fbpx

sábado, 23 de outubro de 2021

CMM tem R$ 50 milhões de sobras orçamentárias do exercício de 2020

Valor das sobras poderia ser devolvido à Prefeitura de Manaus. Orçamento da Câmara Municipal em 2020 foi de R$ 168,6 milhões; Casa gastou R$ 118,2 milhões.

1 de outubro de 2021

Compartilhe

O repasse mensal da Prefeitura à CMM foi de R$ 14 milhões. Ainda conforme o relatório, R$ 108 milhões foram gastos com pessoal. (Foto: Foto Robervaldo Rocha)

O orçamento de 2020 da Câmara Municipal de Manaus (CMM) teve R$ 50 milhões de sobras. Esse é o valor que a Casa deixou de usar no exercício orçamentário passado e que poderia ser devolvido à Prefeitura Municipal de Manaus (PMM).

Segundo o relatório de gestão fiscal disponível na aba de transparência do site da CMM, a Câmara gastou, no período de janeiro a dezembro de 2020, R$ 118,2 milhões. A Lei Orçamentária Anual (LOA) aprovada em dezembro de 2019, que fixa em 6,2 bilhões o orçamento do município para o ano seguinte, reservou R$ 168,6 milhões à CMM.

O repasse mensal da Prefeitura à CMM foi de R$ 14 milhões. Ainda conforme o relatório, R$ 108 milhões foram gastos com pessoal.

No ano passado, a Câmara Municipal era presidida pelo vereador Joelson Silva (Patriota). Com a eleição da atual legislatura, em janeiro, o vereador David Reis (Avante) ascendeu à presidência do Legislativo municipal propondo a construção de um prédio anexo que custaria R$ 32 milhões aos cofres da Casa.

Nesta semana, Reis sinalizou que vai desistir definitivamente do “puxadinho”. A decisão vem depois que ele travou uma disputa judicial com os vereadores Rodrigo Guedes (PSC) e Amom Mandel (sem partido) pela construção do anexo.

O que mais pesou no recuo do chefe da Mesa Diretora foi a decisão judicial da desembargadora Socorro Guedes do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) que na última sexta-feira (24), recusou recurso da Câmara para retomar o andamento da licitação do prédio.

Guedes já chegou a cobrar de David Reis que o vereador devolva o excedente orçamentário do ano anterior à Prefeitura. Nas últimas duas semanas, Reis evitou aparecer no plenário Ruy Araújo, passando o controle dos trabalhos legislativos nesse período ao 1° vice-presidente, vereador Wallace Oliveira (Pros).

O RealTime1 perguntou da Câmara qual é o número exato de sobras orçamentárias no exercício anterior passado e também questionou o que a Casa faz com o excedente. A reportagem não recebeu nenhum retorno da assessoria até o momento.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Após viagens na pandemia e diagnóstico de Covid-19, Assis volta à CMM

Vereador chamava a atenção de pessoas por aglomerações e o não uso de máscara, mas na Pandemia emendou duas viagens seguidas em agosto e voltou pra Manaus com Covid-19.

22 de outubro de 2021

Ex-ministro Esteves Colnago assumirá Secretaria de Tesouro e Orçamento

A nomeação foi confirmada há pouco pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em declaração conjunta ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

22 de outubro de 2021

Presidência ou Senado? Sérgio Moro confirma filiação ao Podemos

O ex-juiz deve decidir se concorrerá à Presidência ou ao Senado em breve. A expectativa dentro do partido é que Moro concorra ao Palácio do Planalto.

22 de outubro de 2021

Precatórios: mudanças no teto de gastos, vacinas e Auxílio Brasil

O relator, deputado Hugo Motta, destacou que a aprovação é importante para garantir o Auxílio Brasil, com a previsão de R$ 400 para atender 17 milhões de famílias em 2022.

22 de outubro de 2021

Magistrados do TJAM custaram quase 50 mil em 2020, diz CNJ

Relatório Justiça em Números, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça, apresenta números detalhados da atividade dos tribunais brasileiros em 2020.

22 de outubro de 2021

Grupo Samel se posiciona sobre estudo com a proxalutamida

Diretoria do grupo Samel explicou, em direito de resposta obtido na Justiça contra o jornal O Globo, qual papel da empresa na pesquisa com medicamento proxalutamida.

22 de outubro de 2021

Senado aprova PL que prevê repasse de R$ 2 bilhões para Santas Casas

As entidades a serem beneficiadas são aquelas que complementam as operações do SUS, recebendo demandas do sistema público. O texto ainda precisa ser votado na Câmara.

22 de outubro de 2021

Governo pede correção na autorização de empréstimo de R$ 452 milhões

Governo alegou que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) solicitou garantias mais sólidas para a celebração do contrato entre as partes.

22 de outubro de 2021