fbpx

terça, 24 de maio de 2022

David Reis foi o vereador que mais gastou recursos do cotão turbinado

O cotão subiu de R$ 18 mil para R$ 33 mil na última sessão do mês de dezembro. A questão foi judicializada, mas a decisão foi dada depois que a Câmara pagou o cotão turbinado

12 de março de 2022

Compartilhe

O cotão turbinado chegou a ser derrubado duas vezes pela Justiça Estadual, mas a Câmara Municipal recorreu a última decisão da Justiça. O cotão do mês de janeiro fechou antes da decisão (Foto: Divulgação)

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador David Reis (Avante) foi o vereador que mais gastou recursos do mês de janeiro da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap) turbinada no apagar das luzes da última sessão do ano passado.

Na sessão do último dia 15 de dezembro, os vereadores aumentaram de R$ 18 mil para R$ 33 mil os fundos destinados para Ceap, apelidada popularmente de cotão. David Reis gastou R$ 33 mil, deixando apenas um saldo de R$ 85,85 para o mês de fevereiro.

Somente em divulgação parlamentar, o presidente gastou R$ 19,8 mil. Em aluguel de veículos foram outros R$ 10 mil. Além de 2,7 mil em combustível.

Atrás de David Reis, entre os vereadores que mais gastaram recurso do cotão turbinado estão: Elissandro Bessa (SD) que gastou 30 mil, Raulzinho (PSDB) com gastos de R$ 30,9 mil, Yomara Lins (PRTB), gastando R$ 27,9 mil e professor Fransuá que fecha a lista, usando R$ 28,5 mil.

Os vereadores Ivo Neto (Patriota), Marcel Alexandre (Podemos) e Amom Mandel não usaram os recursos disponíveis.

Na outra ponta, os vereadores Peixoto (PTC) gastou R$ 6,3 mil, Rodrigo Guedes (PSC) R$ 8,7 mil, Raiff Matos (DC) R$ 12,6 mil e Marcelo Serafim (PSB) R$ 13,5 mil.

O cotão turbinado chegou a ser derrubado pela Justiça Estadual, mas a Câmara Municipal recorreu da decisão. O recurso aguarda analíse. O cotão do mês de janeiro fechou antes da decisão.

Por isso que  os vereadores que utilizaram recursos acima de R$ 18 mil, com base na nova lei. Caso a decisão impetrada pelos vereadores Amom e Rodrigo não seja derrubada na Justiça, podem ter que ressarcir os cofres da CMM.

Texto: Jefferson Ramos

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Deputado garante que Solidariedade vai até as últimas instâncias pela ZFM

Ricardo Nicolau disse que o Solidariedade está fazendo a sua parte para defender os interesses do Estado do Amazonas e os empregos gerados pela Zona Franca de Manaus.

24 de maio de 2022

Wilson confirma Bolsonaro em Manaus, mas não sabe se vai encontrá-lo

Wilson Lima afirmou que ainda está em tratativas com a equipe do presidente para saber se haverá um encontro. Essa é a primeira vez que Bolsonaro vem ao Amazonas em 2022.

24 de maio de 2022

Semmas defende educação ambiental para combater lixo em igarapés

Secretaria tem a menor previsão orçamentária para 2022 e qualquer implementação de política pública neste sentido pode ser afetada pela falta de recursos.

24 de maio de 2022

CPI da Amazonas Energia terá relatório final entregue até 30 de maio

O presidente da CPI, Sinésio Campos, destacou o trabalho de fiscalização dos medidores de energia que localizou diversos equipamentos com defeito prejudicando os clientes.

24 de maio de 2022

‘A responsabilidade é sua’, diz líder de caminhoneiros a Bolsonaro em vídeo

Wallace Landim, o "Chorão", um dos principais líderes da greve de 2018, cobrou atitude de Bolsonaro: "chame a responsabilidade, porque senão esse país vai estar parado".

24 de maio de 2022

Wilson afirma que luta continua para reverter danos à Zona Franca de Manaus

Antes de ingressar com ações no STF contra decretos federais, Wilson reuniu com Bolsonaro, e o presidenteu não cumpriu a promessa de rever os danos à Zona Franca de Manaus.

24 de maio de 2022

‘Próximo passo é trabalhar para termos ônibus a gás’, diz Wilson

Durante evento que anunciou a compra de ônibus elétricos na Prefeitura de Manaus, o governador afirmou que ter ônibus movidos a gás na capital é algo iminente.

24 de maio de 2022

AGU deveria ter aula de Geografia após ação contra ZFM, diz Serafim

Advogado-geral, Bruno Bianco Leal disse que grande distância não mais se apresenta como fator capaz de inibir o desenvolvimento econômico social da região

24 de maio de 2022