fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Última sessão na CMM acata ampliação de assessores parlamentares

Vereadores terão à disposição até 45 assessores parlamentares a partir do ano que vem. Anteriormente, o número era limitado a 30 funcionários.

16 de dezembro de 2021

Compartilhe

A criação de novos cargos nos gabinetes foi aprovado com voto contrário dos vereadores Rodrigo Guedes (PSC), Raiff Matos (DC), e Capitão Carpê Andrade. (Foto: Divulgação/Robervaldo Rocha)

Os vereadores da Câmara Municipal de Manaus aproveitaram a última sessão do ano para aprovar a ampliação do número de servidores nos gabinetes dos 41 vereadores. A partir do ano que vem, os vereadores vão poder nomear de 20 a 45 assessores parlamentares.

Anteriormente, o número era de 15 a 30 assessores parlamentares por gabinete de vereador.

O projeto de lei n° 673/2021 da Mesa Diretora aprovado no início da tarde de hoje concede mais R$ 1,1 mil em auxílio alimentação para os assessores parlamentares. Este PL também aumentou de R$ 18 mil para mais R$ 33 mil o valor mensal da Cota para o Exercício Parlamentar (Ceap), mais conhecida como Cotão.

O projeto de lei não alterou o valor da Cota de Gabinete que se manteve em R$ 60 mil. No entanto, aumentou o valor do auxílio alimentação de R$ 400 para R$ 1,1 mil. A nova legislação mudou a lei n°. 436 de 23 de dezembro de 2016, criada na gestão do então presidente da CMM, atual deputado estadual Wilker Barreto (sem partido).

A Mesa Diretora que é presidida pelo presidente da CMM, vereador David Reis (Avante), argumenta que a criação dos novos cargos atende a demanda administrativa da Casa. Segundo a justificativa contida no projeto aprovado, a Casa tem orçamento suficiente para bancar os novos gastos.

A criação de novos cargos nos gabinetes foi aprovado com voto contrário dos vereadores Rodrigo Guedes (PSC), Raiff Matos (DC), e Capitão Carpê Andrade. Rodrigo Guedes disse que só ficou sabendo da existência do projeto depois que a pauta começou a ser lida no plenário.

Texto: Jefferson Ramos

Leia mais:

Leia mais sobre Política

PT entra com ação no STF por ampliação de prazo para federações

O PT entende que o prazo previsto na Lei para a formação das federações é muito curto e pede que seja estendido pelo STF pelo menos até maio deste ano, ou até agosto.

28 de janeiro de 2022

Bolsonaristas apelam para reajuste de professores para cativar votos

Reajuste de 33,24% concedido pelo presidente Jair Bolsonaro ignorou técnico do Ministério do Educação e não considerou a pressão nas contas dos governadores e prefeitos.

28 de janeiro de 2022

Pré-candidato a deputado federal, Saullo Vianna caminha com Wilson e David

À TV RealTime1, o deputado revelou os planos dele para disputar uma vaga na Câmara Federal, bastidores da política local e quem está na frente na corrida presidencial no AM.

28 de janeiro de 2022

Bolsonaro avalia com AGU se vai ou não prestar depoimento à PF

O ministro Bruno Bianco analisa os precedentes que podem ser aplicados a Bolsonaro para tentar minimizar o desgaste que poderia sofrer ao prestar depoimento.

28 de janeiro de 2022

Justiça do Distrito Federal arquiva caso do tríplex contra Lula

O MPF afirma que os crimes imputados ao ex-presidente Lula prescreveram. O petista tem 76 anos e, mesmo se condenado, a pena estaria prescrita até que pudesse ser cumprida.

28 de janeiro de 2022

MPAM investiga licitação de fornecimento de gás ao Hospital de Coari

Para o MPAM, valor da compra do gás de cozinha (GLP), de R$ 71 mil ultrapassa o limite máximo de dispensa de licitação que, no ano de 2019, era de R$ 17,6 mil.

28 de janeiro de 2022

Trabalho em regime híbrido é prorrogado até o dia 7 de fevereiro no TCE

A decisão também prorroga, automaticamente, até o dia 7 de fevereiro o regime de home office para todos os servidores acima dos 60 anos de idade e imunossuprimidos.

28 de janeiro de 2022

David Reis libera mais de R$ 2,5 milhões em cinco licitações da CMM

O presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador David Reis, tem surpreendido com licitações bastante específicas, sem se preocupar com as críticas da opinião pública.

28 de janeiro de 2022