fbpx

quinta, 26 de maio de 2022

Da bancada, só Átila e Silas estão sem definição sobre futuro partidário

Três senadores e seis deputados federais da bancada do Amazonas já sabem o que vão fazer na eleição de outubro. Somente os deputados Átila Lins e Silas Câmara ainda negociam.

25 de março de 2022

Compartilhe

Os político permanecem negociando com partidos e propondo alianças com outros grupos e lideranças partidárias (Foto: Divulgação)

Dos 11 membros da bancada do Amazonas no Congresso Nacional apenas dois, os deputados federais Átila Lins (PP) e Silas Câmara (Republicanos), seguem com algum tipo de indefinição eleitoral e, por isso, permanecem negociando com partidos e propondo alianças com outros grupos e políticos.

Os três senadores têm a situação definida, faltando pequenos acertos para anunciar que rumos tomarão até outubro. Omar Aziz (PSD) é candidato a reeleição, já fechou o apoio de um candidato a presidente, Lula (PT), e segue com conversas avançadas com o governador Wilson Lima (União Brasil) e o prefeito David Almeida (Avante), a quem poderá ceder a indicação do primeiro suplente de sua chapa.

O senador Eduardo Braga (MDB) definiu que será candidato, mas espera o melhor momento para anunciar qual posto disputará: governo do Estado ou vice numa eventual chapa com Amazonino e Arthur para o Senado. O senador e Amazonino tem um acerto para analisar pesquisas de intenção de votos no primeiro e no segundo turno para fechar a aliança.

O senador Plínio Valério (PSDB) dava sinais desde o ano passado que gostaria de ser candidato ao Governo do Estado, mas encontrava barreiras postas no caminho pelo presidente do Diretório Estadual do partido, Arthur Neto. “A corda vai esticar e manda no partido quem tem mandato”, disse em entrevista à TV RealTime1.

Há duas semanas a corda esticou e, aparentemente, rompeu para o lado do senador, que agora tem dois caminhos pela frente: sair do partido ou ficar até as eleições, ver Arthur perder a disputa para o Senado e aí sim conquistar a liderança do partido.

Deputados federais

Dos oito deputados federais, seis já estão “cobertos e alinhados” para a eleição. Vice-presidente da Casa, Marcelo Ramos saiu do PL com a entrada do presidente Jair Bolsonaro e do grupo dele no Amazonas, e acertou a filiação ao PSD, de Omar Aziz. Com Marcelo e Sidney Leite juntos, o PSD espera manter as duas vagas ao construir uma chapa em que cada um terá, segundo a estimativa otimista, mais de 100 mil votos cada.

Os deputados bolsonaristas Capitão Alberto Neto e Delegado Pablo Oliva fizeram movimentos diferentes, mas com o mesmo sinal. Alberto Neto deixou o Republicanos, liderado no Amazonas até o momento por Silas Câmara, e ingressou no PL, onde ao lado de Alfredo Nascimento tentará renovar o mandato. Pablo Oliva optou por ficar no União Brasil, posto que era filiado ao PSL, e fará dupla com o secretário Municipal de Educação, Pauderney Avelino, também para garantir duas vagas na Câmara Federal.

José Ricardo Wendling (PT) será o grande puxador de votos da federação formada por PT, PCdoB e PV, que estima-se elegerá dois deputados federais: o próprio Zé Ricardo e a ex-senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB). Há ainda a chance do PSB, do deputado estadual Serafim Corrêa, entrar na federação, mas isso não mudaria o plano político aqui no Amazonas.

Por fim, quem também está com o futuro partidário e eleitoral definido é o deputado federal Bosco Saraiva (Solidariedade). Como ele revelou com exclusividade a TV RealTime1, em julho, a opção será disputar uma vaga na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) e liderar a campanha do deputado estadual Ricardo Nicolau ao governo do Estado.

Situação complicada

Dos indefinidos, a situação mais complicada é a de Silas Câmara. Ao longo deste ano ele tentou atrair para o Republicanos, braço partidário da Igreja Universal do Reino de Deus, lideranças evangélicas que pudessem ajudá-lo a conseguir o quociente eleitoral necessário para garantir-lhe a reeleição.

No entanto, pastores-parlamentares como os vereadores João Carlos, que é da Universal, e Marcel Alexandre, do Ministério Internacional da Restauração, tem sinalizado que vão tomar outros rumos. Com isso, Silas estuda o ingresso no PP, que já tem Átila Lins e o ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro Filho.

É da confluência de interesses destes três nomes que surge a indefinição para o décano dos deputados federais amazonenses. Adail negocia com a direção nacional do Republicanos para ter o comando do partido no Amazonas, tirando o lugar de Silas Câmara. Assim, o ex-prefeito ficaria livre para formar uma chapa que o beneficiasse, principalmente acumulando votos nos principais colégios eleitorais do interior.

Com um candidato assim ao seu lado, Silas pode ir para o PP, onde Átila teria um reforço para a própria candidatura. Se nada disso vingar e sem a companhia pela primeira vez em 40 anos de vida pública do irmão, o deputado estadual Belarmino Lins, Átila sabe que não poderá ficar sozinho no PP porque assim não alcançaria o quociente eleitoral necessário para confirmar a volta à Brasília.

A opção para Átila são duas, ambas arriscadas: Avante, do prefeito David Almeida, que formou uma chapa fortíssima à Câmara Federal, e o PL, onde já estão Alberto Neto e Alfredo Nascimento, considerados grandes puxadores de votos.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Wilson Lima acompanha retomada das obras dos anéis viários Sul e Leste

Com 27 quilômetros, os anéis Viários Leste e Sul interligarão as zonas norte, leste e centro-sul de Manaus, proporcionaram maior fluidez no tráfego de veículos.

25 de maio de 2022

Governo do AM destina R$ 2 mi a São Paulo de Olivença, Novo Airão e Anamã

Em Novo Airão, a construção do Parque Pinheiral, em uma área de 5014 m², proporcionará à população um local de caminhada ao ar livre, promovendo saúde e bem-estar.

25 de maio de 2022

Sinésio se irrita com ausência de Nicolau e sai do plenário da Aleam

Incomodado com faltosos, Sinésio Campos afirmou que irá propor que sejam votados apenas Projetos de Lei de deputados que estejam presentes no plenário da Aleam.

25 de maio de 2022

TCE-AM adere a Programa para mapear sites da administração pública

Durante o evento, realizado no plenário do Tribunal de Contas do Município de São Paulo, foram apresentadas a metodologia e as ferramentas que serão utilizadas no projeto.

25 de maio de 2022

Tebet é confirmada pré-candidata do MDB e acredita no apoio do PSDB

Confirmada pré-candidata do MDB à Presidência, Simone Tebet diz que representa o centro democrático e acredita que pode avançar sobre os eleitorados de Lula e Bolsonaro.

25 de maio de 2022

Carpê faz ação midiática contra suposto roubo de medicamentos em UBS

Em 2020, Capitão Alberto Neto (PL) disputava a Prefeitura de Manaus e interviu em um suposto assalto a ônibus e prendeu um pedreiro. Na época, ele também divulgou o fato.

25 de maio de 2022

Lincoln Portela é eleito vice-presidente da Câmara no lugar de Marcelo Ramos

Lincoln Portela foi eleito com 232 votos e o mandato será até fevereiro de 2023. Ele assume o cargo que era ocupado pelo deputado federal Marcelo Ramos.

25 de maio de 2022

PL descarta Alberto Neto e escolhe evangélico para lugar de Marcelo Ramos

A eleição para três cargos da Mesa Diretora, está marcada para hoje (25) com votação exclusivamente presencial no plenário Ulysses Guimarães.

25 de maio de 2022