fbpx

domingo, 01 de agosto de 2021

CPI da Covid: Lacerda e Hallal criticam no Twitter declarações e ameaças

Infectologista da Fiocruz Amazônia e epidemiologista da UFPel realizaram estudos onde revelaram que medidas do Governo Federal foram ineficazes e impulsionaram pandemia.

25 de junho de 2021

Compartilhe

Estudo de pesquisador Marcus Lacerda que condena uso da cloroquina para pacientes com Covid-19 tem sido criticado por apoiadores de Bolsonaro (Foto: Reprodução)

O pesquisador e infectologista da Fundação Oswaldo Cruz Amazônia (Fiocruz), Marcus Lacerda, que liderou o primeiro estudo no mundo que comprovou a ineficácia da cloroquina para o tratamento de pacientes com Covid-19, usou as redes sociais para ironizar as declarações de senadores governistas que criticam órgãos internacionais e a comunidade científica nas oitivas da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid no Senado. 

Em post desta sexta-feira (25) Lacerda direcionou a mensagem ao colega de área, o epidemiologista e pesquisador da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Pedro Hallal. Responsável pelo maior estudo epidemiológico realizado no país, o Epi-Covid, Hallal prestou depoimento na quinta-feira (24) à Comissão Parlamentar e trouxe dados alarmantes de estudos que comprovam a omissão do Governo Federal no enfrentamento à pandemia. 

“Temos muito trabalho de reconstrução pela frente. OMS e sociedades científicas não prestam. Pesquisas brasileiras são superficiais ou assassinas. As melhores revistas científicas são fraudulentas. Os cientistas estão enviesados politicamente. E aí @PedroHallal?”, disse no Twitter o pesquisador amazonense Marcus Lacerda, numa referência a falas do senador Marcos Rogério (DEM/RO).

Lacerda é alvo recorrente dos senadores governistas da CPI da Covid e aliados do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), um defensor ferrenho do uso da cloroquina no tratamento para o coronavírus. Tanto depoentes, caso do o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, quanto senadores, como Luís Carlos Heinze (PP-RS), tentaram desacreditar os resultados do estudo do infectologista da Fiocruz Amazônia sobre os males da cloroquina para casos graves de Covid-19.

Em resposta à Marcus Lacerda no Twitter, o epidemiologista da UFPel revelou estar sofrendo ameaças após depor na Comissão Parlamentar. “Impressionante que perderam de lavada no debate presencial e tiveram que ir para as redes sociais para me atacar. Gatinhos ao vivo e leões de redes sociais”, publicou Pedro Hallal. Assim como Hallal, Marcus Lacerda também já foi ameaçado de morte por bolsonaristas insatisfeitos com o resultado do estudo liderado por ele.

Na última quinta-feira, Hallal afirmou à CPI da Covid, por exemplo, que se o Brasil tivesse adotado medidas de controle como distanciamento/isolamento social e acelerado a vacinação, aproximadamente, 400 mil vidas poderiam ter sido salvas. Ele também declarou que o atraso nas compras dos imunizantes pelo Governo Federal levou à morte desnecessária de pelo menos 95,5 mil pessoas. 

Por fim, o epidemiologista da UFPel ainda recomendou que o país faça um lockdown verdadeiro de três semanas e vacine, ao menos, 1,5 milhão de brasileiros a cada dia. Essa seria uma solução para achatar a curva da pandemia e reduzir a transmissão do coronavírus, conforme Pedro Hallal.

Texto: Diogo Rocha

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Presidente diz que eleição sem voto impresso será ‘farsa’ inaceitável

Presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste sábado de 'motociata' em Presidente Prudente, criticou a urna eletrônica e ameaçou não aceitar o resultado da eleição.

31 de julho de 2021

Wilson celebra o ritmo da vacinação da população em 53 municípios

Governador Wilson Lima comemorou que o avanço da vacinação permitiu que 53 municípios já tenham vacinado ou estejam vacinando toda a população adulta alvo do PNI.

31 de julho de 2021

Vice do TRE-AM critica Bolsonaro e alerta para ‘clima de guerra’

Desembargador Jorge Lins falou ao RealTime1 sobre as acusações do presidente de eleições fraudadas e o clima de intranquilidade que elas trazem a paz social no País.

31 de julho de 2021

Pazuelo mentiu sobre o TrateCov na CPI, atesta análise do TCU

Conclusão dos técnicos do TCU desmente argumento apresentado pelo ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello à CPI da Covid de que a plataforma teria sido adulterada por hackers.

31 de julho de 2021

PF deve retomar investigação sobre interferência de Bolsonaro

Decisão é do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes. Inquérito apura se o presidente tentou interferir na Polícia Federal, buscando proteger os filhos.

31 de julho de 2021

Bolsonaristas promovem manifestação em apoio ao voto impresso

Grupo Conservador Amazonas espera reunir, neste domingo, na avenida das Torres, apoiadores da proposta defendida pelo presidente em transmissão ao vivo nesta quinta-feira.

31 de julho de 2021

CPI vai analisar 28 requerimentos que envolvem amazonenses

Destaque na lista de requerimentos, está o pedido contra o deputado estadual Fausto Júnior (MDB), a mãe dele, a conselheira do Tribunal de Contas do Estado, Yara Lins.

31 de julho de 2021

MPAM recomenda exoneração de 35 servidores públicos em Itapiranga

A recomendação é dirigida à prefeita, ao presidente da Câmara Municipal e a agentes que detenham a atribuição de nomear e de exonerar ocupantes de cargos comissionados.

30 de julho de 2021