fbpx

domingo, 19 de setembro de 2021

Fatores mercadológicos e ataques à ZFM definem encerramentos no PIM

Para empresários da indústria e parlamentares, decisão das fabricantes é pautada em estudos de mercado e atenção deve ser voltada à geração de empregos.

12 de agosto de 2021

Compartilhe

Panasonic anunciou encerramento da produção de TVs. (Foto: Reprodução)

Em vertentes diferentes, empresários e parlamentares atribuem o anúncio do encerramento da fabricação de TVs feito pela Panasonic à questão mercadológica e à ausência de medidas de incentivo à produção industrial, por parte do governo federal, principalmente voltadas ao Polo Industrial de Manaus (PIM).

De acordo com o presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco, assim como as empresas Sony e Philips, a Panasonic também decidiu encerrar a produção de televisores após análises de mercado.

Périco destaca que a fabricante segue com produção de eletrodomésticos, no PIM, e que a preocupação nesse momento é a realocação das mais de 100 pessoas que perderam os empregos.

“É uma decisão da empresa no mundo. Essa decisão não foi tomada do dia para a noite, foi uma questão pensada, estudada e pautada na mudança de mercado. Hoje, existem outros players neste segmento que produzem a custo bem menor com margens menores, que levou a empresa a decidir descontinuar a produção de televisores. Temos que respeitar a decisão da empresa”, disse.

“O desafio é realocar as pessoas que perderam os seus empregos. Temos que trabalhar pensando no mais importante que são as pessoas, em como gerar emprego para o nosso povo. Esse é o grande desafio”, completou o empresário.

Na mesma linha, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Antonio Silva, considerou que o posicionamento da Panasonic precisa ser respeitado.

“Trata-se de um planejamento estratégico da empresa. Neste momento toda e qualquer perda de empregos é sentida, mas como se trata de um posicionamento de mercado, temos que respeitar a decisão”, comentou.

Incentivo à importação prejudica a produção industrial

Para o deputado federal Zé Ricardo (PT-AM), o encerramento na produção de TVs, pela Panasonic, assim como a série de fechamentos recentes de indústrias no país como a LG e Ford, resulta da ausência de políticas de incentivo à produção industrial no país.

“Muitas empresas, hoje, não têm nenhuma perspectiva porque a política do Governo Federal na área econômica é favorável às importações. É isso o que o ministro da economia, Paulo Guedes, faz, reduz as alíquotas de imposto de importação para favorecer as importações, gerando emprego fora do país, quando aqui as indústrias precisariam ser valorizadas e incentivadas”, disse.

O parlamentar também destacou os constantes ataques do governo federal à Zona Franca de Manaus.

“Ele (Paulo Guedes) ataca constantemente a ZFM. É um inimigo da indústria e dos empregos no Brasil. Enquanto isso vemos mais um novo aumento de preços da Petrobrás, com o custo de vida aumentando, o desemprego atingindo a marca de 15 milhões de pessoas, quase 20 milhões passando fome, literalmente, e quase a metade da população em insegurança alimentar, sem ter recursos suficientes para alimentação. É um governo inimigo dos trabalhadores e da população”.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Governo anuncia leilão para compra simplificada de energia em outubro

Leilão, a ser realizado em outubro, contratará energia de reserva, na modalidade por quantidade para usinas termelétricas a biomassa, eólica e solar fotovoltaica.

18 de setembro de 2021

Temporada de manejo do pirarucu na RDS Uacari está aberta

Em toda a RDS Uacari, a despesca será de 646 pirarucus, envolvendo 16 outras comunidades e 134 famílias. A estimativa de renda total na reserva é de R$ 290 mil.

18 de setembro de 2021

Produção de splits impulsiona setor de condicionador de ar no PIM

Produção do modelo split saltou de 1,8 milhão, nos primeiros meses de 2020, para mais de 3,1 milhões, de janeiro a junho deste ano. Fabricação do modelo janela também cresce.

18 de setembro de 2021

FGV divulga resultados das provas objetivas do concurso do TCE-AM

O concurso teve a confirmação de mais de 15 mil candidatos, com 40 vagas para provimento imediato na Corte de Contas, com vencimentos de até R$ 8,3 mil, além de benefícios.

17 de setembro de 2021

Inaugura em Manaus a primeira unidade franqueada da rede Flexfarma

Com um diversificado mix de fármacos, dermocosméticos e conveniências, primeira unidade da rede de drogarias Flexfarma em Manaus inaugura na próxima segunda-feira (20).

17 de setembro de 2021

Renda das mulheres cresce no 2º trimestre, apesar da desocupação maior

Redimento da força de trabalho feminina teve aumento 1,4% no segundo trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2020. Enquanto a renda masculina subiu 0,4%.

17 de setembro de 2021

Endividamento familiar sobe 2,1% e tem o maior nível da história

Percentual das famílias endividadas apresentou sua nona alta na passagem mensal, chegando em 72,9% em agosto, segundo pesquisa da Confederação Nacional do Comércio

17 de setembro de 2021

Secretário do Tesouro garante Auxílio Brasil no valor de R$ 300

De acordo com o secretário especial do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, a expectativa é de que os beneficiário recebam o novo auxílio já a partir do mês de novembro.

17 de setembro de 2021