domingo, 14 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

David Reis articula mudança no regimento da CMM para se manter presidente

O vereador tenta mudar o artigo 17º do regimento para pavimentar a sua reeleição para presidente na mesma legislatura, ficando por quatro na presidência.
COMPARTILHE
David Reis e anexo na CMM

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador David Reis (Avante), tenta mudar o regimento interno da Casa para permitir sua reeleição na mesma legislatura.

Eleito presidente da Câmara por unanimidade em 1º de janeiro de 2021, David Reis quer alterar o artigo 17º do regimento da CMM que estabelece que o mandato dos membros da Mesa Diretora tem duração de dois anos.

O mesmo artigo ainda proíbe a reeleição para os cargos da Mesa Diretora em eleição imediatamente subsequente. A eleição para o comando da Câmara ocorre em janeiro de 2023.

O vereador de oposição Rodrigo Guedes (Republicanos) confirmou ao RealTime1 que existe uma movimentação de David Reis neste sentido.

O oposicionista conta que ainda não há nenhum documento oficializando a mudança, mas que o presidente pretende alterar o artigo 17º para pavimentar a permanência dele no comando do Legislativo municipal.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

“Não existe uma informação oficial ainda. Não há documento tramitando sobre isso mas, obviamente, a gente que está no chão do plenário acompanha a circulação dessas informações”, confirma o vereador.

Segundo Guedes, não é possível medir a aceitação da manobra entre os demais vereadores, porque para ele, os pares dele mudam “conforme o pedido do prefeito”. Ele garante que não vai aderir ao que ele chamou de “golpe no regimento”.

“Ainda que não haja uma convergência da base, se o prefeito pedir… Não duvido de mais nada ali dentro. Deixo claro que da minha parte vou lutar contra isso”, declarou o vereador.

O RealTime1 procurou David Reis e o questionou sobre tal articulação, mas o vereador informou que estava numa reunião e pediu para a reportagem procurá-lo no prédio da Câmara. No entanto, ele desligou o telefone antes de confirmar qualquer horário para a possível entrevista.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

COMPARTILHE