fbpx

quarta, 19 de janeiro de 2022

Auditores do Trabalho entregam cargos por insatisfação a Bolsonaro

A ação reflete a insatisfação dos servidores públicos federais com o presidente Jair Bolsonaro após ele ter anunciado reajuste salarial somente para Policiais Federais.

6 de janeiro de 2022

Compartilhe

Mais de cem auditores do Trabalho entregaram os cargos após servidores do BC e da Receita (Foto: Divulgação Sinait)

Em movimento semelhante ao dos servidores do Banco Central e da Receita Federal, os auditores fiscais do Trabalho anunciaram a entrega de cargos de chefia e de coordenação. A ação reflete a insatisfação dos servidores públicos federais com o presidente Jair Bolsonaro após ele ter anunciado reajuste salarial exclusivamente para Policiais Federais.

De acordo com o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait) são mais de cem servidores que entregaram os cargos em protesto pela falta de regulamentação do Bônus de Eficiência e Produtividade. A reivindicação foi comunicada pelo Sinait ao Ministério do Trabalho e Previdência (MTP) na terça-feira (4).

Na reunião de terça, o vice-presidente da entidade, Carlos Silva, e a diretora Rosa Jorge reuniram-se com o secretário Executivo Adjunto do MTP, Ricardo Moreira, que representou o ministro, Onyx Lorenzoni, e reforçaram a cobrança pela publicação do decreto de regulamentação.

Os representantes da entidade sindical lembraram que desde 2017 o pagamento da rubrica às carreiras é feito de forma isonômica e ressaltaram que, sem chefes e coordenadores, a área de fiscalização trabalhista ficará represada.

“O governo tem que cumprir a parte dele. Outro ponto que não conseguimos entender é a razão para que a nossa minuta de decreto não esteja tramitando conjuntamente com a minuta da Auditoria Fiscal da Receita. Desde 2017 recebemos o bônus igualitariamente, nunca houve nenhum tipo de diferenciação”, pontuou o vice-presidente Carlos Silva.

Com informações do Sinait

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Sabá Reis, secretário da Semulsp, testa positivo para a Covid-19

Sabá é o terceiro secretário de David Almeida que testa positivo para a Covid nos últimos cinco dias. No dia 13, os titulares da Semcom e Semsa também testaram positivo.

18 de janeiro de 2022

Quadro pandêmico e período de chuvas faz CMM antecipar retorno das férias

O presidente David Reis disse que o momento pede que os vereadores se unam às demais autoridades para enfrentar novo quadro da Covid e ajudar pessoas afetadas pelas chuvas.

18 de janeiro de 2022

Prefeito de Rio Preto diz que ‘religião e bolsonarismo’ boicotam vacinação

Anderson Sousa disse que em Rio Preto da Eva tem dado suporte à vacinação até na zona rural, mas que o empecilho tem sido os líderes religiosos que são contra a vacina.

18 de janeiro de 2022

Municípios com baixo índice de vacinação faltam em reunião com Wilson Lima

Reunião vem após fala do governador sobre preocupação com índices de vacinação. Alguns prefeitos culparam a internet como responsável por falhas na atualização dos números.

18 de janeiro de 2022

Governo anuncia retorno do Vacina Amazonas em Iranduba para este sábado

O anúncio foi feito pelo governador Wilson Lima como uma das medidas para que os municípios do interior avancem no número de pessoas vacinadas em todo o Amazonas.

18 de janeiro de 2022

Mário de Mello e Josué Neto vão julgar contas do Governo e Prefeitura

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) definiu os relatores das contas do governador Wilson Lima e do prefeito de Manaus, David Almeida, para o exercício de 2022.

18 de janeiro de 2022

Vanda Witoto entra no Rede para fortalecer candidaturas indígenas

Vanda Witoto filia-se à Rede Sustentabilidade para fortalecer candidaturas indígenas em defesa dos povos tradicionais da floresta e da representatividade das mulheres.

18 de janeiro de 2022

MPs e Defensorias recomendam passaporte vacinal ‘geral’ no AM

Para os MPs e Defensorias, não há justificativa na exceção para que os estabelecimentos em geral fiquem sem exigir a comprovação vacinal contra a Covid-19 dos clientes.

18 de janeiro de 2022