fbpx

quinta, 26 de maio de 2022

Supermercados apostam em alternativas para baratear alimentos

Regionalização de produtos, produção própria e até descentralização produtiva das ações adotadas pelos mercados com o intuito de produzir e fornecer por menores custos.

15 de março de 2022

Compartilhe

Supermercados apostam em item regional e novas produções (Foto: Reprodução)

Empresas apostam em regionalização de produtos, produção própria e até descentralização produtiva, com o intuito de produzir e fornecer por menores custos. O resultado, é o surgimento de novos itens nos supermercados e redes de atacado, atendendo à adaptação no consumo por conta da inflação.

O vice-presidente da Associação Amazonense de Supermercados (Amase), Ralph Assayag, afirma que no momento de alta dos preços a tendência é que as empresas busquem alternativas que gerem contenção de custos e possibilitem o repasse dos produtos ao consumidor por menores preços.

O empresário afirma que é crescente o índice de itens expostos nas gôndolas dos supermercados fabricados na própria região. E ainda, opcionais fornecidos por descentralização produtiva. No caso, ele explica que marcas consolidadas no mercado optam por criar novas empresas para fabricar itens de algum segmento, barateando os custos de produção.

“Produtos de novas marcas têm surgido. A regionalização é uma das alternativas para as empresas não pagarem royalties e terem preços mais baratos. Isso surge principalmente no Amazonas, que tem dificuldades logísticas. Vemos marcas consolidadas no mercado criando novas empresas para produzirem material de limpeza, por exemplo, mais barato. Tem uma série de coisas ocorrendo para atender a esse novo momento do consumo”, explicou.

Crescimento nas vendas de produção própria

O Grupo DB de Supermercados registrou crescimento de 20% nas vendas de itens de fabricação própria nos últimos meses, em relação aos primeiros meses de 2021, com destaque para o setor de panificação. A empresa afirma que após o desempenho positivo no período do Natal com a oferta de linha de panetones de diferentes estilos e sabores, trabalha na marca própria de ovos de Páscoa.

“O consumidor tem adaptado seus hábitos de compras em todos os segmentos e isso não é diferente no setor de alimentação e primeira necessidade. Diante do atual cenário, é comum que os clientes passem a optar por marcas locais e até mesmo a redução de itens”, disse a empresa por meio da assessoria.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Wilson Lima anuncia investimentos de quase R$ 25 milhões para CT&I

Por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapeam), os recursos serão aplicados em sete editais, sendo seis inéditos, de programas de apoio a pesquisas científicas.

26 de maio de 2022

Para economistas, ICMS em 17% terá pouco impacto na redução de preços

Economistas acreditam que projeto que estipula teto de 17% na cobrança de ICMS não resultará em redução expressiva no preço do combustível, com queda de até 5% nos preços.

26 de maio de 2022

Novamed anuncia expansão no PIM com investimento de R$ 50 milhões

Empresa pretende aumentar a produção de 1 bilhão e 100 milhões de comprimidos/mês para 1 bilhão e 400 milhões/mês, além da garantia de cerca de 900 postos de trabalho.

26 de maio de 2022

Indígenas Tikuna participam de oficina de artesanato em Benjamin Constant

O Workshop, promovido em parceria com o Sebrae Amazonas, contou com a presença de consultores de artesanato do Ceará, do Espírito Santo, Colômbia e Brasília.

26 de maio de 2022

Caixa amplia em até 21,4% subsídio do programa Casa Verde Amarela

Percentuais vão variar de 12,5% a 21,4%. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, acréscimo varia conforme região, renda familiar e população do município.

26 de maio de 2022

Câmara aprova limite da alíquota de ICMS sobre combustíveis

Lei classifica os setores de combustíveis, gás natural, energia elétrica, comunicação e transportes como essenciais e indispensáveis, limitando a alíquota ao máximo de 17%.

26 de maio de 2022

Amazonas precisa qualificar 114 mil trabalhadores da indústria até 2025

A Fieam levantou a demanda de profissionais da indústria a serem qualificados até 2025 no Amazonas para atender às novas demandas do setor na Zona Franca de Manaus.

26 de maio de 2022

‘Nosso Centro’ quer expandir empreendimentos na região central de Manaus

Programa da Prefeitura prevê a revitalização do centro histórico com a implantação dos projetos 'Mais Negócios', 'Mais Vida' e 'Mais História', ao longo dos próximos 3 anos.

25 de maio de 2022