fbpx

segunda, 08 de agosto de 2022

Átila Lins, quietinho, caminha para o 9º mandato como deputado

Apesar do baixo número de seguidores e de pouca expressão nos meios de comunicação que são mais usados pelos colegas, Átila Lins segue desde 1978 sem perder uma eleição.

8 de outubro de 2021

Compartilhe

Átila Lins é o deputado federal do Amazonas que acumula o maior número de mandatos consecutivos (Foto: Reprodução)

A cada eleição novos nomes surgem no cenário político do País, mas há aqueles que seguem invictos e inabaláveis apesar das mudanças políticas e sociais do Brasil. Aqui no Amazonas, o deputado federal Átila Lins (PP) é um exemplo de longevidade na Política, pois já está no oitavo mandato como deputado federal apesar de manter-se afastado dos holofotes da mídia e das redes sociais. Nas últimas eleições, Átila foi o terceiro deputado federal mais votado, com 118.700 votos.

A liderança de Lins, contudo, vai para o final da fila quando o assunto é rede social. O Instagram é um dos meios mais usados pelos políticos para divulgação de atividades parlamentares, mas no caso de Átila, a ferramenta parece não fazer muita falta. O decano da bancada amazonense na Câmara tem apenas 2.379 seguidores, sendo responsável pelo último lugar no ranking entre os colegas.

Para o analista político Helso Ribeiro, apesar da pouca expressividade online, Átila goza de um bom relacionamento com líderes do alto escalão em Brasília, algo que pode explicar o número elevado de votos e a facilidade que ele tem de estreitar laços com prefeitos do interior. ”O Átila é um parlamentar que atua muito em ministérios, ele consegue recursos e então ele vai fazendo os links com os prefeitos e aí ele amarra o apoio e a destinação dessas verbas à eleição dele, é assim que ele sobrevive há oito mandatos. Pode ver que a votação dele massiva é do interior”, explica.

No interior do estado, Átila visita as prefeituras, participa de inaugurações, posa em fotos com os prefeitos, garantido um lugar na memória dos eleitores interioranos. Helso disse ainda, que a preocupação maior dos ”Lins” é ter o apoio de quem está no poder e não apenas de figuras X ou Y. ”Há um bom tempo ele vem fazendo uma parceria com o irmão [Belarmino Lins] também nos municípios, eles não são presos a partidos, às vezes eles nem estão no mesmo partido e seja qual for o governador e o presidente da República, eles navegam bem nas searas do poder”, analisa.

Se distanciar da mídia pode ser uma estratégia, que tem dado certo, o analista político comentou ao Realtime1 que a postura mais evasiva do parlamentar reflete a falta de interesse em chamar muita atenção e também evita uma cobrança maior pelo resultado do trabalho. ”Você pode observar que lá em Brasília, você nunca ouviu nenhum discurso emblemático dele, que atraiu os holofotes. Ele atua no baixo clero na relação com os parlamentares, mas nos ministérios ele tem uma penetração muito boa. Acredito que ele tenha até receio de perguntas mais duras, porque o lance dele é comer pelas beiradas”, completa Helso.

Aproximação com prefeitos justifica o gasto com fretamento de aeronaves

O RealTime1 já mostrou que em setembro, dos oito deputados federais do Amazonas Átila Lins foi o que teve o maior gasto com um só item: foram R$ 35.000 apenas com locação ou fretamento de aeronaves, como mostra a tabela de gastos da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP), divulgada pela Câmara Federal. De janeiro a setembro, Lins fez uso de R$ 249.856,81 da cota parlamentar, sendo R$ 149.110,00 com locação e fretamento de aeronaves e R$ 54.382,80 com passagens aéreas.

No Instagram do parlamentar é possível ver fotos das atividades desenvolvidas nos municípios, geralmente acompanhado do irmão, o deputado Belarmino Lins (PP).

Com a aproximação das eleições do ano que vem, esse personagem icônico da política baré parece estar tranquilo, como alguém que sabe superar dificuldades. Resta saber se as mudanças da Reforma Eleitoral, como o fim das coligações partidárias, aprovadas no Senado em setembro irão alterar esse cenário, atrapalhando a invencibilidade de Átila. Até outubro de 2022, tudo pode acontecer.

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Wilson Lima se reúne com agricultores no Ramal do Brasileirinho

Governador conversou com cerca de 1 mil agricultores do ramal do Brasileirinho, na zona rural de Manaus, onde ouviu demandas do setor primário do Estado.

7 de agosto de 2022

Multidão invade ruas de Maués em apoio à comitiva do PSD e aliados

A comitiva percorreu ruas do município e foi seguida por uma multidão de apoiadores que prestigiaram o lançamento da candidatura de Sidney Leite à reeleição na Câmara.

7 de agosto de 2022

Bolsonaro paga R$ 89 milhões em campanhas que elogiam sua gestão

Três campanhas institucionais são as mais caras pagas pelo Governo Bolsonaro. 60% do valor gasto até o momento é com ênfase nas redes sociais.

7 de agosto de 2022

Campanha de Lula quer Petrobras fora de privatização e ações da Eletrobras

Proposta da campanha de Lula inclui ainda a fusão da Petrobras com a Eletrobras criando uma estatal da energia. Assessores veem erros nas privatizações de Bolsonaro.

7 de agosto de 2022

Ambev pode sair do Amazonas e causar desemprego, alerta senador

Omar Aziz alertou que decretos de redução do IPI de concentrados ameaçam empregos em Maués, pois a Ambev, que compra guaraná do município; pode sair do Amazonas.

7 de agosto de 2022

Michelle Bolsonaro diz em culto que Planalto já foi ‘consagrado a demônios’

Michelle Bolsonaro reforça aspecto evangélico da campanha de Bolsonaro e tenta diminuir rejeição do presidente junto ao eleitorado das mulheres.

7 de agosto de 2022

1º debate com candidatos ao Governo do AM acontece neste domingo

Band Amazonas mantém tradição com debate e com o formato, anunciando o fim do botão de tempo que era administrado pelos próprios candidatos.

7 de agosto de 2022

Mais de 23 milhões de eleitores estão aptos a votar voluntariamente

A Constituição Federal estabelece o voto facultativo, ou seja, opcional, para os jovens de 16 e 17 anos de idade; pessoas com 70 anos ou mais e também para analfabetos.

7 de agosto de 2022