fbpx

terça, 09 de agosto de 2022

Vereador Rodrigo Guedes pede suspensão da festa de Réveillon, na Ponta Negra

Guedes argumenta em Ação Popular impetrada na Justiça, que a realização do Réveillon que vai contar com o show do cantor Luan Santana, vai colocar Manaus em risco sanitário.

28 de novembro de 2021

Compartilhe

A base do prefeito na Câmara Municipal de Manaus pediu duas vezes vistas para analisar um pedido de informação de Guedes sobre a contratação do Luana Santana. (Foto: Divulgação)

O vereador Rodrigo Guedes (PSC) foi à Justiça questionar a realização do Réveillon que vai ter como atração principal o show do cantor Luan Santana. Para o vereador, a festa coloca a cidade de Manaus em risco sanitário.

Guedes impetrou uma Ação Popular com pedido de liminar para impedir a realização da festa prevista para o dia 31 de dezembro, na Praia da Ponta Negra. A última vez que Manaus celebrou a chegada do Ano Novo foi no final de 2019.

“Não só a cidade de Manaus, como o mundo todo, vem sofrendo ao longo de mais de um ano com os efeitos devastadores causados pela pandemia COVID-19 e suas variantes, ressaltando que não houve festa no final do ano passado. Agora nesse final de ano corremos o risco com uma nova variante mais potente, além de uma nova onda já chegando a diversos países”, lembrou.

Manaus foi a cidade brasileira que mais sofreu com os efeitos da pandemia. Foi a primeira cidade no País a registrar caos no sistema de saúde e funerário, simultaneamente. No dia 12 de janeiro, pacientes morreram sufocados pela falta de oxigênio nas unidades de saúde da capital.

Também foi em Manaus que a variante gama (P.1) surgiu, apelidada erroneamente de variante do Amazonas, provocando a segunda da doença. Mais transmissível, a variante gama provocou mais casos e consequentemente mais mortes.

No último dia 11 deste mês, o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), anunciou que o cantor vai agitar o Réveillon de Manaus. A base do prefeito na Câmara Municipal de Manaus (CMM) pediu duas vezes vistas para analisar um pedido de informação de Guedes sobre a contratação do Luana Santana.

Texto: Jefferson Ramos, com informações da assessoria de imprensa

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Michelle Bolsonaro ataca Lula e associa religiões africanas a ‘trevas’

Em vídeo divulgado por Michelle, Lula se encontra com representantes de religiões de matriz africana. Para ela, o ato corresponde a "principados e potestades das trevas".

9 de agosto de 2022

DC refaz contas para garantir mínimo da cota feminina nas Eleições do AM

Antes, o partido não havia apresentado o mínimo de candidaturas femininas para a disputa na Câmara Federal. Agora, a sigla conta com duas mulheres e quatro homens.

9 de agosto de 2022

Após definir palanque com Braga e Omar, Lula vem ao AM em setembro

Viagem está marcada para o início do mês de setembro, conforme informou ao RealTime1 o presidente estadual do PCdoB, Eron Bezerra.

9 de agosto de 2022

TRE-AM realiza curso para Prestação de Contas das Eleições 2022

O treinamento visa a correta prestação de contas, desde a utilização do sistema da Justiça Eleitoral até o lançamento das receitas e despesas. Inscrições encerram dia 12.

9 de agosto de 2022

Chico diz que tentará Senado de forma avulsa, mas pode ser impugnado

O alerta é do advogado Augusto Sampaio que aponta que Chico Preto não pode ser beneficiado pela decisão do TSE porque o Avante apoia coligação que já tem senador.

9 de agosto de 2022

Silas Câmara declara patrimônio de R$ 3,5 milhões à Justiça Eleitoral

O patrimônio do deputado federal evoluiu de R$ 2,1 milhões para R$ 3,5 milhões. Em 2006, quando ele foi eleito pela 3º vez para Câmara, os bens declarados somavam R$ 574 mil.

9 de agosto de 2022

Patrimônio dos irmãos Pinheiro evolui de R$ 557 mil para R$ 3 milhões

Candidata à reeleição, Mayara Pinheiro declarou possuir o patrimônio de R$ 1,9 milhão. A soma é R$ 864,6 mil a mais que os bens declarados pelo irmão, Adail Filho.

9 de agosto de 2022

O que faz um suplente de senador? O AM já definiu estes nomes; confira

Candidatos a suplentes nas chapas majoritárias são empresários, ex-dirigente de partido, professores e membros da comunidade indígena.

9 de agosto de 2022