fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

‘Completo apedeuta’, diz Serafim sobre deputado após ataque à ZFM

O deputado Serafim Corrêa disse que a Zona Franca e o polo de bebidas de Manaus são importantes para o Brasil e levam benefícios também para o Estado de São Paulo.

16 de dezembro de 2021

Compartilhe

Para Serafim Corrêa, o deputado Fausto Pinato (PP-SP) é ignorante sobre a ZFM (Foto: Divulgação

Após tomar conhecimento das críticas do deputado Fausto Pinato (PP-SP) que cobrou o fim das renúncias fiscais da Zona Franca de Manaus (ZFM) para o polo de bebidas, o deputado Serafim Corrêa (PSB) disse que o parlamentar é um “completo apedeuta (ignorante, sem instrução) em questões de ZFM”.

Na última segunda-feira (13), o deputado do PP de São Paulo pediu o fim dos incentivos concedidas às empresas Ambev, Coca Cola e Heineken. Ele afirmou que a renúncia fiscal tinha impacto mínimo na geração de empregos no Amazonas. Pinato é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Indústria Brasileira de Bebidas, e acusa as três empresas de cometer abusos e até crimes fiscais.

“O deputado Fausto Pinato tradicionalmente agride a Zona Franca de Manaus. Eu lamento que ele não conheça a historia do Brasil, a história da Amazônia e não conhece nem sequer a historia dos últimos anos. O Brasil tem recorrido aos incentivos fiscais para o desenvolvimento das regiões e isso está consagrada na Constituição Federal”, afirmou Corrêa.

O parlamentar do Amazonas destacou que não faz sentido ataques contra a ZFM virem de São Paulo que é o Estado que mais se beneficia dos incentivos fiscais concedidos ao Amazonas, uma vez que apenas 1% dos produtos do Polo Industrial de Manaus são consumidos na região, enquanto a maioria vai para outros mercados, principalmente para os consumidores paulistas.

“Ainda esses dias, o ministro Barroso do Supremo Tribunal Federal (STF) viu a produção da parte inteligente das urnas eletrônicas (produzidas em Manaus) que são arremetidas para a Bahia, para daí integrar aos gabinetes e assim virar as urnas eletrônicas. “A Zona Franca não é só da Amazônia é do Brasil”. é do Brasil”.

Corrêa frisa ainda que a ZFM garantiu a proteção de 98% da área florestal do Amazonas. “Por isso não estamos iguais a Rondônia, ao Pará e outros Estados da Região Amazônica”, diz em referência ao impacto ambiental de outras atividades extrativistas.

Benefícios do Polo de Bebidas

Entre 2018 e 2021 a taxa de isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para o polo de bebidas variou oito vezes e, atualmente, é de 8%. Ainda assim, os incentivos revertem em empregos na região, segundo dados da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).  Um dos efeitos é a aquisição na própria região de insumos (açaí, guaraná e cana de açúcar) por parte das empresas para a produção dos concentrados.

Cálculos também desmistificam o impacto da renúncia fiscal do setor de bebidas. O crédito presumido com a isenção do IPI para a atividade foi de R$ 405 milhões em 2020 com previsão de chegar a R$ 511 milhões até o final de 2021. Representa 1,95% do total dos benefícios concedidos à Zona Franca e 0,17% do total dos benefícios federais no mesmo período.

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Defensoria Pública abre processo seletivo de estágio em Direito

As inscrições no Cadastro de Reserva da Defensoria Pública do Estado do Amazonas estão abertas para candidatos ao Estágio de Direito com bolsa de R$987 e auxílio transporte.

27 de janeiro de 2022

Secretários de Fazenda aprovam congelamento de ICMS dos combustíveis

Congelamento do preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF), base para cálculo do ICMS, tinha validade até 31 de janeiro. Com a decisão, valerá por mais 60 dias.

27 de janeiro de 2022

Jovem aprendiz colabora em média com 30% da renda das famílias, diz fórum

Fórum lançado nesta quinta, busca soluções para ampliar estágio e primeiro emprego no Brasil por meio de ações alinhadas com Estados e Municípios e ao Novo Ensino Médio.

27 de janeiro de 2022

Empresas podem acionar Justiça para liberar mercadorias na Receita

Mais empresas podem seguir a Moto Honda e acionar a Justiça para desembaraçar mercadorias fiscalizadas no operação padrão dos auditores fiscais, diz a Fieam.

27 de janeiro de 2022

Setor imobiliário deve frear reação devido Inflação e juros altos, em 2022

Conjuntura de 2022 com inflação e juros altos tem diferença em relação ao ano passado quando o mercado imobiliário reagiu bem apesar da pandemia, dizem especialistas.

27 de janeiro de 2022

Faturamento do PIM cresce 32% até novembro de 2021 e bate recorde

De acordo com dados da Suframa, o faturamento do Polo Industrial de Manaus acumulado de janeiro a novembro de 2021 atingiu volume recorde de quase R$ 145,59 bilhões.

27 de janeiro de 2022

5 milhões de m³/dia: consumo de gás natural atinge volume inédito no AM

Volume demandado em 2021 alcançou média de 5,2 milhões de m³/dia, alta de 5,5 % em comparação com o ano de 2020, segundo cálculos da Cigás.

27 de janeiro de 2022

Confiança da indústria registra sexta queda consecutiva, informa FGV

Índice de Confiança da Indústria (ICI) caiu 1,7 ponto em janeiro, para 98,4 pontos, o menor nível desde julho de 2020, quando o índice atingiu 89,8 pontos.

27 de janeiro de 2022