fbpx

quarta, 01 de dezembro de 2021

Lei que cria benesses para ex-governadores é do governo de Amazonino

STF tornou inconstitucional Lei do governo de Amazonino, que concede segurança pessoal e apoio ao ex-governador, que pode ter até dez servidores públicos à sua disposição.

17 de novembro de 2021

Compartilhe

Amazonino Mendes é pré-candidato ao Governo do Amazonas em 2022 (Foto: Reprodução)

A lei estadual que cria benesses e permite que ex-governadores do Amazonas possam ter direito a dez funcionários públicos à disposição até o final de suas vidas e que foi suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (16), foi criada dois meses antes do governador Amazonino Mendes cumprir o mandato tampão de governador em 2018.

O benefício, considerado uma benesse no entendimento do STF, deve se limitar agora ao fim do mandato subsequente ao exercido pelo beneficiário.

A decisão da Corte tem efeito até que seja regulamentada a Lei estadual 4.733, de 27 de dezembro de 2018, que “dispõe sobre medidas de segurança e apoio aos ex-governadores do Estado do Amazonas”.

O Projeto de Lei foi apresentado à Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) em novembro de 2018, pelo então governador em exercício Bosco Saraiva (Solidariedade). Na época, David Almeida era o presidente da casa legislativa.

Antes de 2018, uma outra lei estadual destinava sete militares para a segurança pessoal de ex-governadores. No entanto, a legislação não previa a atuação de civis.

Abaixo, confira o pedido de Bosco Saraiva:

O pedido foi reforçado à Aleam pelo próprio governador do Amazonas na época, Amazonino Mendes, no dia 6 de dezembro daquele ano. Abaixo, confira o pedido de Amazonino Mendes:

A então presidência da Aleam decretou que, ao término do mandato, os ex-governadores têm direito a utilizar os serviços de até dez servidores, sendo até sete militares e três civis, para segurança e apoio pessoal.

Conforme a decisão da Aleam, os militares encarregados da segurança pessoal de ex-governadores e de seus familiares serão designados por ato do Chefe da Casa Militar, acatando designação do beneficiário, e os três assessores civis, que prestarão o serviço de apoio, exercerão os cargos de provimento em comissão de Assessor Técnico na estrutura da Casa Civil. Abaixo, confira a íntegra da Lei:

Número de seguranças a ex-presidentes é menor do que o concedido a ex-governadores do AM

Augusto Aras, procurador-geral da República, ajuizou a ação por considerar que a cessão de servidores prevista na norma é um benefício vitalício incompatível com a Constituição Federal e que a quantidade de até 10 servidores não é razoável nos termos da moralidade constitucional.

Como exemplo, Augusto Aras argumentou que a Lei federal 7.474/1986 estabelece um total de oito pessoas para segurança e apoio a ex-presidentes da República.

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprova PEC dos Precatórios

A PEC do senador Fernando Bezerra, que já passou pela Câmara dos Deputados, libera espaço fiscal em 2022 para o pagamento do programa social Auxílio Brasil.

1 de dezembro de 2021

Prazo para apresentação de emendas impositivas à LOA encerra hoje

O Governo estima o orçamento para o próximo ano fiscal em pouco mais de R$ 24 bilhões. Os deputados podem dispor de 1,2% da receita corrente líquida para emendas individuais.

1 de dezembro de 2021

Comissão de Educação ignora pedidos do Sinteam e frustra educadores

Sindicato que representa a categoria dos profissionais da Educação diz que a comissão não deu retorno de ofícios protocolados ao longo do ano; reajuste é uma das pautas.

1 de dezembro de 2021

STF mantém foro de Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas

A investigação que atinge o senador foi desidratada por decisões do STJ, que anulou a maior parte das provas colhidas em primeiro grau por considerar o juízo incompetente.

1 de dezembro de 2021

Deputados debatem prática de empinar moto como atividade desportiva

Deputada diz que o 'grau de moto' têm sido muitas vezes reprimido por agentes da polícia e por isso quer transformar a 'acrobacia' em esporte.

1 de dezembro de 2021

Destacando presença de deputados, Bolsonaro oficializa entrada no PL

Durante o evento, o presidente Jair Bolsonaro destacou que a cerimônia foi uma simples filiação ao partido e que não estava “lançando ninguém a cargo nenhum”.

30 de novembro de 2021

Plínio e Marcelo defendem emendas do relator e transparência na aplicação

Senador Plínio Valério e o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, defenderam o instrumento que possibilita liberação de recursos para o Estado e os municípios.

30 de novembro de 2021

Ministério Público do Amazonas vai investigar garimpagem no rio Madeira

MP-AM instalou inquérito civil público na última sexta-feira (26) para investigar "possíveis irregularidades" das balsas de garimpo que se amontoaram no Rio Madeira.

30 de novembro de 2021