fbpx

quarta, 01 de dezembro de 2021

TCE-AM multa ex-presidente da Câmara de Coari em R$ 82,5 mil

Os técnicos da Corte de Contas identificaram ao menos oito irregularidades passíveis de multa na prestação de contas de Antonio Adenilson Bonfim.

4 de novembro de 2021

Compartilhe

TCE (Foto: Divulgação)

O Pleno do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) multou o ex-presidente da Câmara Municipal de Coari, Antonio Adenilson Bonfim, em R$ 82,5mil, entre multa e alcance. O gestor esteve na presidência do legislativo municipal em 2014. 

O julgamento aconteceu no decorrer da 36ª Sessão Ordinária do Tribunal Pleno, ocorrida na manhã desta quarta-feira (3), no plenário da Corte de Contas.

Em relatório apresentado pelo conselheiro Júlio Pinheiro, os técnicos da Corte de Contas identificaram ao menos oito irregularidades passíveis de multa na prestação de contas do gestor. Antonio Adenilson Bonfim deverá pagar R$62 mil em alcance e R$20,5 mil em multa, totalizando R$82,5 mil a serem retornados aos cofres públicos.

Dentre as irregularidades apontadas no relatório, Antonio Bonfim não apresentou relatório de controle interno necessário, não atualizou informações no portal da transparência, e não apresentou controle eficaz de patrimônio e almoxarifado.

Além das irregularidades, os órgãos técnicos também identificaram serviços sem execução contratados pela gestão do legislativo municipal daquele ano.

Foi recomendado à gestão da Câmara Municipal que sejam melhoradas as demonstrações contábeis do órgão, os relatórios de controle interno, a atualização constante do portal da transparência, e que se façam os registros contábeis e controle de combustíveis.

Ao todo, R$82,5 mil devem ser retornados aos cofres públicos. O gestor tem o prazo máximo de 30 dias para realizar o pagamento ou recorrer da decisão proferida pela Corte.

Outros julgamentos

Ainda no decorrer da sessão, o Pleno julgou irregular o convênio firmado entre a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), e o Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas (IGHA). O convênio, firmado pelas gestões em 2010, apresentou irregularidades como a não comprovação do cumprimento de contrapartida, e a movimentação de recursos feita de forma irregular.

Os presidentes à época da Manauscult, Renato Loschiavo Seyssel, e do IGHA, José Geraldo Xavier dos Anjos, foram multados em R$6,8 mil cada, totalizando R$13,6 mil a serem retornados aos cofres públicos.

A sessão foi conduzida pelo presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello. Participaram os conselheiros Júlio Pinheiro, Érico Desterro, Ari Moutinho Júnior, Yara Lins dos Santos e Josué Cláudio, além dos auditores Mário Filho, Alípio Reis Firmo Filho, Luiz Henrique Mendes e Alber Furtado.

Próxima sessão

O presidente convocou a realização da 37ª Sessão Ordinária para o dia 08 de novembro (segunda-feira), no Plenário da Corte de Contas. A sessão contará com transmissão, ao vivo, pelas redes sociais do TCE-AM (YouTube, Facebook e Instagram), e em áudio, pela Rádio Web do TCE-AM.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprova PEC dos Precatórios

A PEC do senador Fernando Bezerra, que já passou pela Câmara dos Deputados, libera espaço fiscal em 2022 para o pagamento do programa social Auxílio Brasil.

1 de dezembro de 2021

Prazo para apresentação de emendas impositivas à LOA encerra hoje

O Governo estima o orçamento para o próximo ano fiscal em pouco mais de R$ 24 bilhões. Os deputados podem dispor de 1,2% da receita corrente líquida para emendas individuais.

1 de dezembro de 2021

Comissão de Educação ignora pedidos do Sinteam e frustra educadores

Sindicato que representa a categoria dos profissionais da Educação diz que a comissão não deu retorno de ofícios protocolados ao longo do ano; reajuste é uma das pautas.

1 de dezembro de 2021

STF mantém foro de Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas

A investigação que atinge o senador foi desidratada por decisões do STJ, que anulou a maior parte das provas colhidas em primeiro grau por considerar o juízo incompetente.

1 de dezembro de 2021

Deputados debatem prática de empinar moto como atividade desportiva

Deputada diz que o 'grau de moto' têm sido muitas vezes reprimido por agentes da polícia e por isso quer transformar a 'acrobacia' em esporte.

1 de dezembro de 2021

Destacando presença de deputados, Bolsonaro oficializa entrada no PL

Durante o evento, o presidente Jair Bolsonaro destacou que a cerimônia foi uma simples filiação ao partido e que não estava “lançando ninguém a cargo nenhum”.

30 de novembro de 2021

Plínio e Marcelo defendem emendas do relator e transparência na aplicação

Senador Plínio Valério e o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, defenderam o instrumento que possibilita liberação de recursos para o Estado e os municípios.

30 de novembro de 2021

Ministério Público do Amazonas vai investigar garimpagem no rio Madeira

MP-AM instalou inquérito civil público na última sexta-feira (26) para investigar "possíveis irregularidades" das balsas de garimpo que se amontoaram no Rio Madeira.

30 de novembro de 2021