fbpx

segunda, 04 de julho de 2022

Cieam reage a novo ataque contra a Zona Franca: ‘muita apreensão’

Bolsonaro determinou corte de 10% no Imposto de Importação de produtos comprados no exterior. Medida torna os importados mais atrativos e prejudica competitividade do PIM.

24 de maio de 2022

Compartilhe

Redução diminui a competitividade de praticamente todos os produtos da ZFM (Foto: Reprodução)

O presidente do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco, demonstrou apreensão, após o anúncio de mais uma redução de impostos que favorece a importação de produtos industrializados em detrimento da indústria nacional – e em específico, ao Polo Industrial de Manaus (PIM).

De acordo com empresário, a redução de 10% no Imposto de Importação sobre produtos comprados no exterior, anunciada nesta segunda-feira (23) pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), retira a competitividade de praticamente todos os produtos da Zona Franca de Manaus (ZFM), já que se trata de um corte horizontal do tributo.

Ele reforça ainda o argumento de que, a exemplo do que acontece com a redução de 35% da alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), a nova medida adotada pelo Ministério da Economia inviabiliza toda a indústria nacional, uma vez que incentiva a importação de produtos que poderiam ser fabricados no Brasil.

“[Estamos sob] muita apreensão. Mais uma vez, essa decisão vai reduzindo a competitividade da indústria brasileira perante os produtos importados e aqui para nós não é diferente. É a terceira ou quarta redução que este governo promove do imposto de importação e ainda estamos batalhando com esta questão do IPI. Afeta bastante a competitividades dos produtos produzidos do Brasil e, em especial, aqui em Manaus”, lamenta Wilson Périco.

Sobre a redução do Imposto de Importação

O presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou nesta segunda-feira (23) o corte de 10% no Imposto de Importação sobre produtos comprados no exterior.

Essa é a segunda vez que o governo do presidente Bolsonaro reduz esse imposto. Desta vez, a redução engloba 6.195 códigos tarifários da NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul), mais de de 87% do universo tarifário do país. Ou seja, mais de 6 mil mercadorias serão consideradas, incluindo feijão, carne, massas, biscoitos, arroz e materiais de construção.

A medida torna os produtos importados vindos da China, que competem diretamente com os similares produzidos em Manaus, mais atrativos.

Na prática, com essa redução passa a ser mais vantajoso, por exemplo, importar uma motocicleta do que comprar o mesmo produto nacional produzido no Polo Industrial de Manaus (PIM).

O governo argumenta que a medida visa reduzir os impactos decorrentes da pandemia e do conflito na Ucrânia sobre o custo de vida da população e preços de insumos do setor produtivo.

Texto: Lucas Raposo

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

BNDES reúne bancos de desenvolvimento globais na ExpoAmazônia

Tema sustentabilidade norteou boa parte das discussões ao longo dos objetivos principais da ExpoAmazônia sediada em Manaus.

3 de julho de 2022

Alta da Selic atrai investidores para renda fixa isenta de Imposto de Renda

Com a alta da taxa básica de juros, o mercado tem oferecido aos investidores títulos emitidos por grandes empresas, sem cobrança de impostos, com retorno real.

3 de julho de 2022

Petrobras tem trabalhadores e bancos como minoritários no Governo Bolsonaro

Acionistas viraram alvo de Jair Bolsonaro em meio à crise provocada pelas conturbadas trocas de comando na Petrobras, que resiste em elevar os preços dos combustíveis.

3 de julho de 2022

Infraestrutura de conectividade pauta palestra na ExpoAmazônia

Diretor de projetos do Ministério das Comunicações disse que leitos dos rios é a forma mais sustentável de implantar cabos subfluviais para conectar internet na Amazônia.

3 de julho de 2022

Receita Federal alerta para golpe do falso IOF antecipado via Pix

A Receita Federal informa que jamais fornece dados para recolhimento de tributos ou de taxas via transferência. Os fraudadores fornecem documentos falsos de notificação.

2 de julho de 2022

Aumenta o número de brasileiros endividados acima de 60 anos

Ao todo, o país tem 66,1 milhões de endividados – recorde da série histórica iniciada em 2016. Antes, o pico do endividamento foi atingido em abril de 2020, com 65,9 milhões.

2 de julho de 2022

Leis que beneficiam policiais e professores são sancionadas no AM

Governador do Amazonas beneficia policiais civis com equiparação da aposentadoria e professores da rede pública estadual de ensino com 14º e 15º salários.

2 de julho de 2022

Manaus vai sediar maior evento de networking de Tecnologia e Inovação

Estão abertas as inscrições para o ‘AATEC Day 2022’, evento gratuito voltado para gestores e profissionais de Tecnologia e Inovação. Evento vai acontecer em 23 de julho.

1 de julho de 2022