fbpx

sexta, 21 de janeiro de 2022

Marcelo Ramos entra com ação na Justiça Eleitoral para sair do PL

O deputado federal Marcelo Ramos havia anunciado, no último dia 7, a saída amigável do Partido Liberal (PL) e agradeceu o respeito do presidente Valdemar da Costa Neto.

20 de dezembro de 2021

Compartilhe

Deputado Marcelo Ramos (Foto: Reprodução)

Em que pese ter recebido do presidente do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, carta-ofício que o liberou a sair do partido sem prejuízo do seu mandato de deputado federal, o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, entrou nesta segunda-feira (20) com ação de justificação de desfiliação partidária junto ao TSE- Tribunal Superior Eleitoral.

“Acabo de ajuizar a ação para que o TSE reconheça meu direito de me desfiliar do PL, sem perder o mandato. A despeito de ter a carta de anuência, não quero que fique nenhuma dúvida de que minha desfiliação tem permissão constitucional e legal”, disse Ramos agora há pouco.

A ação declaratória tem caráter liminar, ou seja, pede que a decisão seja proferida pelo colegiado com urgência. “Aproveito para renovar minha gratidão ao presidente Valdemar e a toda a bancada do PL, que sempre me apoiou e respeitou”, afirmou Marcelo Ramos.

No último dia 7/12, Marcelo Ramos havia anunciado a saída amigável do PL e agradeceu o respeito do presidente Valdemar da Costa Neto. Na ocasião, o parlamentar afirmou que ambos entraram em consentimento e que Valdemar assinou a carta que autoriza a desfiliação, bem como a posição de Ramos na Casa.

“Seria um constrangimento para o presidente, para o partido, ter um dos seus membros criticando o presidente vez por outra, e seria por outro lado um constrangimento para mim ser filiado ao mesmo partido de um presidente que eu não acredito que seja o melhor para o futuro do nosso país”, explicou.

Clique AQUI para ter acesso ao documento da ação.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Congresso tem 30 medidas provisórias para analisar em 2022

Apesar de produzir efeitos jurídicos imediatos, a MP precisa da posterior apreciação pelas do Congresso Nacional (Câmara e Senado) para se converter definitivamente em lei.

21 de janeiro de 2022

Sete governadores e 20 parlamentares anunciaram ter Covid-19 em 22

Doença se espalhou entre os políticos neste período de recesso parlamentar, mas não há informações sobre a variante que predominou no caso das infecções ou reinfecções.

21 de janeiro de 2022

Senador Omar Aziz revela que está com Covid, mas sem sintomas graves

O senador Omar Aziz, que presidiu a CPI da Covid do Senado, revelou, nas redes sociais, que tomava todas as precauções e seguia os protocolos, mas acabou contraindo a doença.

21 de janeiro de 2022

Mãe de Jair Bolsonaro morre aos 94 anos no interior de São Paulo

Olinda Bonturi Bolsonaro, morreu na madrugada desta sexta-feira (21), aos 94 anos, em Registro, no interior de São Paulo, onde estava internada desde a última segunda-feira.

21 de janeiro de 2022

PSOL aciona MPF contra aquisição da ‘DarkMatter’ pelo ‘gabinete do ódio’

Bancada do PSOL considera risco à democracia se 'gabinete do ódio' adquirir ferramenta de espionagem que pode ser usada para perseguir ativistas políticos e jornalistas.

21 de janeiro de 2022

Carol Braz e Luiz Castro ingressam no PDT durante convenção em Brasília

Defensora e ex-deputado vão liderar chapa majoritária do partido nas eleições. Filiação ocorrerá durante convenção que oficializará Ciro Gomes como candidato a Presidência.

21 de janeiro de 2022

Alas do MDB e do PSDB pressionam para união entre Doria e Simone

Doria tem dito que deseja ter uma mulher na sua chapa. Por meio de sua equipe de pré-campanha, ele afirmou que senadora estará ao seu lado na disputa pela presidência.

20 de janeiro de 2022

Presidente do TCE-AM determina retorno do regime híbrido de trabalho

Presidente Érico Desterro argumentou que o momento, onde os números de casos de Covid-19 voltaram a crescer no Amazonas, requer que se preserve a saúde dos servidores.

20 de janeiro de 2022