fbpx

terça, 21 de setembro de 2021

Deputados do AM veem impeachment de Bolsonaro cada vez mais perto

Deputados federais pelo Amazonas e de oposição a Bolsonaro criticaram a participação de brasileiros em apoio ao presidente com altos preços do gás de cozinha e gasolina.

8 de setembro de 2021

Compartilhe

(Foto: Adriano Machado/Reuters)

O deputado federal pelo Amazonas e vice-presidente da Câmara Federal e do Congresso Nacional, Marcelo Ramos (PL), e o deputado José Ricardo (PT) criticaram as manifestações de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no feriado da Independência do Brasil, ontem (7). Marcelo não tem dúvidas de que atos contrários ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Congresso Nacional, com a participação de Bolsonaro, “tornará inevitável a abertura de processo de impeachment”.

O deputado Zé Ricardo, que participou do “Grito dos Excluídos e Excluídas”, no Centro, Zona Sul de Manaus, também realizado nesta terça, criticou as comemorações em meio aos altos preços do gás de cozinha e gasolina e disse que o “Brasil está sem governo”.

Marcelo chama bolsonaristas de ‘imbecis’

Marcelo Ramos foi um dos parlamentares amazonenses que mais criticou os atos de 7 de Setembro em apoio a Bolsonaro. Ele se referiu a dois políticos, que organizaram atos em Manaus, como “imbecis”.

“Que esses dois imbecis que disputam a condição de ‘bolsominions’ em Manaus briguem entre eles, eu acho até engraçado e me divirto. Mas, me errem seus lesos. Nessa briga de vocês, meu lado é a briga”, disse o deputado, por meio de um post no Twitter.

Ao que tudo indica, o comentário de Marcelo Ramos faz referência aos bolsonaristas Coronel Menezes (Patriotas), realizador do ato pró-Bolsonaro na Praça do Congresso, Centro, Zona Sul de Manaus, e ao empresário do ramo da Construção Civil, Romero Reis (sem partido), organizador do ato no Complexo Turístico Ponta Negra, Zona Oeste da capital amazonense.

‘Pronto, acabou o show’

Após os discursos de Bolsonaro no 7 de Setembro, Marcelo cobrou posicionamento do presidente sobre desemprego, juros, preços do gás de cozinha e gasolina.

“Pronto. Já teve o show, agora vamos voltar pro que interessa. Presidente, o que o senhor tem a dizer sobre 14,8 milhões de desempregados, 19 milhões com fome, gás acima de R$ 100, gasolina acima de R$ 7 o litro, juros de dois dígitos e PIBinho?”, questionou o político.

Zé Ricardo critica povo satisfeito com preços da gasolina e do gás

O também deputado federal pelo Amazonas, José Ricardo (PT), oposição ao governo Bolsonaro, participou de uma manifestação nesse feriado de 7 de Setembro. Porém, diferente dos colegas de bancada, como o deputado Silas Câmara (Republicanos), Alberto Neto (Republicanos) e Delegado Pablo (PSL), que estiveram em atos de apoio a Bolsonaro, Zé foi para o Largo Mestre Chico, na avenida Sete de Setembro, Zona Sul, onde participou da 27ª edição do “Grito dos Excluídos e das Excluídas”.

Deputado Zé Ricardo
O deputado Zé Ricardo (PT) participou do “Grito dos Excluídos e das Excluídas” no Centro de Manaus (Fotos: Reprodução/Twitter)

José Ricardo participa do ato desde 1995. Para ele, o momento foi de “grito por vacinas, saúde, comida, moradia, trabalho, participação popular e democracia”.

Na ocasião, o petista fez questão de opinar sobre a participação de brasileiros em manifestações de apoio a Bolsonaro no dia da Independência.

“Interessante como tem gente satisfeito com gasolina a R$ 6, botijão de gás a mais de R$ 100, com energia caríssima, com desemprego alto e a volta da fome, e ainda apoiando Bolsonaro. Apoiar essa situação e usar camisa verde amarela é ser ‘patriota’?”, indagou Zé Ricardo, afirmando que o “Brasil quer mudanças”.

O petista disse que tá mais do que na hora de Bolsonaro ser tirado do poder. “Chega desse governo genocida, o impeachment de Bolsonaro é inevitável”, avalia Zé Ricardo, aproveitando para destacar que o “Conselho da República é para consulta sobre intervenção federal, estado de defesa e estado de sítio. Nada disso justifica no momento. Só se for para tirar Bolsonaro. Está na hora de um de mais de 130 pedidos de impeachment ser instalado na Câmara”.

‘Brasil sem governo’, dispara Zé Ricardo após discurso de Bolsonaro

Na manhã desta quarta-feira (8), o deputado federal voltou a criticar o governo federal, desta vez referindo-se ao discurso de Bolsonaro. “Nenhuma proposta para gerar emprego e contra a fome, nenhuma medida para saúde, educação, segurança, moradia e nada para melhorar a vida do povo brasileiro. Só ataques à democracia, aos poderes e à CF/88 [Constituição Federal]. Esse foi o discurso do presidente no dia 7 de setembro. Brasil sem governo”, opinou Zé Ricardo.

Manifestações em Manaus

A capital amazonense teve três movimentos em apoio a Bolsonaro na última terça. No Complexo Turístico Ponta Negra, Zona Oeste, o ex-candidato a prefeito de Manaus pelo Novo, o empresário Romero Reis (sem partido), organizou um ato cívico em apoio a liberdade dos poderes.

A Bola da Suframa, na Zona Sul de Manaus, foi o palco escolhido pelo deputado Silas Câmara para concentrar os evangélicos. A Praça do Congresso, no Centro, também na Zona Sul, foi o local escolhido para a concentração da marcha organizada pelo Coronel Menezes, ex-candidato a prefeito de Manaus pelo Patriota.

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Wilson diz que é inocente e crê em absolvição em processo no STJ

Governador diz que agora terá oportunidade para apresentar defesa e provar que não teve participação no processo de compra de respiradores com valor superfaturado no Amazonas

20 de setembro de 2021

Mais uma: CMM dispensa licitação e contrata materiais de cozinha por R$ 17 mil

Até o dia 1º de setembro, os contratos sem licitação de David Reis na CMM já somavam mais de R$ 4,2 milhões, o que levou o Comitê de Combate à Corrupção a entrar em jogo.

20 de setembro de 2021

Criação da 1ª biblioteca pública virtual de Manaus é aprovada na CMM

Biblioteca Pública Virtual de Manaus Francisco Calheiros homenageia um dos grandes poetas que o Amazonas já teve, o amazonense Francisco Calheiros, que morreu de Covid-19.

20 de setembro de 2021

Pojeto que cria ‘Brechó da Construção’ segue para sanção do prefeito

Os produtos deverão ser recolhidos no local da doação e encaminhados a uma central de distribuição para classificação, armazenamento e entrega aos beneficiários.

20 de setembro de 2021

STJ acata denúncia da PGR, mas mantém Wilson no Governo do Amazonas

O processo envolve a compra de 28 respiradores por mais de R$ 2 milhões durante a segunda onda da Covid-19 no Amazonas. A denúncia conclui que o valor pago foi superfaturado.

20 de setembro de 2021

CMM reage mal à cobrança de oposicionistas contra ‘puxadinho’

Vereadores da base governista do prefeito David Almeida (Avante) na CMM provocaram Rodrigo Guedes e Amom Mandel que conseguiram na Justiça barrar o avanço da obra.

20 de setembro de 2021

Controlador-geral da União: Wagner Rosário depõe à CPI nesta terça

Ministro-chefe da Controladoria-Geral da União terá de responder porque o órgão tinha informações sobre a Precisa Medicamentos, mas não fez nada a respeito.

20 de setembro de 2021

Renan adia entrega do relatório final da CPI da Covid no Senado

Relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) revelou que documentos apreendidos na Precisa Medicamentos ainda estão sendo analisados.

20 de setembro de 2021