fbpx

domingo, 01 de agosto de 2021

Variantes causaram explosão de casos e erros nas previsões, diz Terra

O deputado federal reafirmou as teses de imunidade de rebanho, uso do tratamento precoce e defendeu que variantes, como a P1, causaram a explosão de casos de Covid no país.

22 de junho de 2021

Compartilhe

Para Osmar Terra, nova cepa, identificada inicialmente em Manaus, causou explosão de casos e acabou a imunidade conseguida com a primeira cepa (Foto: Sandro Pereira)

Na sessão de hoje (22) da CPI da Covid-19, no Senado, o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) defendeu que o descontrole da doença no Brasil, onde já morreram 502 mil brasileiros, ocorreu por conta das novas variantes do novo coronavírus. Essa condição também foi apontada por ele como responsável pelos erros nas previsões que ele havia feito no ano passado sobre o ritmo da pandemia no país.

Osmar Terra afirmou, no início de 2020, que a pandemia chegaria ao fim na terceira semana de abril e não mataria mais que cinco mil pessoas. Ele repetiu esse argumento em agosto, com base na chamada imunidade de rebanho e citou Manaus como exemplo.

“Em Manaus, houve um pico de casos em abril e maio, mas depois o número de casos veio baixo e constante, mas em dezembro [16 de dezembro] começou uma curva ascendente porque teve a P1 [variante identificada primeiro em Manaus]”, explicou. Para Osmar Terra, o período de baixa de casos e relativa estabilização da pandemia ocorreu porque a maior parte da população havia entrado em contato com a primeira cepa do novo coronavírus.

Presidente da CPI tem opinião contrária sobre Manaus

Para Omar Aziz, a explosão de casos em Manaus teve origem nas manifestações do dia 26 de dezembro quando, estimulados por grupos bolsonaristas e “pitaqueiros”, a população foi às ruas para protestar contra medidas de lockdown previstas em um decreto assinado pelo governador Wilson Lima (PSC).

“Infelizmente ele revogou o decreto, mas quem participou daqueles movimentos, deputados que comemoraram nas redes sociais, todos são responsáveis por aquelas mortes no meu Estado”, afirmou Omar. “Se o governador tivesse mantido o lockdown, certamente não teríamos esse número de mortes no Amazonas”, completou.

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Presidente diz que eleição sem voto impresso será ‘farsa’ inaceitável

Presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste sábado de 'motociata' em Presidente Prudente, criticou a urna eletrônica e ameaçou não aceitar o resultado da eleição.

31 de julho de 2021

Wilson celebra o ritmo da vacinação da população em 53 municípios

Governador Wilson Lima comemorou que o avanço da vacinação permitiu que 53 municípios já tenham vacinado ou estejam vacinando toda a população adulta alvo do PNI.

31 de julho de 2021

Vice do TRE-AM critica Bolsonaro e alerta para ‘clima de guerra’

Desembargador Jorge Lins falou ao RealTime1 sobre as acusações do presidente de eleições fraudadas e o clima de intranquilidade que elas trazem a paz social no País.

31 de julho de 2021

Pazuelo mentiu sobre o TrateCov na CPI, atesta análise do TCU

Conclusão dos técnicos do TCU desmente argumento apresentado pelo ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello à CPI da Covid de que a plataforma teria sido adulterada por hackers.

31 de julho de 2021

PF deve retomar investigação sobre interferência de Bolsonaro

Decisão é do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes. Inquérito apura se o presidente tentou interferir na Polícia Federal, buscando proteger os filhos.

31 de julho de 2021

Bolsonaristas promovem manifestação em apoio ao voto impresso

Grupo Conservador Amazonas espera reunir, neste domingo, na avenida das Torres, apoiadores da proposta defendida pelo presidente em transmissão ao vivo nesta quinta-feira.

31 de julho de 2021

CPI vai analisar 28 requerimentos que envolvem amazonenses

Destaque na lista de requerimentos, está o pedido contra o deputado estadual Fausto Júnior (MDB), a mãe dele, a conselheira do Tribunal de Contas do Estado, Yara Lins.

31 de julho de 2021

MPAM recomenda exoneração de 35 servidores públicos em Itapiranga

A recomendação é dirigida à prefeita, ao presidente da Câmara Municipal e a agentes que detenham a atribuição de nomear e de exonerar ocupantes de cargos comissionados.

30 de julho de 2021