fbpx

sábado, 23 de outubro de 2021

Vereador intimida e ameaça agredir fisicamente fiscais do Implurb

Bessa, que integra a base de apoio ao prefeito David Almeida (Avante), relatou supostos casos de cobrança de propina por fiscais do instituto.

28 de setembro de 2021

Compartilhe

O vereador destacou que nem todos os fiscais do Implurb têm essa conduta, mas "tem uma raça dentro da secretaria que vou te dizer" (Foto: Robervaldo Rocha)

O vereador Bessa (Solidariedade) da Câmara Municipal de Manaus (CMM) ameaçou, nesta terça-feira (28), a agredir servidores do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb). Segundo o parlamentar, estes servidores estariam cobrando propina para fazer vista grossa à irregularidade de obras na cidade.

Bessa denunciou na sessão plenária desta terça-feira da CMM, sem apresentar provas, que fiscais do Instituto recebem propina e usou o exemplo de um vereador que não foi reeleito que teve a obra fiscalizada por um desses funcionários. Segundo ele, quando o fiscal soube que a obra era de um vereador, teria recuado da cobrança.

“Esse fiscal não encontra o Bessa num dia bem bacana, porque ele vai levar um couro, se ele me pega num dia legal (…) Se me pega num dia legal, ele vai ver só o que a gente faz com esse tipo de gente”, intimidou o vereador, que diz receber denúncias diárias sobre fiscais.

O vereador destacou que nem todos os fiscais do Implurb têm essa conduta, mas “tem uma raça dentro da secretaria que vou te dizer”. Bessa também questionou ações do Implurb e também da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmas) que na visão dele são inúteis.

O RealTime1 solicitou uma nota sobre a denúncia do vereador, mas até o momento não obteve resposta. Esse texto será atualizado assim que recebermos uma resposta do órgão.

Em nota, o Implurb destacou que uma sindicância só é aberta quando a denúncia é, de fato, formalizada – e com apresentação de provas – na presidência ou na ouvidoria do órgão. Ainda de acordo com a nota, é a partir daí que os fatos serão apurados e a investigação é feita, “dando ampla defesa ao denunciado”.

“Após a apreciação da denúncia e das provas, serão tomadas as medidas administrativas cabíveis, inclusive com exoneração de servidor, caso se comprovem os atos denunciados”, finaliza o Implurb.

Texto: Jefferson Ramos

*Matéria atualizada às 16h51 para a inserção da nota do Implurb.

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Gilberto Kassab anuncia Rodrigo Pacheco como candidato a presidente

O presidente Nacional do PSD revelou, neste sábado, que o candidato do partido à presidência, no próximo ano, será o senador Rodrigo Pacheco, presidente do Senado.

23 de outubro de 2021

Wilson Lima e David Almeida assinam convênios de mais de meio bilhão

O governador Wilson Lima e o prefeito David Almeida assinarão, amanhã, uma série de convênios que representarão um presente para a cidade que fará 352 anos neste domingo.

23 de outubro de 2021

STF realiza audiência para discutir a criação do juiz de garantias

Juiz de garantias vai atuar fiscalizando a legalidade dos atos praticados pelo juiz da instrução criminal, o que gerou uma dúvida sobre a constitucionalidade desta novidade.

23 de outubro de 2021

Congresso abre prazo para apresentação de emendas a LOA da União

Lei Orçamentária Anual (LOA) do Governo Federal reservou R$ 16,2 bilhões para os parlamentares apresentarem emendas com execução obrigatória no próximo ano.

23 de outubro de 2021

Improbidade administrativa um problema recorrente das prefeituras

Para analista político, irregularidades na prestação de contas pode ser fruto da falta de pessoal, dificuldades dos servidores e até mesmo má fé com a causa pública.

23 de outubro de 2021

“Baixo orçamento é oriundo de Arthur Neto”, culpa Antônio Stroski

Titular da secretaria de meio ambiente disse que política de "encolhimento" de antecessor foi responsável pelo atual orçamento de R$ 17,1 milhões em 2022.

23 de outubro de 2021

Após viagens na pandemia e diagnóstico de Covid-19, Assis volta à CMM

Vereador chamava a atenção de pessoas por aglomerações e o não uso de máscara, mas na Pandemia emendou duas viagens seguidas em agosto e voltou pra Manaus com Covid-19.

22 de outubro de 2021

Ex-ministro Esteves Colnago assumirá Secretaria de Tesouro e Orçamento

A nomeação foi confirmada há pouco pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, em declaração conjunta ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

22 de outubro de 2021