fbpx

terça, 18 de janeiro de 2022

Vereador Rodrigo Guedes pede suspensão da festa de Réveillon, na Ponta Negra

Guedes argumenta em Ação Popular impetrada na Justiça, que a realização do Réveillon que vai contar com o show do cantor Luan Santana, vai colocar Manaus em risco sanitário.

28 de novembro de 2021

Compartilhe

A base do prefeito na Câmara Municipal de Manaus pediu duas vezes vistas para analisar um pedido de informação de Guedes sobre a contratação do Luana Santana. (Foto: Divulgação)

O vereador Rodrigo Guedes (PSC) foi à Justiça questionar a realização do Réveillon que vai ter como atração principal o show do cantor Luan Santana. Para o vereador, a festa coloca a cidade de Manaus em risco sanitário.

Guedes impetrou uma Ação Popular com pedido de liminar para impedir a realização da festa prevista para o dia 31 de dezembro, na Praia da Ponta Negra. A última vez que Manaus celebrou a chegada do Ano Novo foi no final de 2019.

“Não só a cidade de Manaus, como o mundo todo, vem sofrendo ao longo de mais de um ano com os efeitos devastadores causados pela pandemia COVID-19 e suas variantes, ressaltando que não houve festa no final do ano passado. Agora nesse final de ano corremos o risco com uma nova variante mais potente, além de uma nova onda já chegando a diversos países”, lembrou.

Manaus foi a cidade brasileira que mais sofreu com os efeitos da pandemia. Foi a primeira cidade no País a registrar caos no sistema de saúde e funerário, simultaneamente. No dia 12 de janeiro, pacientes morreram sufocados pela falta de oxigênio nas unidades de saúde da capital.

Também foi em Manaus que a variante gama (P.1) surgiu, apelidada erroneamente de variante do Amazonas, provocando a segunda da doença. Mais transmissível, a variante gama provocou mais casos e consequentemente mais mortes.

No último dia 11 deste mês, o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), anunciou que o cantor vai agitar o Réveillon de Manaus. A base do prefeito na Câmara Municipal de Manaus (CMM) pediu duas vezes vistas para analisar um pedido de informação de Guedes sobre a contratação do Luana Santana.

Texto: Jefferson Ramos, com informações da assessoria de imprensa

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Sabá Reis, secretário da Semulsp, testa positivo para a Covid-19

Sabá é o terceiro secretário de David Almeida que testa positivo para a Covid nos últimos cinco dias. No dia 13, os titulares da Semcom e Semsa também testaram positivo.

18 de janeiro de 2022

Quadro pandêmico e período de chuvas faz CMM antecipar retorno das férias

O presidente David Reis disse que o momento pede que os vereadores se unam às demais autoridades para enfrentar novo quadro da Covid e ajudar pessoas afetadas pelas chuvas.

18 de janeiro de 2022

Prefeito de Rio Preto diz que ‘religião e bolsonarismo’ boicotam vacinação

Anderson Sousa disse que em Rio Preto da Eva tem dado suporte à vacinação até na zona rural, mas que o empecilho tem sido os líderes religiosos que são contra a vacina.

18 de janeiro de 2022

Municípios com baixo índice de vacinação faltam em reunião com Wilson Lima

Reunião vem após fala do governador sobre preocupação com índices de vacinação. Alguns prefeitos culparam a internet como responsável por falhas na atualização dos números.

18 de janeiro de 2022

Governo anuncia retorno do Vacina Amazonas em Iranduba para este sábado

O anúncio foi feito pelo governador Wilson Lima como uma das medidas para que os municípios do interior avancem no número de pessoas vacinadas em todo o Amazonas.

18 de janeiro de 2022

Mário de Mello e Josué Neto vão julgar contas do Governo e Prefeitura

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) definiu os relatores das contas do governador Wilson Lima e do prefeito de Manaus, David Almeida, para o exercício de 2022.

18 de janeiro de 2022

Vanda Witoto entra no Rede para fortalecer candidaturas indígenas

Vanda Witoto filia-se à Rede Sustentabilidade para fortalecer candidaturas indígenas em defesa dos povos tradicionais da floresta e da representatividade das mulheres.

18 de janeiro de 2022

MPs e Defensorias recomendam passaporte vacinal ‘geral’ no AM

Para os MPs e Defensorias, não há justificativa na exceção para que os estabelecimentos em geral fiquem sem exigir a comprovação vacinal contra a Covid-19 dos clientes.

18 de janeiro de 2022