fbpx

domingo, 03 de julho de 2022

Seminário aborda importância de mais participação da mulher na política

Apesar de as mulheres representarem mais de 50% do eleitorado e da população do País, o Brasil ocupa a 143ª posição entre 193 países em participação de mulheres na política.

28 de maio de 2022

Compartilhe

Seminário “Mais Mulheres na Política” será realizado em parceria da Câmara e Senado na próxima segunda-feira (30) (Foto: Reprodução)

Com o objetivo de debater e estimular a participação da mulher na política e no processo eleitoral, o Congresso Nacional, por meio da liderança da bancada feminina e da Procuradoria Especial da Mulher do Senado Federal e da Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados, formada pela coordenação da bancada feminina e pela Procuradoria da Mulher promove, na próxima segunda-feira (30), o seminário “Mais Mulheres na Política”.

Apesar de as mulheres representarem mais de 50% do eleitorado e da população do País, o Brasil ocupa a 143ª posição entre 193 países em participação de mulheres na política, segundo ranking da União Interparlamentar (UIP).

No Parlamento brasileiro, o maior aumento da representação de mulheres, desde a implantação do direito ao voto feminino em 1932, ocorreu em 2018, quando as eleitas chegaram a 15% do total de cadeiras da Câmara e Senado.

Isso foi resultado de uma série de fatores, principalmente a luta das bancadas femininas por aprovação de novas leis e articulação com os Tribunais. Nas eleições municipais de 2020 para as prefeituras, apenas 12% de mulheres foram eleitas; e para as câmaras municipais, 16%. Em âmbito municipal, 900 cidades não tiveram sequer uma vereadora eleita nas eleições de 2020.

A realização do seminário conta com parceria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Painéis temáticos

Durante o evento, serão debatidos três temas principais. Com mediação da diretora-geral do Senado, Ilana Trombka, o tema “Mulher na Política” terá como convidadas a ministra Carmen Lúcia, do STF e TSE; a diretora executiva da IPEC – Inteligência em Pesquisa e Consultoria Estratégica, Márcia Cavallari Nunes; e a atriz e escritora Maria Ribeiro.

O tema “Mulher nas Democracias” terá a participação de Anastasia Divinskaya, representante da ONU Mulheres Brasil; Basília Rodrigues, jornalista e comentarista política da CNN Brasil; e Jacira Melo, diretora executiva do Instituto Patrícia Galvão, com mediação da deputada e procuradora da Mulher da Câmara Tereza Nelma (PSD-AL).

Já para abordar o tema “Mulher nas Eleições”, a mediação será conduzida pela senadora Leila Barros (PDT-DF), procuradora especial da Mulher do Senado, com apresentação da ex-senadora e ex-ministra Marina Silva, historiadora, professora e ambientalista; da empresária e ativista da causa das mulheres Luiza Brunet; e da pesquisadora Teresa Sacchet, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), representando o Observatório Nacional da Mulher na Política (ONMP) da Câmara dos Deputados.

Deputadas e senadoras participarão da atividade que, ao final, terá a apresentação de uma carta aberta, assinada pelas parlamentares, com foco em estimular o interesse das brasileiras para o poder do voto feminino.

Durante o seminário, será apresentado o resultado de pesquisa do DataSenado sobre “Equidade de Gênero na Política”. A iniciativa é aberta à participação de todos os interessados e interessadas e terá transmissão pelo portal e-Cidadania do Senado Federal.

O debate será realizado às 14 horas, no Plenário do Senado Federal. O público pode acompanhar o debate e participar pela discussão pela internet.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

PT divulga nome de pré-candidatos a deputado federal e estadual no AM

Além dos pré-candidatos para a Aleam e Câmara Federal, os petistas homologaram o nome de Cheila Moreira para suplência do senador Omar Aziz (PSD).

2 de julho de 2022

Com apoio de Omar e Sidney, Manacapuru ganha escola construída sobre as águas

A escola municipal e a Quadra Poliesportiva Almir Batista da Silva, na comunidade Rainha dos Apóstolos, atenderão pelo menos 250 criança e jovens.

2 de julho de 2022

Datafolha: maioria diz que professor deve evitar falar de política

Pesquisa mostra que 54% dizem que pais têm o direito de proibir as escolas de ensinar temas que não achem adequados, mas apoiam discussão sobre pobreza e desigualdade social.

2 de julho de 2022

Com futuro incerto na disputa pelo Governo, PSol reúne filiados hoje

Quatro nomes disputam internamente a preferência dos filiados, mas nenhum tem força suficiente para ser anunciado na briga pelo Governo sem ter que passar pelas prévias.

2 de julho de 2022

Governo do AM firma convênios de R$ 67 mi para educação e setor primário

Na área de educação, os municípios de Anamã, Itacoatiara e Urucurituba receberam R$ 8,1 milhões para serviços de reformas em escolas estaduais e municipais.

2 de julho de 2022

Lula pode unir Braga, Omar e Nicolau no mesmo palanque no Amazonas

Reunião solicitada por Lula acontece neste domingo (3) e busca selar o apoio do petista às candidaturas de Omar, Braga e Nicolau nas eleições deste ano pelo Amazonas.

2 de julho de 2022

Senado aprova PEC com estado de emergência e R$ 41,25 bi em auxílios

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) prevê R$ 41,25 bilhões até o fim do ano para expansão de benefícios federais, como o Auxílio Brasil e o vale-gás de cozinha.

2 de julho de 2022

Emendas parlamentares somam R$ 22 mi para produção no interior do AM

São 37 municípios com emendas de parlamentares do Amazonas para o incremento da produção rural no interior do Amazonas com obras e implementos agrícolas.

2 de julho de 2022