto, já nos primeiros 100 dias da gestão de Jair Bolsonaro (PL), os números já eram alarmantes: cortes em direitos sociais e trabalhistas, falta de políticas claras de geração de emprego e renda, fim de programas antes considerados prioritários e incontáveis crises. Além disso, ‘pipocaram’ escândalos envolvendo membros da família do presidente e sua equipe e houve suspeita de corrupção à ligação com milícias.

Por aqui, o governador Wilson Lima viu seu nome ligado à crise na saúde e ao colapso que o Estado sofreu por conta da falta de oxigênio.

Pelo Governo Federal, nada, até os dias de hoje foi esclarecido de maneira satisfatória e, ao contrário do que vendeu em sua campanha, Bolsonaro hoje coleciona uma série de investigação por corrupção, algo que ele dizia que não existiria em seu governo.

No Amazonas, o governador tem dado a volta por cima. As denúncias não avançaram e a popularidade de Wilson tem ofuscado a rejeição que sofreu no início da gestão com ações positivas em diversas áreas.

Novo? Não!

Segundo Carlos Santiago, cientista político e membro do Comitê de Combate à Corrupção e ao Caixa Dois do Amazonas, as eleições de 2022.

Santiago destaca que, à exemplo do que aconteceu na maioria dos municípios do país em 2018, quando os eleitores reelegeram a maioria dos prefeitos, é a bagagem política – aliada às boas propostas socioeconômicas – que fará a diferença na disputa de outubro deste ano.

A escolha dos eleitores, segundo o cientista, se dá pela preocupação que, hoje, a população tem com a sua própria vida e, por aí, passa a análise de quem lhe oferece melhor condição social.

Texto: Rosianne Couto

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Datafolha: cresce diferença entre Lula e Bolsonaro para o segundo turno

Pesquisa do Datafolha divulgado nesta quinta-feira aponta que Lula tem 58% das intenções de voto no segundo turno, enquanto Bolsonaro chega a 33%

26 de maio de 2022

TSE aprova federação partidária do PSol com o Rede Sustentabilidade

PSol e Rede formalizam federação no TSE no mesmo dia que o PSDB e Cidadania e agora as legendas devem manter unidade política pelos próximos quatro anos.

26 de maio de 2022

‘Criar municípios é política de pão e circo’, diz cientista político

Para Carlos Santiago, discurso de criar novos municípios, às vésperas das eleições, para sanar o problema de comunidades que sofrem descaso e miséria, não é melhor caminho.

26 de maio de 2022

Serafim alerta para manobra de empresário que prejudica mercado de gás no AM

O líder do PSB na Casa Legislativa lembrou que a nova Lei do Gás, de iniciativa da Aleam, aprovada em março de 2021, contraria os interesses do empresário baiano.

26 de maio de 2022

Maria do Carmo é suplente de Arthur, mas corteja vaga de vice de Amazonino

Ex-pré-candidata ao Governo do Amazonas, Maria do Carmo confirma que é primeira suplente de Arthur ao Senado, mas se coloca como opção a vice de Amazonino.

26 de maio de 2022

Portela endossa discurso de Bolsonaro e questiona lisura das eleições

Novo vice da Câmara se alinha às manifestações de teor golpista do presidente que, sem prova ou indício relevante, tem levantado dúvidas sobre a lisura do sistema eleitoral

26 de maio de 2022

TCE-AM multa ex-presidente da Câmara de Beruri por falta de transparência

TCE-AM vê deficiências nos atos de transparência e descumprimento da Lei de Acesso à Informação e multa ex-gestor da Câmara de Beruri em R$ 14 mil.

26 de maio de 2022

‘Tenho certeza que Wilson Lima se reelege no 1º turno’, avalia Bonates

O ex-secretário de Segurança Pública do Amazonas concedeu entrevista à TV RealTime1 e falou sobre os planos que apresentará em Brasília caso seja eleito deputado federal.

26 de maio de 2022