fbpx

terça, 18 de janeiro de 2022

CMM corre para gastar recursos restantes do orçamento 2021

Em 2021, a CMM tem um pouco mais de R$ 162 milhões para custear as próprias despesas que vão desde pagamento com pessoal e eventuais reformas.

29 de novembro de 2021

Compartilhe

Em 2022, a Casa legislativa terá nos cofres R$ 200,7 milhões. (Foto: Divulgação: Robervaldo Rocha/CMM)

Prestes a encerrar o exercício orçamentário, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) corre para gastar o restante do orçamento de R$ 162,004 milhões. Mais uma vez, nesta semana, a Casa legislativa publicou em seu Diário Oficial eletrônico, dois extratos de contratação de serviços que somam mais de R$ 1,3 milhão.

Um dos extratos revela uma inexigibilidade de licitação para contratação de serviços de organização e digitalização de documentos por R$ 903 mil durante seis meses. Desde o dia 9 de novembro a empresa começou a prestar o serviço.

Por 12 meses, a CMM também contratou pelo valor de R$ 489,6 mil serviços de instalação e manutenção preventiva e corretiva do sistema fechado de televisão e sistema de alarme de intrusão externo com o fornecimento de peças, equipamento e insumos.

Nos dois extratos, o nome das respectivas empresas não foi publicado. Nesta últimas duas semanas, o RealTime1 vem acompanhando a gastança dos vereadores que já alcançou R$ 9,3 milhões.

O orçamento do ano que vem da CMM teve um crescimento de 24% de receita em relação a esse ano. Em 2022, a Casa legislativa terá nos cofres R$ 200,7 milhões.

Na semana passada, a CMM sinalizou a disposição de gastar R$ 1,7 milhão com medalhas, placas comemorativas e outras honrarias. Na semana retrasada, a Câmara dispensou licitação para reformar por mais de R$ 1,6 milhão o telhado da Casa, que sofreu danos depois de um forte temporal.

No dia 18, os vereadores confirmaram a contratação da empresa ISTUD LTDA por R$ 6 milhões para promover cursos de capacitação executiva por 1 ano. Em outubro, o RealTime1 mostrou que o orçamento de 2020 do Legislativo municipal teve R$ 50 milhões de sobras. Esse é o valor que a Casa deixou de usar no exercício orçamentário passado e que poderia ser devolvido à Prefeitura Municipal de Manaus (PMM).

Texto: Jefferson Ramos

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Sabá Reis, secretário da Semulsp, testa positivo para a Covid-19

Sabá é o terceiro secretário de David Almeida que testa positivo para a Covid nos últimos cinco dias. No dia 13, os titulares da Semcom e Semsa também testaram positivo.

18 de janeiro de 2022

Quadro pandêmico e período de chuvas faz CMM antecipar retorno das férias

O presidente David Reis disse que o momento pede que os vereadores se unam às demais autoridades para enfrentar novo quadro da Covid e ajudar pessoas afetadas pelas chuvas.

18 de janeiro de 2022

Prefeito de Rio Preto diz que ‘religião e bolsonarismo’ boicotam vacinação

Anderson Sousa disse que em Rio Preto da Eva tem dado suporte à vacinação até na zona rural, mas que o empecilho tem sido os líderes religiosos que são contra a vacina.

18 de janeiro de 2022

Municípios com baixo índice de vacinação faltam em reunião com Wilson Lima

Reunião vem após fala do governador sobre preocupação com índices de vacinação. Alguns prefeitos culparam a internet como responsável por falhas na atualização dos números.

18 de janeiro de 2022

Governo anuncia retorno do Vacina Amazonas em Iranduba para este sábado

O anúncio foi feito pelo governador Wilson Lima como uma das medidas para que os municípios do interior avancem no número de pessoas vacinadas em todo o Amazonas.

18 de janeiro de 2022

Mário de Mello e Josué Neto vão julgar contas do Governo e Prefeitura

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) definiu os relatores das contas do governador Wilson Lima e do prefeito de Manaus, David Almeida, para o exercício de 2022.

18 de janeiro de 2022

Vanda Witoto entra no Rede para fortalecer candidaturas indígenas

Vanda Witoto filia-se à Rede Sustentabilidade para fortalecer candidaturas indígenas em defesa dos povos tradicionais da floresta e da representatividade das mulheres.

18 de janeiro de 2022

MPs e Defensorias recomendam passaporte vacinal ‘geral’ no AM

Para os MPs e Defensorias, não há justificativa na exceção para que os estabelecimentos em geral fiquem sem exigir a comprovação vacinal contra a Covid-19 dos clientes.

18 de janeiro de 2022