fbpx

quinta, 18 de agosto de 2022

Bate-boca entre Fausto Junior e Sinésio atrapalha sessão da Aleam

O embate entre Fausto Junior e Sinésio Campos obrigou o presidente da Aleam, deputado Roberto Cidade a suspender a sessão, que deverá ser concluída nesta quinta-feira (7).

6 de outubro de 2021

Compartilhe

Deputados se exaltaram durante sessão da Aleam nesta quarta-feira (6) (Foto: Reprodução)

A sessão plenária desta quarta-feira (6) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) foi marcada por bate-boca entre os deputados Fausto Junior (MDB) e Sinésio Campos (PT). Os dois trocaram acusações durante a leitura da pauta de votações. A confusão começou quando Fausto, que estava como secretário na sessão, lia o item de número 25 que trata a transformação da Fundação de Dermatologia Tropical e Venereologia Alfredo da Matta em Fundação Hospitalar.

O petista acusou o secretário de ter pulado o item e acusou Fausto de manipular a pauta.

”Eu não aceito o secretário que nem é secretário, o senhor está manipulando a pauta”.

O presidente da Casa, deputado Roberto Cidade (PV) pediu calma dos parlamentares, mas o pedido não surtiu efeito. Mesmo após ter o microfone desligado, Sinésio continuou dizendo não aceitar manipulações.

“Não aceito a manipulação dele. Para retirar de pauta um item, algum deputado tem que se posicionar, e eu não estou vendo nenhum deputado se posicionar”, disse Sinésio.

Fausto rebateu a declaração e pediu questão de ordem para que pudesse se pronunciar sobre o fato. Os ânimos ficaram ainda mais exaltados na sessão.

Fausto disse que a divergência de ideias é algo natural do parlamento, mas a falta de respeito não. O parlamentar disse ainda que não agrediria fisicamente o colega parlamentar.

”Vossa Excelência não tem medo de pegar porrada, mas por motivos óbvios eu não iria para a porrada com você. Eu peço que a diretoria médica possa trazer um tranquilizante, porque ele está para ter um infarto”, ironizou Fausto Junior.

Minutos depois, já mais calmo, Fausto esclareceu o fato dizendo que pulou o item porque “o presidente havia anunciado que o item estava retirado de pauta”.

“Não foi minha decisão”, concluiu.

O imbróglio foi tamanho que, às 13h, o deputado Roberto Cidade suspendeu a sessão por um período de 30 minutos. No entanto, apenas 50 minutos depois a sessão foi retomada, pela terceira vez nesta quarta-feira.

No retorno da sessão, Cidade anunciou apenas que a votação da redação final e promulgação dos itens aprovados seriam feitas esta quinta (7).

Cenário atípico

As votações, que geralmente são rápidas, na sessão desta quarta tiveram um cenário atípico.

Só para discutir o primeiro item da pauta, que tratava sobre o veto governamental que proíbe a apreensão de veículos por débitos de IPVA nas ações e operações realizadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), sem o devido processo legal, os deputados demoram pelo menos uma hora nas discussões.

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Projeto de Lei na CMM quer evitar mudança no nome de ruas em Manaus

Vereador denuncia que as alterações servem apenas para suprir os interesses de políticos locais, que priorizam homenagens a familiares de agentes políticos.

17 de agosto de 2022

TRE-AM obriga apoiadores de Bolsonaro a retirarem outdoors contra Lula

Outdoors com propaganda eleitoral foram retirados, por decisão do TRE-AM, em Itacoatiara. A divulgação do conteúdo nesse tipo de mídia é vedada por Lei.

17 de agosto de 2022

Podcast ‘OBSERVATÓRIO POLÍTICO – Eleições 2022’ estreia nesta quinta

Primeiro programa da parceria RealTime1 e Comitê de combate à Corrupção do AM vai detalhar a "Carta de Compromisso" que os candidatos majoritários do Estado estão assinando.

17 de agosto de 2022

Confira o TOP5 dos parlamentares federais e estaduais nas redes sociais

O levantamento das 5 melhores performances de parlamentares federais e estaduais do Amazonas nas redes sociais está sendo feito semanalmente pelo RealTime1.

17 de agosto de 2022

Para 41%, Bolsonaro tem gestão negativa, aponta pesquisa Quaest

Avaliação da gestão de Bolsonaro oscilou pouco, dentro da margem de erro, em relação à pesquisa anterior da Quaest, quando 43% achavam negativa e 27%, positiva.

17 de agosto de 2022

No Amazonas, 19 candidatos levam títulos religiosos para o nome de urna

De acordo com a plataforma Divulgacand, as denominações "pastor" e "pastora" são as mais utilizadas pelos candidatos da comunidade evengélica, com 11 registros.

17 de agosto de 2022

Amazonino e Wilson convocam seguidores a mudar foto do perfil

A estratégia é uma tentativa de aproximar os eleitores, gerar identificação e demonstrar apoio à campanha. Wilson usou as cores da sua campanha e Amazonino o azul e vermelho.

17 de agosto de 2022

Candidatos registram nomes inusitados para chamar atenção do eleitor

Chico Bento, Maria Bonita, Papaleguás, Babalu, Vanessa da ZL, Velho do Rio do Lago do Ubim, Neiva do Ceú são alguns dos nomes de urna escolhidos por candidatos no Amazonas.

17 de agosto de 2022