fbpx

quinta, 26 de maio de 2022

Partido de Bolsonaro quer Marcelo Ramos fora da vice-presidência da Câmara

Segundo o jornal Folha de SP, o presidente da Câmara dos Deputados, deputado Arthur Lira (PP-AL) foi pressionado pelo PL para emplacar um parlamentar da sigla no cargo.

8 de maio de 2022

Compartilhe

Segundo o jornal paulista, a substituição de Ramos seria um ato inusual. Representaria, ainda, uma reviravolta nas regras adotadas atualmente pela Casa Legislativa (Foto: Divulgação)

O comando da vice-presidência da Câmara dos Deputados pelo deputado federal amazonense, Marcelo Ramos (PSD), pode estar com os dias contados. Segundo o jornal Folha de SP, o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL) foi pressionado pelo partido do presidente Jair Bolsonaro (PL) a retirar Marcelo e tentar emplacar um deputado da legenda no posto.

Marcelo foi eleito a deputado pelo PL, mas por causa da entrada de Bolsonaro na sigla, no ano passado, Ramos deixou o partido com a carta de anuência do presidente da sigla, Valdemar da Costa Neto.

No dia 29, o ministro Alexandre de Moraes concedeu uma liminar ao deputado e oficiou o presidente da Câmara a se abster de acatar qualquer deliberação do PL que implique no afastamento ou substituição do deputado do Amazonas da Mesa Diretora. O partido ainda pode recorrer.

Atualmente no PSD, comandando no Amazonas pelo senador Omar Aziz, Marcelo questionou o decreto de redução da alíquota do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) na esfera eleitoral e intercedeu junto a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) por uma decisão favorável à Zona Franca de Manaus na questão do IPI, que veio nesta sexta-feira (6).

Conforme o jornal paulista, a substituição de Ramos seria um ato inusual. Representaria, ainda, uma reviravolta nas regras adotadas atualmente pela Casa Legislativa.

Isso porque, apesar de o regimento interno da Câmara determinar que, em caso de mudança de legenda partidária, o integrante da Mesa Diretora perde o cargo, em 2016 o então presidente da Câmara Eduardo Cunha (PTB-SP) decidiu que uma mudança de partido dentro de um mesmo bloco parlamentar não alteraria a representação proporcional da Mesa.

Caso reveja esse entendimento, Lira arrisca comprar briga com o PSD, que costuma votar alinhado com o governo. Especialmente porque outros dois membros da Mesa, Marília Arraes (PE) e Rose Modesto (MS), trocaram de partido na janela partidária —Marília, segunda secretária, deixou o PT pelo Solidariedade, e Rose, terceira secretária, saiu do PSDB para a União Brasil.

Da Redação, com informações da Folha de SP.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Datafolha: cresce diferença entre Lula e Bolsonaro para o segundo turno

Pesquisa do Datafolha divulgado nesta quinta-feira aponta que Lula tem 58% das intenções de voto no segundo turno, enquanto Bolsonaro chega a 33%

26 de maio de 2022

TSE aprova federação partidária do PSol com o Rede Sustentabilidade

PSol e Rede formalizam federação no TSE no mesmo dia que o PSDB e Cidadania e agora as legendas devem manter unidade política pelos próximos quatro anos.

26 de maio de 2022

‘Criar municípios é política de pão e circo’, diz cientista político

Para Carlos Santiago, discurso de criar novos municípios, às vésperas das eleições, para sanar o problema de comunidades que sofrem descaso e miséria, não é melhor caminho.

26 de maio de 2022

Serafim alerta para manobra de empresário que prejudica mercado de gás no AM

O líder do PSB na Casa Legislativa lembrou que a nova Lei do Gás, de iniciativa da Aleam, aprovada em março de 2021, contraria os interesses do empresário baiano.

26 de maio de 2022

Maria do Carmo é suplente de Arthur, mas corteja vaga de vice de Amazonino

Ex-pré-candidata ao Governo do Amazonas, Maria do Carmo confirma que é primeira suplente de Arthur ao Senado, mas se coloca como opção a vice de Amazonino.

26 de maio de 2022

Portela endossa discurso de Bolsonaro e questiona lisura das eleições

Novo vice da Câmara se alinha às manifestações de teor golpista do presidente que, sem prova ou indício relevante, tem levantado dúvidas sobre a lisura do sistema eleitoral

26 de maio de 2022

TCE-AM multa ex-presidente da Câmara de Beruri por falta de transparência

TCE-AM vê deficiências nos atos de transparência e descumprimento da Lei de Acesso à Informação e multa ex-gestor da Câmara de Beruri em R$ 14 mil.

26 de maio de 2022

‘Tenho certeza que Wilson Lima se reelege no 1º turno’, avalia Bonates

O ex-secretário de Segurança Pública do Amazonas concedeu entrevista à TV RealTime1 e falou sobre os planos que apresentará em Brasília caso seja eleito deputado federal.

26 de maio de 2022