fbpx

sábado, 28 de maio de 2022

Capitão Alberto Neto e Delegado Pablo silenciam sobre prejuízo à ZFM

Os deputados 'bolsonaristas' não se manifestaram sobre decretos: um zera o IPI de concentrados e o outro amplia a redução da alíquota deste mesmo imposto de 25% para 35%.

29 de abril de 2022

Compartilhe

Os dois deputados estrearam nesta legislatura aproveitando a 'onda bolsonarista' e, até hoje, defendem ou não comentam as decisões tomadas pelo presidente (Foto: Reprodução)

Num dia em que os parlamentares voltam seus discursos contra os ataques que a Zona Franca de Manaus têm sofrido do Governo Jair Bolsonaro (PL), os deputados federais Capitão Alberto Neto (PL) e Delegado Pablo (União Brasil) silenciaram e optaram por seguir a agenda no interior do Amazonas, nesta sexta-feira (29), como se nada tivesse acontecendo.

Os dois deputados estrearam nesta legislatura aproveitando a ‘onda bolsonarista’ e, até hoje, defendem ou não comentam as decisões tomadas pelo presidente – mesmo que elas prejudiquem o desenvolvimento socioeconômico do Estado.

Até às 14h30, nem mesmo nas redes sociais deles, foi possível visualizar algum posicionamento acerca dos decretos que ferem de morte o modelo Zona Franca de Manaus (ZFM): um zera o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de concentrados e o outro amplia a redução da alíquota deste mesmo imposto de 25% para 35%, sem excepcionalizar os produtos fabricados no Polo Industrial de Manaus.

Capitão Alberto Neto, por exemplo, desde às primeiras horas do dia registra sua passagem pela cidade de Manacapuru, onde lançou um projeto social e visitou a obra de construção de uma creche que, segundo ele, é resultado de um direcionamento das suas emendas.

Pablo optou por registrar sua ida a Tefé.

Da Redação

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Edson Fachin diz que acatar resultado da eleições é inegociável

Em várias ocasiões, o presidente Jair Bolsonaro deu a entender que não aceitará outro resultado que não seja a sua vitória em outubro deste ano.

27 de maio de 2022

Terra Yanomami demarcada há 30 anos vê crescimento de garimpo

Bolsonaro é um defensor da mineração em terras indígenas, apesar da visível destruição e dos problemas que o garimpo ilegal leva para essas áreas socioambientais protegidas.

27 de maio de 2022

Radicalização explica revés de Bolsonaro no Datafolha, diz Lira

Pesquisa Datafolha divulgada nessa quinta-feira (26) mostra que Lula lidera a disputa presidencial com 48% das intenções de voto no primeiro turno, ante 27% de Bolsonaro.

27 de maio de 2022

Ex-militante defende que esquerda deve apostar na rebeldia de jovens

O advogado George Tasso avalia que hoje "falta formação política nas bases da educação e do trabalho para a esquerda avançar pelas ruas de Manaus e reconquistar espaço".

27 de maio de 2022

Como em 2018, vereadores querem fazer CMM de trampolim este ano

Nas eleições de 2018, oito vereadores da legislatura 2016-2020 foram eleitos deputados estaduais e um para o Senado. Políticos aproveitam a visibilidade do cargo.

27 de maio de 2022

Livre de acusação por crise de oxigênio, Pazuello visita obras em Manaus

Na manhã desta sexta-feira (27), Pazuello acompanhou o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) e o governador Wilson Lima (UB) que visitaram obras de asfaltamento.

27 de maio de 2022

Projeto que limita ICMS deve ter tramitação lenta, avaliam senadores

Senadores avaliam que a proposta que fixa o ICMS de combustívveis e energia em 17%, aprovada pela Câmara dos Deputados, deverá deixar um grande rombo nos cofres regionais.

27 de maio de 2022

Petrobras e Minas e Energia devem explicar alta dos combustíveis na Câmara

Sidney Leite propôs audiência para discutir as constantes subidas nos preços dos combustíveis e a inflação com o presidente da Petrobras e o ministro de Minas e Energia.

27 de maio de 2022