fbpx

quarta, 01 de dezembro de 2021

“Baixo orçamento é oriundo de Arthur Neto”, culpa Antônio Stroski

Titular da secretaria de meio ambiente disse que política de "encolhimento" de antecessor foi responsável pelo atual orçamento de R$ 17,1 milhões em 2022.

23 de outubro de 2021

Compartilhe

Para os próximo quarto anos, em média, a pasta vai receber no período R$ 17,1 milhões, conforme consta no Plano Plurianual (PPA), que estabelece objetivos de médio prazo. (Foto: Divulgação)

O secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Antônio Stroski, disse ao RealTime1 que o baixo orçamento da secretaria para 2022 é devido ao “encolhimento” da pasta iniciado ainda na gestão ex-prefeito de Manaus Arhtur Neto (PSDB).

Sem especificar, Stroski adiantou que já teve conversas com o prefeito David Almeida para elevar a dotação orçamentária da secretaria, que vai receber para o exercício de 2022 R$ 17,1 milhões. Ele negou que não tenha sido consultado durante a formulação da lei orçamentário anual (LOA).

A recomposição orçamentária anunciada pelo secretário deve contar com recursos de emendas parlamentares. “Esses números que foram colocados vão ser alterados para mais. A própria pandemia impôs uma atenção especial para a saúde. Temos um dialogo muito bom com a Câmara e a gente vai conversar com os vereadores”, contou.

Para os próximo quarto anos, em média, a pasta vai receber no período R$ 17,1 milhões, conforme consta no Plano Plurianual (PPA), que estabelece objetivos de médio prazo.

A Prefeitura vai repassar a Semmas R$ 16,4 milhões em 2023, R$ 17,3 milhões em 2024 e R$ 17,5 milhões no ano de 2025. Em 2021, a pasta ficou com um orçamento de R$ 16,6 milhões, aprovado no ano passado ainda na legislatura anterior da Câmara Municipal de Manaus (CMM). 

Na sexta-feira passada, a Prefeitura encaminhou para analíse da Câmara a primeira Lei Orçamentária (LOA) da gestão David Almeida (Avante) com previsão orçamentária de R$ 7,1 bilhões para o ano que vem. 0,26% (R$ 17,1 milhões) da LOA é o orçamento total da Semmas para 2022 inteiro.

Texto: Jefferson Ramos

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprova PEC dos Precatórios

A PEC, que já passou pela Câmara dos Deputados, libera espaço fiscal em 2022 para o pagamento do programa social Auxílio Brasil.

1 de dezembro de 2021

Prazo para apresentação de emendas impositivas à LOA encerra hoje

O Governo estima o orçamento para o próximo ano fiscal em pouco mais de R$ 24 bilhões. Os deputados podem dispor de 1,2% da receita corrente líquida para emendas individuais.

1 de dezembro de 2021

Comissão de Educação ignora pedidos do Sinteam e frustra educadores

Sindicato que representa a categoria dos profissionais da Educação diz que a comissão não deu retorno de ofícios protocolados ao longo do ano; reajuste é uma das pautas.

1 de dezembro de 2021

STF mantém foro de Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas

A investigação que atinge o senador foi desidratada por decisões do STJ, que anulou a maior parte das provas colhidas em primeiro grau por considerar o juízo incompetente.

1 de dezembro de 2021

Deputados debatem prática de empinar moto como atividade desportiva

Deputada diz que o 'grau de moto' têm sido muitas vezes reprimido por agentes da polícia e por isso quer transformar a 'acrobacia' em esporte.

1 de dezembro de 2021

Destacando presença de deputados, Bolsonaro oficializa entrada no PL

Durante o evento, o presidente Jair Bolsonaro destacou que a cerimônia foi uma simples filiação ao partido e que não estava “lançando ninguém a cargo nenhum”.

30 de novembro de 2021

Plínio e Marcelo defendem emendas do relator e transparência na aplicação

Senador Plínio Valério e o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, defenderam o instrumento que possibilita liberação de recursos para o Estado e os municípios.

30 de novembro de 2021

Ministério Público do Amazonas vai investigar garimpagem no rio Madeira

MP-AM instalou inquérito civil público na última sexta-feira (26) para investigar "possíveis irregularidades" das balsas de garimpo que se amontoaram no Rio Madeira.

30 de novembro de 2021