fbpx

quinta, 02 de dezembro de 2021

Amazonas Energia nega cortes em unidades com débitos na pandemia

Empresa justifica que os cortes foram realizados apenas em unidades que estavam sem o fornecimento de energia antes e insistiram em religar na Pandemia.

17 de novembro de 2021

Compartilhe

(Foto: Divulgação/Amazonas Energia)

A coordenadora do departamento jurídico da Amazonas Energia, Sandra Maria Carvalho Farias, negou, em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Amazonas Energia, que a empresa tenha desobedecido às legislações, em especial às Leis nº 5.143/20 e nº 5.145/20, que proíbem a interrupção de fornecimento de energia elétrica por falta de pagamento enquanto durar o Estado de Calamidade Pública.

Sandra foi ouvida pela CPI na última terça-feira (16), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). Ela ressaltou que há dois momentos distintos quando o assunto é o corte de energia elétrica no Amazonas.

“Até outubro de 2020 nós não cortamos a energia das unidades que adquiriram débitos durante a pandemia, mas realizamos cortes de unidades que já estavam inadimplentes antes da crise sanitária”, afirmou.

A coordenadora jurídica disse que o entendimento da empresa mudou a partir de outubro de 2020, por conta de um Decreto do Governo do Estado.

“O Decreto de outubro de 2020 não foi totalmente prorrogado. Assim, a empresa entendeu que poderia voltar a cobrar”, declarou.

Troca de medidores sem aviso prévio

O presidente da CPI, deputado Sinésio Campos (PT), questionou Sandra Farias a respeito da observância da Lei nº 5.533/2021, que proíbe a troca de medidores de energia elétrica sem aviso prévio de 72 horas ao consumidor.

A coordenadora jurídica disse que a Amazonas Energia está ciente da Lei, mas que ela é muito recente e que a empresa ainda precisa se adequar. “Temos uma Resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que nos permite 5 anos de adequação para atender normas e regulamentos”, afirmou.

O deputado Dermilson Chagas (Podemos) questionou a depoente sobre o uso de uma Resolução para justificar o não cumprimento de uma Lei Estadual.

“Vocês esqueceram a Lei e seguiram a Resolução, é isso?”, perguntou, reforçando também que já existe uma lei anterior no Amazonas, a nº 83/2010, que exige aviso para vistoria técnica no medidor de energia. Sandra Farias respondeu que a empresa obedece à toda legislação estadual e às resoluções da Aneel, que regulamentam o serviço da concessionária.

A depoente disse ainda que há uma confusão entre vistoria técnica e inspeção técnica, que são conceitos regulamentados pela Aneel. O primeiro caso consiste numa ida à casa do consumidor antes da instalação do medidor e o segundo se refere a visitas realizadas depois que o medidor está instalado.

Deputado quer a elaboração de um PL para atualizar a legislação de 2010

O deputado Carlinhos Bessa (PV) defende a elaboração de um novo Projeto de Lei que atualize a Lei de 2010 e todo o jargão técnico estipulado pela Agência.

Da Redação, com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

BID aprova empréstimo de 80 milhões de dólares para o Prosamin+

Processo segue para o Senado para a aprovação da Operação de Crédito Internacional pela União, antes da assinatura do contrato

2 de dezembro de 2021

Plínio quer saber de onde partiu ordem de queimar flutuantes no rio Madeira

Plínio Valério acredita que o governo brasileiro, em termos de mineração, vem sendo levado a cumprir leis "paridas" na Europa por "forças estranhas".

2 de dezembro de 2021

Senado aprova André Mendonça para ocupar vaga de ministro no STF

O próximo passo para a entrada de Mendonça no STF é a publicação da decisão no Diário Oficial da União (DOU), em um decreto assinado pelo chefe do Executivo.

1 de dezembro de 2021

Comissão de Justiça do Senado aprova André Mendonça para o STF

Após 4 meses de espera, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou a indicação de André Mendonça ao STF. Placar foi de 18 votos a favor e 9 contra.

1 de dezembro de 2021

Câmara adia votação de projetos para homenagear secretário de David

O secretário de feiras Renato Júnior recebeu a medalha de ouro Guilherme Moreira na área de comércio. Sessão solene inviabilizou votação de pauta com 14 projetos de lei.

1 de dezembro de 2021

PDT flerta com Carol Braz de olho no Governo do Amazonas em 2022

Carol Braz confirmou ao RealTime1 que terá reunião nesta quinta-feira (2) com o presidente do PDT Nacional, Carlos Luppi, sobre o convite para se filiar ao partido.

1 de dezembro de 2021

Clientes devem ser notificados antes de vistoria em medidores de água ou luz

Projeto de lei foi de autoria dos deputados Sinésio Campos, Carlinhos Bessa e Dermilson Chagas, que são membros da Comissão Parlamentar de Inquérito da Amazonas Energia.

1 de dezembro de 2021

Wilson anuncia entrega da AM-070 duplicada para o dia 20 de dezembro

Governador fez o anúncio enquanto fiscalizava a pavimentação dos últimos 300 metros da estrada; próxima etapa é a instalação de 11 quilômetros de sinalização da rodovia.

1 de dezembro de 2021