fbpx

sexta, 27 de maio de 2022

Compra pela internet? Consumidor também pagará imposto, afirma CDLM

Segundo a CDLM, governo federal trabalha uma normatização para tributar o consumidor ao efetuar compras pela internet. A alteração já vale para e-commerce de vinhos.

9 de fevereiro de 2022

Compartilhe

Consumidor do segmento eletrônico será tributado (Foto: Reprodução)

O consumidor que optar comprar pela internet, por meio do chamado e-commerce, deverá pagar tributos a partir dos próximos meses. O governo federal trabalha uma normatização que prevê taxas tributárias sobre os pedidos efetuados por meio eletrônico. A norma já se aplica para a compra de vinhos e deverá se estender a todos os produtos. A informação foi repassada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM).

O presidente da CDLM, Ralph Assayag, considera a medida benéfica para o setor comercial e para o país porque, a partir da nova legislação, não só as empresas serão tributadas, mas também o cidadão que efetuar compras pela internet. Ele completa que a carga tributária será dividida entre todos os atores comerciais, e entre os estados.

“Está saindo uma normatização, a nível federal, onde o consumidor pagará impostos e isso vai mexer com o diferencial do preço dos produtos por e-commerce. Essa medida já está valendo para a compra de vinhos. São mudanças legislativas e estamos estudando para ver o que vai acontecer porque em breve todo o processo de compra eletrônica vai mudar”, informou.

Lojistas do interior beneficiados

Segundo Assayag, a normatização beneficiará empreendimentos comerciais localizados no interior do estado. Ele explica que a empresa é tributada, porém, os consumidores compram os produtos por e-commerce, sem tributo, contribuindo para o fechamento do empreendimento e o desemprego.

“Qualquer empreendimento que seja montado, fisicamente, no interior do estado, quebra. Isso porque a empresa paga tributos, mas o consumidor prefere fazer pedido pela internet, sem pagar imposto. A empresa fecha e deixa pessoas desempregadas”, disse.

E-commerce é crescente no estado

Levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOMM) mostra que em 2021 as vendas eletrônicas totalizaram R$1,2 bilhão, acumulando 2,8 milhões de pedidos. O volume é superior aos R$998 milhões em vendas registrado em 2020, quando foram efetuados 2,37 milhões de pedidos.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Com R$ 195 bilhões, Receita bate recorde de arrecadação em abril

No quadrimestre (de janeiro a abril de 2022), a arrecadação da Receita Federal alcançou o valor de R$ 743,2 bilhões, o que representa um acréscimo de 11,05% pelo IPCA.

26 de maio de 2022

Redução do ICMS: Bolsonaro sinaliza veto a compensação para estados

Bolsonaro disse que compensação, prevista em projeto aprovado na Câmara que limita ICMS da energia e de combustíveis, "não tem cabimento" e que poderá vetar o dispositivo.

26 de maio de 2022

Criticado até por bolsonarista, salário mínimo de R$ 1.212 é aprovado

Valor já está em vigor desde o primeiro dia do ano, quando Bolsonaro editou a medida provisória. A proposta, no entanto, precisava ser confirmada pelo Congresso Nacional.

26 de maio de 2022

Wilson Lima anuncia investimentos de quase R$ 25 milhões para CT&I

Por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapeam), os recursos serão aplicados em sete editais, sendo seis inéditos, de programas de apoio a pesquisas científicas.

26 de maio de 2022

Para economistas, ICMS em 17% terá pouco impacto na redução de preços

Economistas acreditam que projeto que estipula teto de 17% na cobrança de ICMS não resultará em redução expressiva no preço do combustível, com queda de até 5% nos preços.

26 de maio de 2022

Novamed anuncia expansão no PIM com investimento de R$ 50 milhões

Empresa pretende aumentar a produção de 1 bilhão e 100 milhões de comprimidos/mês para 1 bilhão e 400 milhões/mês, além da garantia de cerca de 900 postos de trabalho.

26 de maio de 2022

Indígenas Tikuna participam de oficina de artesanato em Benjamin Constant

O Workshop, promovido em parceria com o Sebrae Amazonas, contou com a presença de consultores de artesanato do Ceará, do Espírito Santo, Colômbia e Brasília.

26 de maio de 2022

Caixa amplia em até 21,4% subsídio do programa Casa Verde Amarela

Percentuais vão variar de 12,5% a 21,4%. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, acréscimo varia conforme região, renda familiar e população do município.

26 de maio de 2022