fbpx

terça, 24 de maio de 2022

AM monta estratégias para evitar impactos de redução do IPI na ZFM

A mobilização ocorre em período de avanço na tramitação da PEC 110/2021, que trata sobre a reforma tributária, e tentativas do governo federal de redução do IPI.

17 de fevereiro de 2022

Compartilhe

Governo articula encontros com ministérios em defesa da Zona Franca (Foto: Reprodução)

O Comitê de Assuntos Tributários Estratégicos (Cate), do governo do estado, articula encontros com os ministérios na próxima semana, para apresentar propostas em defesa da manutenção dos incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus (ZFM). A mobilização ocorre em período de avanço na tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 110/2021, que trata sobre a reforma tributária, e tentativas do governo federal de redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

A equipe técnica, que integra o Cate, estuda as questões tributárias e analisa medidas que possam afetar a ZFM e consequentemente a economia amazonense.

O presidente do Cate e secretário de Estado da Fazenda (Sefaz), Alex Del Giglio, informou que os representantes estaduais trabalham estratégias para apresentar os números e resultados das operações do parque industrial, defendendo a permanência da concessão da cesta de benefícios fiscais.

“Nesses últimos dias o Cate teve muitos avanços com toda a equipe técnica do relator (da PEC), o senador Roberto Rocha (PSDB-MA). Na próxima semana deveremos ir à Brasília para reuniões com os ministérios para entregar o nosso posicionamento. É um esforço conjunto do estado com as principais entidades da indústria”, disse o secretário.

Propostas ‘cortam’ arrecadação de impostos

O coordenador do Cate, Nivaldo das Chagas Mendonça, explica que toda proposta de reforma tributária é prejudicial à ZFM porque tem o objetivo de levar a tributação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para o destino (local do comprador).

Ele afirma que 95% do que é produzido pela ZFM é vendido para outros destinos e no caso, o Amazonas deixaria de arrecadar e ficaria impossibilitado de conceder incentivo fiscal em cima do ICMS.

“Temos a possibilidade de tributar 12% do total do faturamento da ZFM. Mas, com a reforma tributária vamos perder porque a tributação irá toda para o destino. A perda de ICMS será de 52%. O Amazonas é o maior perdedor com qualquer proposta de reforma tributaria”, avaliou o coordenador.

Parlamentar defende a ZFM

O deputado federal Zé Ricardo (PT-AM) destaca que a proposta de redução do Imposto de Importação sobre Produtos Industrializados (IPI) de forma linear, sem um estudo adequado, afeta as empresas da ZFM, colocando empregos em risco.

“Volto a me preocupar com a situação econômica de Manaus, com a ZFM e o Polo Industrial. Há mais uma ameaça do Governo Federal contra as empresas aqui instaladas. Já tivemos várias outras ameaças do Governo Federal, junto com o ministro da Economia, Paulo Guedes, como a redução do Imposto de Importação de produtos, inclusive, fabricados na ZFM”.

“É bom lembrar que a Zona Franca contribui para a preservação ambiental, geração de emprego, arrecadação estadual e também federal, gerando um superávit no processo de arrecadação. Precisamos cuidar da Zona Franca, como Lula e Dilma fizeram, quando prorrogaram seus incentivos, e assim proteger o modelo, criando oportunidades para a população”, expressou.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Governo do AM beneficia colônia de pescadores de Maués

Governo assinou dois termos de doação onerosa com a Colônia de Pescadores Z-16. Por meio da ação, pescadores foram contemplados com um kit feira e uma fábrica de gelo.

24 de maio de 2022

Lira determina instalação de comissão para analisar reforma tributária

A proposta prevê que estados e municípios criem seus impostos sobre renda e patrimônio na forma de um adicional do imposto federal, delegando sua cobrança ao fisco federal.

24 de maio de 2022

Em reunião emergencial, governadores discutem ICMS dos combustíveis

Fórum dos Governadores vai discutir nesta terça-feira como enfrentar a votação, marcada para esta tarde na Câmara dos Deputados, doprojeto de lei que limita em 17% o ICMS.

24 de maio de 2022

Câmara deve votar hoje PL que limita impostos sobre energia e combustíveis

Projeto considera essenciais bens e serviços relativos a combustíveis, energia elétrica, impedindo a aplicação de alíquotas de tributos iguais às de produtos supérfluos.

24 de maio de 2022

Sebrae acelera pequenos negócios da bioeconomia da Amazônia

Iniciativa faz parte do programa Inova Amazônia. Entre as soluções apoiadas estão a produção de fármaco para tratamento de dependência química e produção de cosméticos.

24 de maio de 2022

Intenção de Consumo das Famílias cresce pelo quinto mês seguido

Índice atingiu 79,5 pontos em uma escala de zero a 200 pontos, maior patamar desde maio de 2020 (81,7 pontos). Na comparação com maio de 2021, crescimento chega a 17,7%.

24 de maio de 2022

BNDES lança edital de seleção de startups de impacto socioambiental

No estágio de criação, programa irá selecionar até 20 empreendedores ou startups de impacto e, no tração, até 25 startups de impacto com faturamento inferior a R$ 16 milhões.

24 de maio de 2022

Cieam reage a novo ataque contra a Zona Franca: ‘muita apreensão’

Bolsonaro determinou corte de 10% no Imposto de Importação de produtos comprados no exterior. Medida torna os importados mais atrativos e prejudica competitividade do PIM.

24 de maio de 2022