fbpx

quinta, 19 de maio de 2022

App se posiciona a favor de motoboys, após encerramento da Uber Eats

Fui App se posiciona a favor de motoboys quee receberam notícia do fim das atividades da Uber Eats, após sanção de lei que amplia direitos de entregadores de refeições.

18 de janeiro de 2022

Compartilhe

Fui App opera com mais de 12 mil motoboys e motoristas (Foto: Marcello Casal Jr/ABr)

Aplicativo brasileiro Fui App, focado em cidades do interior se manifestou solidário aos motoboys que receberam no início do ano a notícia do fim das atividades da Uber Eats, braço da Uber para delivery de alimentos. A Uber Eats anunciou o fim das operações no Brasil, após a sanção da Lei 14.297/22, de autoria do deputado federal Ivan Valente (PSOL) que obriga os aplicativos a garantir recursos de segurança e saúde aos condutores.

Segundo manifesto público da Fui App, a perda de um concorrente neste mercado prejudica o principal agente da cadeia: os entregadores. “Foram eles que mais foram beneficiados com essa competição em que estamos inseridos. Em um momento de pandemia e crise econômica, assumimos um papel que vai além do econômico. É oportunidade de trabalho e renda para milhares de pessoas”, ressaltou o CEO do negócio, André Justino.

Criada em Minas Gerais, a startup brasileira focou a oferta de serviços em cidades do interior, que comumente estão longe dos planos de investimentos dos aplicativos estrangeiros. O Fui App oferece serviços de delivery, entregas e também transporte de passageiros, com veículos com cadeirinhas para crianças e mulheres prestando serviço de transporte para mulheres. O aplicativo destaca como seu diferencial a presença de um gestor local em cada cidade onde tem atendimento.

Sobre a lei 14.297/22, que obriga os aplicativos do setor a oferecerem seguro contra acidentes, itens de proteção pessoal e auxílio aos entregadores em caso de infecção pelo coronavírus, o Fui App entende que a regulamentação é um processo natural, onde os marcos legais vão se estabelecendo. O CEO do aplicativo se diz pronto para atender essas novas normas. “Temos um trabalho que foca na relação próxima com nossos entregadores. Eles sabem quem está gerindo o mercado local pelo aplicativo. Exatamente por isso entendemos quais demandas eles têm”, disse André Justino.

Atualmente o Fui está presente em mais de 30 municípios brasileiros e reúne mais de 12.900 entregadores e motoristas. Em Minas Gerais o App está em Uberlândia, Uberaba, Itaúna, Pará de Minas, Araxá, Formiga, Alpinópolis e Caratinga. Em São Paulo a atuação ocorre em Barretos, Sertãozinho, Franca, Americana e Santa Bárbara d’Oeste. Em outros Estados o Fui opera em Guarapari (ES), Maceió, Porto Velho, Linhares (ES), Teixeira de Freitas (BA), Eunápolis (BA), São Mateus (ES), Araranguá (SC) e Tianguá (CE).

Com informações da Assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Preços de carros elétricos podem cair 20% com redução de imposto

O projeto de Lei 403/2022, que tramita no Senado Federal, propõe zerar o Imposto de Importação dos veículos elétricos e híbridos até 31 de dezembro de 2025.

19 de maio de 2022

Privatização da Eletrobras prejudica mais o Norte e Nordeste, diz deputado

Segundo parlamentar da Frente Mista em Defesa da Eletrobrás, empresas que vendem energia no Norte e Nordeste com subsídio, vão embora para outros países com a privatização.

19 de maio de 2022

Por 7 a 1, Tribunal de Contas da União aprova privatização da Eletrobras

Resultado é uma vitória do ministro Paulo Guedes, que agora tem caminho aberto para executar a privatização de uma empresa inteira antes do fim do mandato de Jair Bolsonaro.

19 de maio de 2022

Bolsonaro sanciona MP que torna Auxílio Brasil de R$ 400 permanente

A proposta inicial do governo era de que esse valor valesse até dezembro. Benefício extraordinário passa a fazer parte do conjunto de benefícios do Programa Auxílio Brasil.

19 de maio de 2022

Faturamento de bares e restaurantes do AM tem alta de até 10% em abril

Em março, os números começaram a 'encostar' no resultado de 2019 e em abril chegou a superar entre 5% e 10% os números do ano anterior ao início da pandemia.

19 de maio de 2022

Gucci lança guarda-chuva que não protege da chuva por mais de R$ 6.000

O item, uma colaboração da marca italiana com a Adidas, não é a prova d'água e serve para proteger do sol ou para uso decorativo, segundo a descrição no site da grife.

19 de maio de 2022

Retomada: turismo nacional apresenta crescimento de 43,5% em março

Segundo avaliação da FecomércioSP, setor se aproxima dos patamares anteriores à pandemia, ainda que os números sejam 7,1% inferiores quando comparados a março de 2019.

19 de maio de 2022

Oito cidades do AM recebem R$ 60 milhões para modernizar aeroportos

Os projetos incluem serviços de recapeamento de pista de pouso e decolagem, pista de taxiamento e pátio de estacionamento de aeronaves; limpeza de faixa de pista; etc.

19 de maio de 2022