fbpx

quarta, 24 de fevereiro de 2021

União libera R$ 408 milhões para eventos de cultura e entretenimento

Anúncio foi feito nesta terça-feira pelo secretário Especial da Cultura, Mário Frias. Recursos serão disponibilizados por meio de linhas de crédito do BNDES.

10 de fevereiro de 2021

Compartilhe

Objetivo é diminuir impactos no segmento que foi o mais impactado pela pandemia (Foto: Reprodução)

O Governo Federal vai destinar R$ 408 milhões em recursos para empresas do setor de eventos de cultura e entretenimento no país, o mais impactado pela pandemia do coronavírus.

O anúncio foi feito nesta terça-feira (9) pelo secretário Especial da Cultura, Mário Frias, e pelo secretário Nacional de Fomento e Incentivo à Cultura da, André Porciuncula, durante a Assembleia Geral da Associação Brasileira de Promotores de Eventos (Abrape), em Brasília. 

Os recursos serão destinados por meio de linhas de crédito do BNDES.

“A proposta é de que o acesso seja facilitado por fundos garantidores, com carência de dois anos, juros de 0,8%. É uma solução emergencial para que estas famílias que dependem do setor não fiquem sem sustento”, explicou Porciuncula.

Setor paralisado

O segmento está com as atividades completamente paralisadas pela pandemia e mais de 450 mil postos de trabalhos formais, entre diretos e indiretos,  já foram exterminados. 

O secretário de Fomento e Incentivo à Cultura disse, ainda, que a Abrape poderá ser parceira no processo, ampliando o número de empresas inseridas na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAES) que possam acessar os créditos.

Adiantou, ainda, que a liberação deve ocorrer ainda neste primeiro semestre. 

“Ficamos preocupados demais com este setor e construímos a ideia de fazer uma linha de crédito semelhante ao que lançamos para a área do cinema. Já conversei com o presidente e estamos pensando em outras soluções”, frisou  Mário Frias.

Leia mais:

Leia mais sobre Economia

Em três anos, Bolsonaro e Guedes acumulam ataques à Zona Franca

Desde 2019, além do polo de bicicletas, segmentos de concentrados e eletroeletrônicos do PIM também já foram ameaçados por decisões tomadas por Bolsonaro e Paulo Guedes.

24 de fevereiro de 2021

‘Desconhecimento’ de Guedes sobre Zona Franca surpreende indústria

Para Federação das Indústrias, o ministro Paulo Guedes não pode afirmar que desconhece a economia local, pois a Suframa é ligada à sua pasta.

24 de fevereiro de 2021

Receita libera programa da declaração do Imposto de Renda 2021

Programa de preenchimento e de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2021 estará disponível a partir das 8h desta quinta-feira. Prazo vai até 30 de abril.

24 de fevereiro de 2021

Indústria de Manaus está otimista quanto a investimentos

Empresários valorizam o incremento no número de projetos e apostam na vacinação para reiterar o combate à pandemia e retomada da economia.

24 de fevereiro de 2021

Índice de Confiança do Consumidor registra alta em fevereiro

Melhoria da confiança pode estar vinculada ao início da campanha de vacinação contra a Covid-19 e à possibilidade de pagamento de novas parcelas do auxílio emergencial.

24 de fevereiro de 2021

Preocupação é manter empregos, diz Abraciclo sobre polo de bicicleta

Decisão do governo federal de reduzir, de 35% para 20% a alíquota do Imposto de Importação para bicicletas, inviabiliza a produção nacional.

23 de fevereiro de 2021

Reestruturação pode fechar agências do Banco do Brasil no Amazonas

Reestruturação foi barrada por liminar concedida pela Justiça do Maranhão. Decisão suspende o fechamento de agências em todo o país durante o período da pandemia da Covid-19.

23 de fevereiro de 2021

Bancada do AM e Guedes devem discutir decreto que prejudica ZFM

Parlamentares vão levar ao ministro da Economia decreto legislativo que susta a redução do Imposto de Importação sobre bicicletas.

23 de fevereiro de 2021