fbpx

sábado, 17 de abril de 2021

Projeto de lei promete fôlego na retomada do setor de eventos

Proposta cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos e prevê medidas como o parcelamento de débitos com o Fisco federal e auxílio à manutenção da mão de obra.

4 de março de 2021

Compartilhe

Projeto de Lei prevê auxílio ao setor de eventos. (Foto: Reprodução)

Empresários do segmento de eventos comemoram a aprovação do Projeto de Lei nº 5638/20 pela Câmara dos Deputados.

A ementa cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse) e prevê o parcelamento de débitos com o fisco federal, além de outras medidas para compensar a perda de receita em razão da pandemia de Covid-19.

O texto, de autoria do deputado Felipe Carreras (PSB-PE), foi aprovado na quarta-feira (3) e segue para votação no Senado Federal.

Para a diretora da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape) no Norte e proprietária da empresa Fábrica de Eventos, Bete Dezembro, a aprovação do projeto é uma vitória.

Ela afirma que o texto foi criado pela associação junto com o deputado Felipe Carreras, trabalho que foi seguido por inúmeras reuniões para discussão sobre o tema.

“Esse projeto de lei traz esperança aos empresários e trabalhadores do setor de produção de eventos que foi o primeiro a ter as atividades interrompidas e o último que retornará à atuação por conta da pandemia. Sem auxílio o empresário fica impossibilitado de enfrentar esse momento e conseguir retornar ao trabalho”, frisa.

“Agora, o empresário conseguirá recontratar a mão de obra”, completou.

R$ 90 bilhões em faturamento

Segundo Bete, o setor de eventos no país é responsável por 4% do Produto Interno Bruto (PIB) e responde por R$ 90 bilhões em faturamento, com a geração de cerca de 200 mil empregos. Ela, no entanto, não soube informar números do Amazonas.

De acordo com o empresário DJ Evandro Júnior, o projeto atende ao pleito do setor.

“É uma proposta que beneficia a todos por meio de redução de impostos e concessão de linha de crédito, além de auxílio à manutenção do emprego. São medidas importantes para a retomada do setor”, avaliou.

Benefícios tributários e empregos

Haverá alíquota zero do PIS/Pasep, da Cofins e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) por 60 meses e a extensão, até 31 de dezembro de 2021, do Programa Emergencial de Acesso a Crédito (Peac) para as empresas do setor.

Outro benefício é a prorrogação, até 31 de dezembro deste ano, do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, que garante o pagamento, pelo governo federal, de uma parte do seguro-desemprego ao trabalhador que teve o contrato de trabalho suspenso ou reduzido (salário e carga horária).

Reportagem: Priscila Caldas

Leia mais:

Leia mais sobre Negócios

Mais de 40% dos contribuintes enviaram declaração do Imposto de Renda

Prazo começou em 1º de março e vai até as 23h59min do dia 31 de maio. Data limite foi adiada por conta das dificuldades no recolhimento de documentos impostas pela pandemia.

17 de abril de 2021

Senac AM lança projeto para reconectar pessoas com o mercado de trabalho

Projeto “Reconexão com o mercado de trabalho” terá início nesta segunda-feira (19) e segue durante a primeira semana de maio, em menção ao Dia do Trabalhador (1º).

17 de abril de 2021

‘Auxílio Empreendedor’ recebe mais de 2 mil cadastros no primeiro dia

Benefício irá contemplar permissionários, empreendedores e informais já cadastrados no sistema municipal, ativos e com registro atualizado nas galerias populares.

17 de abril de 2021

General Silva e Luna é confirmado no comando da Petrobras

Ex-ministro da Defesa e ex-diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Joaquim Silva e Luna substitui o economista Roberto Castello Branco na presidência da Petrobras.

16 de abril de 2021

Demanda por voos no Aeroporto de Manaus tem redução de 36% em março

Conforme Infraero, no ano, a demanda por voos no estado apresenta o segundo resultado negativo consecutivo. Abear afirma que o setor é afetado pelo agravamento da pandemia.

16 de abril de 2021

Diesel apresenta reajuste de 3,60% e gasolina 1,97% no preço do litro ao distribuidor

Gasolina sofre reajuste de 1,97% do preço médio por litro e sem tributação entre os dias 15 e 16 do mês de abril, passou de R$2,58/litro para R$2,63/litro.

16 de abril de 2021

LG garante assistência mesmo após fechamento da unidade de celulares

Empresa dará continuidade na fabricação de telefones durante o segundo trimestre de 2021 para cumprir as obrigações contratuais com operadoras. Apoio técnico está mantido.

16 de abril de 2021

Sem verba, Suframa descarta realização da Feira Internacional da Amazônia

As oito edições da Feira Internacional da Amazônia representaram a principal vitrine de divulgação e formalização de negócios do PIM. Última edição aconteceu no ano de 2015.

16 de abril de 2021