fbpx

quarta, 19 de janeiro de 2022

David deixa como ‘indefinido’ o status do Réveillon na Ponta Negra

Prefeito vai decidir definitivamente sobre a realização do Réveillon até o dia 12 de dezembro, a menos 18 dias da festa. Dados da pandemia no mundo têm servido como alerta.

30 de novembro de 2021

Compartilhe

Em 2020, também por causa da pandemia, a festa não foi realizada na Ponta Negra Foto: Arquivo/Semcom)

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), disse que a prefeitura considera a celebração do Réveillon com “muita cautela” e que trabalha, junto à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com base em dados do contágio pela nova variante do coronavírus – a Ômicron – para autorizar a festa que marca o início 2022.

Segundo o prefeito, a decisão sobre a realização ou cancelamento do evento será tomada e divulgada entre os próximos dias 10 e 12 de dezembro.

“Nós já temos a contratação de um evento para o Réveillon, mas estamos analisando a possibilidade da liberação ou não desta festividade e também do Carnaval na nossa cidade”, afirmou o prefeito em coletiva de imprensa, no Palácio do Planalto, em Brasília.

Nesta segunda-feira (29), os vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) divergiram sobre a realização do evento. A base aliada ao prefeito na Casa defendeu que a festa seja feita com cautela.

No entanto, o vereador Rodrigo Guedes (PSC), que já anunciou que vai questionar na Justiça a realização do Réveillon, pediu que a Prefeitura realize uma pesquisa para saber a opinião da população a respeito da suspensão da festividade.

De acordo com o líder do prefeito na CMM, vereador Marcelo Serafim (PSB), os recursos reservado para o Réveillon somam o valor de R$ 3,5 milhões, sendo que R$ 600 mil são para o show do cantor Luan Santana.

Sobre a realização do Réveillon “Virada da Esperança”, o líder do prefeito na CMM esclareceu que apesar de o evento estar contratado e parcialmente pago, não haverá problemas em adiá-lo para uma data posterior caso seja necessário em virtude da pandemia.

Texto: Jefferson Ramos, com informações da Prefeitura

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Moro recusa debates com ex-ministros e diz que só aceita se for com Lula

Convite do grupo Prerrogativas quer Moro em debate com ex-ministros da Justiça, mas o ex-ministro de Bolsonaro diz que debate apenas contra o ex-presidente Lula.

19 de janeiro de 2022

Sabá Reis, secretário da Semulsp, testa positivo para a Covid-19

Sabá é o terceiro secretário de David Almeida que testa positivo para a Covid nos últimos cinco dias. No dia 13, os titulares da Semcom e Semsa também testaram positivo.

18 de janeiro de 2022

Quadro pandêmico e período de chuvas faz CMM antecipar retorno das férias

O presidente David Reis disse que o momento pede que os vereadores se unam às demais autoridades para enfrentar novo quadro da Covid e ajudar pessoas afetadas pelas chuvas.

18 de janeiro de 2022

Prefeito de Rio Preto diz que ‘religião e bolsonarismo’ boicotam vacinação

Anderson Sousa disse que em Rio Preto da Eva tem dado suporte à vacinação até na zona rural, mas que o empecilho tem sido os líderes religiosos que são contra a vacina.

18 de janeiro de 2022

Municípios com baixo índice de vacinação faltam em reunião com Wilson Lima

Reunião vem após fala do governador sobre preocupação com índices de vacinação. Alguns prefeitos culparam a internet como responsável por falhas na atualização dos números.

18 de janeiro de 2022

Governo anuncia retorno do Vacina Amazonas em Iranduba para este sábado

O anúncio foi feito pelo governador Wilson Lima como uma das medidas para que os municípios do interior avancem no número de pessoas vacinadas em todo o Amazonas.

18 de janeiro de 2022

Mário de Mello e Josué Neto vão julgar contas do Governo e Prefeitura

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) definiu os relatores das contas do governador Wilson Lima e do prefeito de Manaus, David Almeida, para o exercício de 2022.

18 de janeiro de 2022

Vanda Witoto entra no Rede para fortalecer candidaturas indígenas

Vanda Witoto filia-se à Rede Sustentabilidade para fortalecer candidaturas indígenas em defesa dos povos tradicionais da floresta e da representatividade das mulheres.

18 de janeiro de 2022