fbpx

quarta, 01 de dezembro de 2021

Comércio online ganhou impulso na pandemia, aponta FGV

Levantamento da FGV afirma que o comércio varejista acelerou o processo de digitalização com maior adesão às vendas online, minimizando os impactos da pandemia.

21 de outubro de 2021

Compartilhe

Pesquisa da FGV aponta que comércio online ganhou impulso na pandemia (Foto: Reprodução)

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta que durante a pandemia o comércio varejista acelerou o processo de digitalização com maior adesão às vendas online, minimizando os impactos negativos da queda de circulação de pessoas.

Conforme o levantamento, antes da pandemia o e-commerce representava, em média, 9,2% do faturamento das lojas. Em julho de 2020 o percentual subiu para 19,8%. Enquanto em junho de 2021 a marca chegou a 21,2%.

Outro resultado significativo apontado pela sondagem é que 49,7% das empresas não faziam nenhuma venda on-line antes da pandemia. Em julho do ano passado, essa fatia tinha recuado para 28,4% e em junho deste ano estava em 20,2%.

De acordo com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDLM), Ralph Assayag, as vendas online foram alternativas em meio ao período de crise sanitária e imposições de medidas restritivas de isolamento social. Ele afirma que a tendência é que o e-commerce tenha cada vez mais representatividade nos resultados do comércio varejista.

“As vendas online ajudam muito e já começam a ser representativas. Algumas empresas chegam a vender até 30% por meio eletrônico. Mas no cômputo geral a média dessa modalidade está entre 7% a 10% do total de vendas”, informou o empresário.

Levantamentos da CDLM relacionados às intenções de compra do consumidor em datas comemorativas, neste ano, apontaram o e-commerce como um dos meios mais utilizados para as compras, após o presencial no centro da cidade e nos shoppings centers.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Carnaval e Covid: empresários temem perder mais vidas e não vendas

Empresários consideram que o possível cancelamento do carnaval poderá afetar o faturamento dos setores. Porém, destacam que o momento é de prevenção à saúde pública.

1 de dezembro de 2021

Garimpo no Madeira expõe falta de alternativas no interior, diz Sidney Leite

Segundo Sidney Leite, a cadeia produtiva da mineração beneficia a mais de 38 mil famílias que trabalham na calha do Madeira, principalmente nas proximidade de Humaitá.

30 de novembro de 2021

No Brasil, desemprego cai 1,6 ponto percentual e atinge 12,6%

Número de pessoas em busca de emprego no país recuou 9,3% e, com isso, chegou a 13,5 milhões. Os ocupados tiveram um crescimento de 4%, alcançando 93 milhões de pessoas.

30 de novembro de 2021

Produtor terá acesso a linhas de crédito especiais durante Expoagro

Ao menos cinco instituições financeiras vão participar da Exposição Agropecuária ofertando linhas de crédito em condições especiais para o produtor rural do Amazonas.

30 de novembro de 2021

Desemprego cai, mas informalidade ainda atinge 59% dos amazonenses

Taxa de desocupação do estado caiu 2,3 pontos percencetuais no 3º trimestre, passando de 15,8%, entre abril e junho, para 13,4% entre julho e setembro, segundo dados do IBGE.

30 de novembro de 2021

Sob expectativa do público, Havan não tem data de inauguração em Manaus

A empresa se restringiu em informar que a unidade da Havan será inaugurada em 2022 e que os planos foram afetados pela pandemia e por reflexos no setor de construção civil.

30 de novembro de 2021

Conhecimento é vital para a sobrevivência de empresas, diz especialista

O prof. Marcelo Miyashita, um dos mais reconhecidos profissionais de marketing do país, estará em Manaus ministrando dois cursos sobre Networking e Gestão de Atendimento.

30 de novembro de 2021

Férias e 13º: proteção e lucro para o dinheiro extra que está chegando

Entrevistado na TV RealTime1, o consultor econômico Igor Queiroz lembrou que é importante definir o prazo que o dinheiro poderá ficar investido antes de escolher seu destino.

30 de novembro de 2021