fbpx

segunda, 04 de julho de 2022

Brasil é o 5º país mais caro do mundo para comprar e manter automóveis

Pesquisa britânica revela que, aqui no Brasil, os custos para comprar e manter um carro na garagem correspondem a 443,68% o salário médio anual dos trabalhadores.

18 de agosto de 2021

Compartilhe

Brasileiro que quiser ter um veículo precisa ganhar, no mínimo, 4 vezes a mais (Foto: Reprodução)

Uma pesquisa britânica comprova um drama que os brasileiros sentem no bolso: no Brasil, é praticamente impossível para um trabalhador assalariado comprar e manter um automóvel. De acordo com o levantamento divulgado pela Scrap My Car Comparasion, o custo para a aquisição e manutenção de veículos automotores no país é o quinto maior do mundo, na comparação com o poder aquisitivo da população.

Sendo assim, o levantamento registra a porcentagem do salário anual médio necessário para comprar e dirigir um carro em 40 países. O documento levou em consideração os valores médios de seguro, reparos e preços atuais dos combustíveis com os ganhos anuais per capita médios de cada país. 

Pelos números da pesquisa, aqui no Brasil, os custos para comprar e manter um carro na garagem correspondem a 443,68% o salário médio anual dos trabalhadores. Ou seja, na média, o brasileiro que quiser ter um veículo novo precisa ganhar, no mínimo, mais de 4 vezes o que recebe por ano.

Além do Brasil, outros três países sulamericanos aparecem entre os cinco mais caros em termos de manutenção veicular do mundo. São eles, pela ordem: Argentina (515,77%), Colômbia (508,93%) e Uruguai (443,68%). Ainda segundo a pesquisa, o país onde os trabalhadores têm que desembolsar o maior percentual do salário para manter um veículo é a Turquia (652,29%).

Confira os 10 países onde os valores dos automóveis são mais deproporcionais em relação à renda anual da população:

  1. Turquia (652,29%)
  2. Argentina (515,77%)
  3. Colômbia (508,93%)
  4. Uruguai (443,68%)
  5. Brasil (441,89%)
  6. Ucrânia (413,78%)
  7. Guatemala (355,94%)
  8. Rússia (290,04%)
  9. México (285,20%)
  10. Costa Rica (269,83%)

Na outra ponta, a Austrália é onde os automóveis são mais acessíveis à população. Por lá, são necessparios apenas 49,48% do salário médio anual para comprar e manter um carro. Na sequência aparecem  Estados Unidos (54,8%) e Dinamarca (60,3%).

Confira os 10 países onde os valores dos automóveis são mais acessíveis à população:

  1. Austrália (49,48%)
  2. Estados Unidos (54,87%)
  3. Dinamarca (60,34%)
  4. Canadá (64,40%)
  5. Suécia (75,84%)
  6. Alemanha (78,44%)
  7. Holanda (84,65%)
  8. França (87%)
  9. Reino Unido (89,36%)
  10. Finlândia (91,58%)

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

BNDES reúne bancos de desenvolvimento globais na ExpoAmazônia

Tema sustentabilidade norteou boa parte das discussões ao longo dos objetivos principais da ExpoAmazônia sediada em Manaus.

3 de julho de 2022

Alta da Selic atrai investidores para renda fixa isenta de Imposto de Renda

Com a alta da taxa básica de juros, o mercado tem oferecido aos investidores títulos emitidos por grandes empresas, sem cobrança de impostos, com retorno real.

3 de julho de 2022

Petrobras tem trabalhadores e bancos como minoritários no Governo Bolsonaro

Acionistas viraram alvo de Jair Bolsonaro em meio à crise provocada pelas conturbadas trocas de comando na Petrobras, que resiste em elevar os preços dos combustíveis.

3 de julho de 2022

Infraestrutura de conectividade pauta palestra na ExpoAmazônia

Diretor de projetos do Ministério das Comunicações disse que leitos dos rios é a forma mais sustentável de implantar cabos subfluviais para conectar internet na Amazônia.

3 de julho de 2022

Receita Federal alerta para golpe do falso IOF antecipado via Pix

A Receita Federal informa que jamais fornece dados para recolhimento de tributos ou de taxas via transferência. Os fraudadores fornecem documentos falsos de notificação.

2 de julho de 2022

Aumenta o número de brasileiros endividados acima de 60 anos

Ao todo, o país tem 66,1 milhões de endividados – recorde da série histórica iniciada em 2016. Antes, o pico do endividamento foi atingido em abril de 2020, com 65,9 milhões.

2 de julho de 2022

Leis que beneficiam policiais e professores são sancionadas no AM

Governador do Amazonas beneficia policiais civis com equiparação da aposentadoria e professores da rede pública estadual de ensino com 14º e 15º salários.

2 de julho de 2022

Manaus vai sediar maior evento de networking de Tecnologia e Inovação

Estão abertas as inscrições para o ‘AATEC Day 2022’, evento gratuito voltado para gestores e profissionais de Tecnologia e Inovação. Evento vai acontecer em 23 de julho.

1 de julho de 2022