terça-feira, 23 de julho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Luciano Hang cidadão amazonense: proposta de Fausto Jr. faz sentido?

O deputado da Assembleia também propôs título de cidadão do Amazonas ao senador governista Marcos Rogério e ao ministro da CGU, Wagner Rogério.
COMPARTILHE
Luciano Hang

O deputado estadual Fausto Júnior (MDB) da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) quer conceder Título de Cidadão do Amazonas ao empresário bolsonarista Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, ao senador governista Marcos Rogério (DEM-RO) e ao ministro da Controladoria Geral da União (CGU), Wagner Rosário.

Os candidatos ao título de cidadão amazonense são integrantes do bolsonarismo e defensores do tratamento precoce, grupo de medicamentos sem comprovação científica para o tratamento de Covid-19.

Wagner Rosário é investigado pela CPI por suspostamente ter prevaricado no caso do superfaturamento da compra da vacina Covaxin. Quando depôs na CPI, em setembro, incomodado com questionamentos da senadora Simone Tebet (MDB- MS), Rosário mandou Tebet reler o contrato de compra e chegou chamar a senadora de “descontrolada”.

Mãe de Luciano Hang fez tratamento precoce

No caso de Hang, o empresário disse em depoimento na CPI que se sua mãe tivesse feito tratamento precoce talvez tivesse sobrevivido. Luciano é suspeito de ter financiado disseminação de notícias falsas contra a vacina e medidas de distanciamento social.

Luciano Hang reconheceu à CPI que sua mãe fez o tratamento precoce contra a Covid-19 e, mesmo assim, faleceu. O empresário afirmou que a razão da morte por Covid não constar no atestado de óbito de sua mãe é desconhecida por ele.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Já o governista Marcos Rogério se tornou conhecido por fazer defesas enfáticas das medidas de combate à Covid-19 do governo Bolsonaro. Chegou até repetir um vídeo descontextualizado de abril de 2020 em que governadores apostavam em remédios como cloroquina para a Covid. Naquele momento, por falta de evidência científica, a cloroquina se tornou uma possibilidade de tratamento.

Um estudo supervisionado pelo médico infectologista Marcos Lacerda da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) evidenciou que a cloroquina não tem qualquer efeito contra o coronavírus.

‘Indecência’

O cientista social Ademir Ramos chamou o movimento de Fausto Júnior de “indecência” e apostou que a maioria dos deputados não deve aprovar a propositura.

Ramos disse que é importante que a Aleam faça uma “autocrítica”, porque o momento na visão dele, não é o ideal para tais projetos. Segundo ele, os projetos pretendem incomodar o senador Omar Aziz, que preside a CPI.

“Ele (deputado) está fazendo isso para afrontar o senador Omar. Está fazendo isso como birra para desqualificar o senador. Esse moço não tem grandeza, ele envergonha a Assembleia Legislativa”, retrucou.

Em junho, Fausto Junior depôs na CPI e foi acusado de receber vantagens indevidas para não indiciar o governador Wilson Lima (PSC), quando foi relator da CPI da Pandemia no ano passado.

Procurado, o deputado disse que a contribuição dos candidatos a cidadão foi o que motivou homenageá-los com o título. Questionado, se as proposituras de cidadão amazonense seriam para incomodar Omar, respondeu que não cabe fazer suposições “com base em narrativas construídas”.

“Luciano Hang doou mais 1 milhão de reais em cilindros de oxigênio para o Amazonas no momento mais crítico da pandemia, senador marcos Rogério foi o senador que mais apresentou requerimentos para tratar das pautas do Amazonas na pandemia e o ministro Wagner do Rosário foi o ministro responsável por auditar e apontar praticamente todas as irregularidades em estados e municípios, evitando que as mesmas continuassem”, disse.

Texto: Jefferson Ramos

Leia mais:

COMPARTILHE