fbpx

sábado, 28 de maio de 2022

Adail Filho diz que radicalismo político prejudica processo eleitoral

Postulante à uma vaga na Câmara Federal, o ex-prefeito de Coari considera a polarização entre Lula e Bolsonaro extremada e diz preferir se manter "neutro".

14 de abril de 2022

Compartilhe

Ex-prefeito de Coari, Adail Filho foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em outubro do ano passado. A Corte eleitoral acatou o argumento da candidatura derrotada de que a reeleição de Adail seria um terceiro mandato consecutivo do mesmo núcleo familiar (Foto: Divulgação)

Apesar de ter se filiado recentemente ao Republicanos, partido que integra a base de apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL) no Congresso Nacional, o pré-candidato a deputado federal, Adail Filho, afirmou que não o apoia na disputa presidencial. O mesmo vale para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Para Adail, o radicalismo político prejudica o processo eleitoral.

“A polarização em torno da disputa pela presidência também é algo prejudicial. Portanto, eu não me vejo apoiando nenhum dos candidatos porque isso estaria incentivando ainda mais a briga entre os extremistas”, disse o pré-candidato, que já têm visitado outros município do Amazonas, além de Coari, cidade de domínio da Família Pinheiro.

Quando questionado sobre quem apoiaria para o Governo do Estado, Adail Filho disse que “essa decisão será avaliada pela presidência nacional do partido. Vamos caminhar para apoiar o que acreditamos ser melhor para o Amazonas”, frisou.

Ao RealTime1, Adail confirmou ainda que, já na próxima semana, há uma prévia de que 20 cidades do interior do Amazonas sejam visitadas com o intuito de somar forças à sua candidatura.

“Eu sempre tive uma ótima relação com todos os municípios. Aonde vou, as pessoas reconhecem o meu trabalho. Elas entendem que a minha pré-candidatura é viável e necessária para o Amazonas, porque sabem que a Câmara Federal precisa de alguém que conheça as necessidades do interior e das regiões periféricas da capital”, pontuou, ressaltando que já esteve em Manacapuru e Itacoatiara, dois grandes colégios eleitorais do Estado.

Pauta atual no Congresso

Questionado sobre a redução linear de 25% do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), decisão tomada por Bolsonaro, que prejudicou a competitividade da Zona Franca de Manaus (ZFM), Adail Filho foi cauteloso e reconheceu a gravidade da medida, mas sem citar exemplos, pregou também que o Estado não pode ficar mais dependente somente deste modelo econômico.

“A redução do IPI foi uma falta de respeito com os nossos trabalhadores e com todo o Estado, além de um afronta a nossa economia. Mas eu também acredito que o nosso Estado não pode depender somente da ZFM, temos que ter alternativas socioeconômicas para ter independência econômica, sem ficar à mercê de uma decisão tomada por alguém que muitas vezes não conhece a realidade daqui”, respondeu o pré-candidato.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Edson Fachin diz que acatar resultado da eleições é inegociável

Em várias ocasiões, o presidente Jair Bolsonaro deu a entender que não aceitará outro resultado que não seja a sua vitória em outubro deste ano.

27 de maio de 2022

Terra Yanomami demarcada há 30 anos vê crescimento de garimpo

Bolsonaro é um defensor da mineração em terras indígenas, apesar da visível destruição e dos problemas que o garimpo ilegal leva para essas áreas socioambientais protegidas.

27 de maio de 2022

Radicalização explica revés de Bolsonaro no Datafolha, diz Lira

Pesquisa Datafolha divulgada nessa quinta-feira (26) mostra que Lula lidera a disputa presidencial com 48% das intenções de voto no primeiro turno, ante 27% de Bolsonaro.

27 de maio de 2022

Ex-militante defende que esquerda deve apostar na rebeldia de jovens

O advogado George Tasso avalia que hoje "falta formação política nas bases da educação e do trabalho para a esquerda avançar pelas ruas de Manaus e reconquistar espaço".

27 de maio de 2022

Como em 2018, vereadores querem fazer CMM de trampolim este ano

Nas eleições de 2018, oito vereadores da legislatura 2016-2020 foram eleitos deputados estaduais e um para o Senado. Políticos aproveitam a visibilidade do cargo.

27 de maio de 2022

Livre de acusação por crise de oxigênio, Pazuello visita obras em Manaus

Na manhã desta sexta-feira (27), Pazuello acompanhou o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) e o governador Wilson Lima (UB) que visitaram obras de asfaltamento.

27 de maio de 2022

Projeto que limita ICMS deve ter tramitação lenta, avaliam senadores

Senadores avaliam que a proposta que fixa o ICMS de combustívveis e energia em 17%, aprovada pela Câmara dos Deputados, deverá deixar um grande rombo nos cofres regionais.

27 de maio de 2022

Petrobras e Minas e Energia devem explicar alta dos combustíveis na Câmara

Sidney Leite propôs audiência para discutir as constantes subidas nos preços dos combustíveis e a inflação com o presidente da Petrobras e o ministro de Minas e Energia.

27 de maio de 2022