fbpx

terça, 18 de janeiro de 2022

Bolsonaro ignora caos na saúde e não prioriza vacinação em Manaus

Doses recebidas pelo AM devem ser aplicadas prioritariamente e obrigatoriamente nos indígenas aldeados. Apenas 36% dos profissionais de saúde devem ser imunizados em Manaus.

19 de janeiro de 2021

Compartilhe

Governo Federal atende Informe Técnico da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 (Foto: Reprodução)

Todo o caos que Manaus tem vivido há quase uma semana, incluindo a falta de oxigênio nas unidades hospitalares, ainda não foi suficiente para sensibilizar o presidente Jair Bolsonaro na priorização do Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19.

Não há expectativas de quando Manaus conseguirá respirar, literalmente, aliviada.

Exemplo disso foi a quantidade reduzida das doses destinadas para a capital amazonense, que mesmo em meio ao colapso da saúde, sequer conseguirá imunizar os profissionais que estão na linha de frente do combate ao coronavírus, quiçá a população.

Responsável pela distribuição das vacinas para a capital e os 61 municípios do interior, o governo do Estado está sendo obrigado a respeitar as diretrizes determinadas pelo Ministério da Saúde.

A determinação é respeitar as prioridades da primeira fase do plano. E a prioridade das prioridades é promover a vacinação dos índios aldeados do Estado.

Maior população indígena do Brasil

O Amazonas possui a maior população indígena do Brasil, com aproximadamente 240 mil índios.

Das 250 mil doses destinadas ao Amazonas, portanto, 211.348 estão sendo destinadas aos municípios para a imunização dos 100.642 indígenas que vivem em aldeias.

Para a distribuição das doses foi respeitada a prioridade número um do Plano de Imunização, os indígenas aldeados indicados pelos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs), da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde.

Portanto, para atender aos indígenas e minimizar a pandemia do Estado, imunizando pelo menos o segundo grupo prioritário da primeira fase: os profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate, seriam necessárias 181.350 doses.

Para amenizar esse “equívoco” Manaus aguarda a chegada das 50 mil doses de vacinas prometidas pelo governador de São Paulo, que só será suficiente para imunizar 25 mil profissionais de saúde e que ainda devem ser divididas para todos os municípios.

O Amazonas possui hoje, segundo o levantamento feito pelo governo do Estado, uma população de 86.357 trabalhadores da saúde.

Da Redação

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Sabá Reis, secretário da Semulsp, testa positivo para a Covid-19

Sabá é o terceiro secretário de David Almeida que testa positivo para a Covid nos últimos cinco dias. No dia 13, os titulares da Semcom e Semsa também testaram positivo.

18 de janeiro de 2022

Quadro pandêmico e período de chuvas faz CMM antecipar retorno das férias

O presidente David Reis disse que o momento pede que os vereadores se unam às demais autoridades para enfrentar novo quadro da Covid e ajudar pessoas afetadas pelas chuvas.

18 de janeiro de 2022

Prefeito de Rio Preto diz que ‘religião e bolsonarismo’ boicotam vacinação

Anderson Sousa disse que em Rio Preto da Eva tem dado suporte à vacinação até na zona rural, mas que o empecilho tem sido os líderes religiosos que são contra a vacina.

18 de janeiro de 2022

Municípios com baixo índice de vacinação faltam em reunião com Wilson Lima

Reunião vem após fala do governador sobre preocupação com índices de vacinação. Alguns prefeitos culparam a internet como responsável por falhas na atualização dos números.

18 de janeiro de 2022

Governo anuncia retorno do Vacina Amazonas em Iranduba para este sábado

O anúncio foi feito pelo governador Wilson Lima como uma das medidas para que os municípios do interior avancem no número de pessoas vacinadas em todo o Amazonas.

18 de janeiro de 2022

Mário de Mello e Josué Neto vão julgar contas do Governo e Prefeitura

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) definiu os relatores das contas do governador Wilson Lima e do prefeito de Manaus, David Almeida, para o exercício de 2022.

18 de janeiro de 2022

Vanda Witoto entra no Rede para fortalecer candidaturas indígenas

Vanda Witoto filia-se à Rede Sustentabilidade para fortalecer candidaturas indígenas em defesa dos povos tradicionais da floresta e da representatividade das mulheres.

18 de janeiro de 2022

MPs e Defensorias recomendam passaporte vacinal ‘geral’ no AM

Para os MPs e Defensorias, não há justificativa na exceção para que os estabelecimentos em geral fiquem sem exigir a comprovação vacinal contra a Covid-19 dos clientes.

18 de janeiro de 2022