fbpx

segunda, 04 de julho de 2022

Marcelo Ramos descarta apoio à candidatura Sérgio Moro em 2022

Deputado Marcelo Ramos faz balanço da atividade parlamentar, fala sobre a corrida presidencial para 2022 e reafirma oposição ao presidente Bolsonaro e ao ex-juíz Sérgio Moro.

28 de dezembro de 2021

Compartilhe

Marcelo Ramos destaca medidas em prol do Amazonas como verbas superiores a R$ 100 milhões para o Estado (Foto: Divulgação)

Pela primeira vez na história do Congresso, o Amazonas tem um representante na vice-presidência da Câmara Federal. O deputado Marcelo Ramos, a ponto de sair do Partido Liberal por divergências quanto à filiação do presidente Jair Bolsonaro, ganhou visibilidade nacional por conta da atuação no cargo e na repercussão dos temas políticos mais sensíveis à nação. A saída do PL e as conversas sobre a campanha presidencial, onde descarta Bolsonaro e Sérgio Moro (Podemos) estão entre os temas do balanço que fez para o Real Time1.

“Foi muito importante ter o Amazonas representado na vice-presidência da Câmara. O Estado foi mais ouvido pelo Brasil”, afirma Marcelo Ramos. À frente do cargo, o parlamentar defendeu a aprovação da transparência das emendas do relator-geral do Orçamento, conforme determinação do Supremo Tribunal Federal (STF); foi autor do projeto que regulamenta o mercado de créditos de carbono no Brasil; e se posicionou contra a PEC dos Precatórios que classificou de “calote”, “fura teto” e “pedalada”.

Para o Amazonas, Marcelo Ramos celebrou a liberação por emendas de mais de R$ 100 milhões para Manaus e interior, com recursos do Ministério da Saúde e Ministério da Cidadania. “Pela segunda vez, consegui mais de R$ 100 milhões para o benefício do Amazonas”, frisou. Também destacou a renovação dos incentivos fiscais ao polo de semicondutores do Estado e a retirada do Polo Industrial de Manaus (PIM) do projeto que mexeu em incentivos fiscais do Polo Naval e que impactava negativamente a produção local.

O ano também é marcado pelo fim de um ciclo com a saída de Marcelo Ramos do PL, o que ele diz que é algo “natural” na Política. “Quando a legenda caminha em rumos diferente do seu projeto político essas coisas acontecem”, diz ele que agradeceu a acolhida do PL de quem diz ter muito carinho.

Já não se pode dizer o mesmo do mais recente afiliado do PL, o presidente Jair Bolsonaro para quem o parlamentar dirige duras críticas. Marcelo Ramos já criticou a política ambiental do governo, as ações em relação à pandemia da Covid-19 e chegou a dizer que o “legado” de Bolsonaro seria o empobrecimento dos brasileiros em 30%.

Ele é evasivo em relação à campanha presidencial de 2022. No fim de semana esteve presente em evento do grupo Prerrogativas que reúne profissionais do Direito e que teve como convidado o ex-presidente e pré-candidato pelo PT, Luís Inácio Lula da Silva. “Lula me chamou no momento e sugeriu uma conversa em janeiro”, disse, mas desvia de assinalar fechamento com a candidatura do petista. “É muito cedo ainda. Nem ele oficializou a candidatura”.

O que é certo é que Marcelo Ramos não sobe no palanque nem com Bolsonaro e nem com Sérgio Moro, pré-candidato lançado pelas bases do lava-jatismo. “Não é o meu estilo. Não faz sentido eu me opor ao Bolsonaro e apoiar alguém que foi ex-ministro dele. Há opções bem melhores que não representam retrocesso”.

Texto: Emerson Medina

Leia mais sobre Política

Bolsonaro diz torcer para STF derrubar liminar que ampara ZFM

Presidente voltou a atribuir crise econômica no Brasil à manutenção dos incentivos para as empresas da Zona Franca de Manaus.

3 de julho de 2022

PT escolhe vereadora de Itacoatiara como suplente de Omar Aziz

Cheila Moreira é vice-presidente da Câmara Municipal de Itacoatiara e pessoa de confiança do deputado Sinésio Campos, presidente estadual do PT.

3 de julho de 2022

Reunião do PSol-AM acaba em briga e adia debate sobre disputa ao Governo

Partido reuniu filiados no último sábado no diretório regional, mas não conseguiu avançar na definição da disputa interna pela pré-candidatura ao Governo do AM.

3 de julho de 2022

Eleições 2022: restrições para agentes públicos começam a valer

Eles também não podem fazer pronunciamento oficial em cadeia de rádio de televisão, salvo em casos de questões urgentes e relevantes autorizados pela Justiça Eleitoral.

3 de julho de 2022

PT divulga nome de pré-candidatos a deputado federal e estadual no AM

Além dos pré-candidatos para a Aleam e Câmara Federal, os petistas homologaram o nome de Cheila Moreira para suplência do senador Omar Aziz (PSD).

2 de julho de 2022

Com apoio de Omar e Sidney, Manacapuru ganha escola construída sobre as águas

A escola municipal e a Quadra Poliesportiva Almir Batista da Silva, na comunidade Rainha dos Apóstolos, atenderão pelo menos 250 criança e jovens.

2 de julho de 2022

Datafolha: maioria diz que professor deve evitar falar de política

Pesquisa mostra que 54% dizem que pais têm o direito de proibir as escolas de ensinar temas que não achem adequados, mas apoiam discussão sobre pobreza e desigualdade social.

2 de julho de 2022

Com futuro incerto na disputa pelo Governo, PSol reúne filiados

Quatro nomes disputam internamente a preferência dos filiados, mas nenhum tem força suficiente para ser anunciado na briga pelo Governo sem ter que passar pelas prévias.

2 de julho de 2022